Muitas coisas….

Semana passada foi meu aniversário, e eu nunca liguei muito pra essa coisa de comemorar a minha data…Agora venho com um papo clichê: Quando nos tornamos mães as coisas mudam, se mudam. Sinto que tenho que agradecer mais um ano ao lado dele, a agora não pode faltar uma velinha, ele adora apagá-la e ainda grita um “êêê mamain”. E meus convidados? Bem,veja com seus próprios olhos, rs.

Tenho andando bem ausente por aqui e ai você pensa “Lá vem o outro assunto clichê da falta de tempo”, melhor então ficar caladinha né? Rsrs. Trabalhando muito com a lojinha, muitas expectativas com a mudança para PE e tantas outras prioridades, que me impedem postar com mais frequência (Ui, falei!).

Mudando um pouquinho de assunto…Duas pessoas nessa vida me fazem virar tiete, fã apaixonada: Cauã e Cristiane Lisbôa. Pois é, só por eles sou capaz de pedir foto, autógrafo e amor eterno. E como a vida sempre reserva surpresas boas, certo dia recebi um email bacana da minha ídola, falando que encontrou meu blog quando procurava uma solução para algo na decoração de sua casa, e deu de cara com um post antigo onde eu falava de um dos seus livros que tinha lido. Já me considero amiga e importante por isso.

Agora em janeiro a Cris lançou mais um livro, “continuação” do anterior, mas isso nem importa se você quiser começar pelo atual. E como esse blog  fala tanto de amor, fica aqui só um pouquinho do “Duas pessoas são muitas coisas”:

“O amor não diz. Nem por dentro. Não diz. O amor ensaboa a alma, faz arder, cospe fogo em cima das feridas outrora abertas por ele mesmo. Amor não é calmo, gosta de andar a cavalo, acha lindas as palavras açucena, mel e gota. O amor gosta de mulheres que se chamam Adélia e ri bastante quando chove. O amor dorme pouco, beija muito, bebe café, gim, cachaça de boteco. O amor é sem respeito, não teve educação e, dizem, nem mãe. O amor enreda os cabelos, sopra areia nos olhos. O amor ri dos delicados, faz chacota de Deus e nunca encontrou a palavra limite. O amor lava a honra com sangue e come com as mãos. O amor não comunica, mas manda cartas. Ás vezes. O amor deixa rastros, estrias, descampados e abre precipícios com foice. Ou colher. O amor tem mais vento do que fogo. E , como já disse alguém, água o amor não é”.

O livro é curtinho, gostoso e li em uma horinha. O que fica em você depois da leitura são muitas coisas.

Fica a dica, pra decorar a alma e ainda fazer um reforminha no coração.

Beijos,

Ana – quase 30.

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

17 Comentários

  1. Ana, Parabéns atrasado..hehehe, fica tranquila amiga vc vai ver que fazer 30 anos é normal, é só mais um ano…mas logico que vc ainda tem mais um aninho pela frente prá poder provar os 30 anos..rsrsr Adoro seu blog! bjos

  2. Parabéns atrasado então.. que seja mais um ano com muito sucesso e felicidades junto à familia. Sempre me disseram que quanto se tem filhos, a importância das coisas são diferentes! Estou esperando o meu/minha primeiro, e já mudou tanta coisa..

  3. Lindo post. Inspiraor eu diria, você sempre me inspira e positivamente!
    Adorei o livro, quero ler. Fiz uma publicação no face com esse pedeçinho doce que você deixou ai… para inspirar, sabe?!
    Agora eu preciso de um favor. Preciso do nome da cor da tinta da sua parede azul. Tô que nem uma doidinha tentando achar um azul pra parede da minha sala que me causasse um sorriso nos olhos.. e num é que é! Manda no meu e-mail se puder. Beijos.
    Passo aqui todo dia… AH! PARABÉNS!!!!!!!!!!!!

  4. Oi Ana, felicidades!!! Tudo de muito bom pra vc, eu sei exatamente como é depois de ser mãe, tudo que é importante pra eles se torna importante pra nós.Parabéns!!!!

  5. Feliz aniversário atrasado que vc e sua fmília seje muito iluminada com sua mudança e que vc não se esqueça do Rio. obs: fazemos aniversário no mesmo dia.

  6. Parabéns Ana! Virei sua fã, entro no blog todos os dias, depois também vou pedir autógrafo, uma foto…etc A propósito adorei a dica dos livros, entrei no blog da Cristiane e Lisboa e já adicionei aos meus favoritos pois gostei muito da forma como ela escreve.

  7. Oiii.. nunca escrevi aqui no blog, mas leio todos os seus posts SEMPRE!..rss
    Eu queria saber se você pode me dar uma ajudinha, estou organizando a festa da minha filha e, eu estou fazendo todas aquelas embalagens personalizadas e tal.. você sabe me dizer se preciso de uma impressora profissional para isso? é que vi o studio cereja e, pensei que talvez pudesse me dar uma luz..rsss
    Muito obrigada e parabéééns pelo blog.. já tirei vááárias diquinhas daqui.. rs
    beijos

  8. Parabéns!!! Muito mais sucesso e realizações.
    E seja bem vinda “de volta” à Pernambuco.
    Eu sou paulistana mais estou por aqui já há 4 anos.
    Embora seja o primeiro contato que faço, já acompanho e admiro o trabalho de vocês e o blog cantinho mais que especial.
    Qualquer coisa é só chamar. Beijos

  9. Ana, parabéns por mais um lindo ano de vida!!!!
    Acompanho sempre “acasa..” aqui quietinha.
    Esse bolo tem cara de ser da Kúffura… rsrs e é uma delícia, né?
    Beijos…

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here