Sem cores fortes – Inspiração para os “nudes”

Essa que vos escreve vive falando de cores. É móvel colorido, parede, tapete, almofadas, mais um monte de coisas sem fim…

Fico pensando aqui na minha caixola “Ana, tem pessoas que não gostam de cores fortes e todo o seu carnaval, elas preferem suavidade, ambientes limpos (de cores), algo mais básico. O marido não concorda em ousar tanto, elas talvez achem que vão cansar com o tempo se o sofá for vermelho perdição ou vão surtar em um quarto com o papel de parede florido primavera intensa”.

Tá certo, tudo bem. Vamos mostrar então algo mais nude, afinal, as pessoas nudes também amam! E possuem o direito de ter uma decoração inspiradora nesse blog.

Nesse apartamento mora um casal, talvez quando tenham filhos, a coisa não vá ficar tão clarinha assim. Mas foram “misturados” vários tons de branco, cinza e marrom. Até os objetos de decoração, como os abajures da casa, são branquinhos. A ousadia maior foi pintar os armários da cozinha de verde, e ainda assim, escolheram um tom pastel.

Achei bem bonito, tudo muito simples e de bom gosto. Agora os adeptos não estão se sentindo tão carentes por aqui ne? Rsrs.

Agora vamos a uma breve pesquisa:

Você prefere... (sem medo de me magoar)

View Results

Carregando ... Carregando ...

Fotos: Claudia de Nobrega 

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

10 Comentários

  1. Já sigo seu blog, já faz um tempinho, apesar de ,que eu me lembre, nunca deixei nenhum comentário, apesar de amar muito a maioria dos teus posts. Gosto demais do seu “jeito colorido de ser” viu? Muda não! Bjs!!

  2. Eu nunca digo que alguém seja nude, digo que é uma pessoa bege. Simples assim (e minha filha cai na risada quando eu mostro pessoa bege pra ela).
    Beijos

  3. HAHAHA! Eu como a leitora de cima ( Carol ) tbm chamo as pessoas de “Pessoa Bege”

    Eu não sou tão nude, nem tão colorido quanto vc. Vejo a beleza nas três opções!

    Mas o que me deu faniquito foram as gavetas próximas ao fogão todas tortas.

    o T.O.C. gritou dentro do peito!

    Abraço !

  4. Confesso que torci um pouco o nariz na primeira foto, achei tudo muito pálido rsrs, mas o contraste com o piso e os móveis bonitos deixaram os ambientes lindos, como no quarto com o cinza e o marrom escuro dos móveis.
    Bjs Fabi

  5. amei a decoração dessa casa! super a ver comigo… acho que pegaria a casa inteirinha pra mim desse jeitinho… o único problema é que casa assim clarinha, com tons neutros, requer bastante limpeza… se tem um marido bagunceiro e que gosta de colocar o pe sujo em cima do sofá, não rola! bjos 🙂

  6. Oi Ana,

    esses ambientes são a minha cara. Não gosto de nada muito chamativo e cores fortes adoto somente nos detalhes. Na terceira foto, a impressão que dá é que o tapete não ultrapassa o tamanho do sofá. A regra é que o tapete fique maior uns 10 cm de cada lado né? Você concorda ou acha que tapetes menores que o sofá também dão certo? Outra dúvida, fotos de casamento são aconselháveis na parede da sala?

    Bjos

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here