Diário do meu tempo livre: Fazendo carimbo e estampa

Carimbar é tão prazeroso quanto estourar plástico bolha, concorda? Se for pra relaxar e aliviar o estresse então, carimbe com mais força.

E se você mesmo fizer o seu carimbo e com ele criar uma estampa, além da terapia você ganha uma dose extra de satisfação. Foi isso que aconteceu comigo e resolvi trazer pra mostrar pra vocês. Quer aprender? Olha só que fácil…

Usei os seguintes materiais:

– Pedacinho de madeira

– Papel Craft

– Pedacinho de lã

-Tinta acrílica artesanal

-Rolinho para espalhar a tinta (Dispensável, não se preocupe).

fazendo carimbos1

Enrole a lã no pedacinho da madeira de forma desordenada ou como preferir…

fazendo carimbos2

fazendo carimbos3

Depois é só jogar a tinta em uma superfície lisa e espalhar ela numa camada mais fininha, encoste o seu carimbo e se prepare pra melhor parte, hahaha:

fazendo carimbos5

fazendo carimbos6

fazendo carimbos7

Você pode espalhar a sua arte do jeito que achar melhor, fui comportada e cautelosa, mas já estou aqui querendo fazer um novo papel de embrulho mais desordenado e colorido.

fazendo carimbos9

fazendo carimbos10

Depois de pronto, embalei um presente para uma pessoa querida, acrescentando mais algumas firulas. É algo TÃO simples e que faz uma diferença ENORME.

fazendo carimbos11

Dá pra emoldurar também ne? Fazendo um quadro pra sua decoração =)

 

Este post faz parte da parceria entre o ACQMVQ, Brastemp e Finish. Como agora tenho uma máquina lava-louças, e portanto, não preciso mais lavar a louça na mão, tenho mais tempo para me dedicar a fazer atividades legais, tanto individuais como em minha família. Você verá aqui a cada semana, um diário de como ando aproveitando o meu tempo livre.

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

6 Comentários

  1. Oi, Ana!
    Passei por aqui pra ver se o bebê já tinha nascido e acabei encontrando o carimbinho. Achei bacaninha e você tem razão, dá pra inventar outros. Eu que adoro embalagens diferentes, já comecei a ter umas ideias.Vou testar e depois conto.

  2. Oi Ana…tudo bem?? amo seu blog, passo aqui todo dia…to amando o quarto do seu filho…deixa eu perguntar…tem alguma resenha aqui no blog sobre moldura de isopor que imita gesso?? to curiosa e interessada nisso…se não tiver bem que vc podia fazer uma né…confio muito na sua opinião e se for positiva…vou aplicar e te mando o resultado…bjus e obrigada

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here