Conheça os bastidores da revista Minha Casa

Mês passado entrei em contato com a Vivien Hermes, jornalista da revista Minha Casa, e perguntei se poderia responder algumas dúvidas que eu tinha sobre como funciona a redação de uma revista de decoração para depois fazer essa postagem aqui no blog. Como sempre, a Vivien e todo o pessoal da Abril foram super simpáticos e prestativos, toparam na hora!Fiquei super feliz e empolgada.

Posteriormente, fiz esse post aqui pedindo para que as leitoras também mandassem suas dúvidas, e entre muitas perguntas (várias se repetiram), separei as mais frequentes e interessantes, que também coincidiam com as minhas indagações. Ficou prontinha nossa pequena “entrevista” e espero que vocês gostem.

Vamos conhecer um pouco mais da revista e  matar nossas curiosidades??


O que mudou na elaboração de uma revista com a popularização da internet? E os blogs, atrapalham ou ajudam? Manu Mitre – Blog Casa da ideia.

Muita gente acha que a internet e o mundo digital seriam uma grande ameaça ao meio impresso. No entanto, Manu, a gente descobre todo dia que um ajuda — e muito — o outro! Um exemplo disso são os blogs, sempre repletos de posts com fotos inspiradoras e ideias inusitadas. Aliás, já fizemos várias pautas com a colaboração de blogueiras que deram muito certo. É uma troca gostosa em que o leitor e o internauta saem ganhando. Tem também a seção Clique & Decore, em que publicamos nossas descobertas bacanas no universo virtual, a seção Nosso Site, onde mostramos o conteúdo especial preparado para a internet… E não podemos esquecer da seção Você Que Manda: os leitores nos escrevem por e-mail (minhacasa@abril.com.br), pela Comunidade MINHA CASA, pelo Twitter. Antigamente, esse contato era apenas por telefone e carta. Ou seja, hoje, estamos muito mais próximos, outro ponto extremamente favorável para que a revista caminhe sempre junto com o leitor.

Como é feita a escolha do tipo de decoração que vai ser apresentado na revista? É seguido algum tipo de critério (tendências, aceitação dos leitores, etc)? Renata Montenegro – Blog Mulher Vitrola

Boa pergunta, Renata! Buscamos apresentar estilos variados, afinal, os gostos variam bastante do Norte ao Sul do nosso país: são padrões estéticos e culturais superdiferentes e valiosos! Assim, tentamos equilibrar no visual dos projetos. Por exemplo, em uma mesma edição, podemos publicar uma casa com soluções ousadas e um apartamento de 35 m² com uma decoração mais clean. Outra procura constante é mostrarmos as tendências de um jeito didático — a moda dos desfiles não é aquela das ruas, não é mesmo? O mesmo acontece com a moda da casa: as feiras e mostras de decoração ditam o que está em alta, porém é preciso adaptar para que façam parte do nosso dia a dia.


Como escolhem os objetos/acessórios que vão apresentar nas revistas? Vocês tem algumas lojas que informam as novidades ou tem de fato garimpeiras que ficam em busca? Agnes – Blog Viajando, clicando e postando.

Você acertou na mosca, Agnes: são as duas coisas! Recebemos sugestões de produtos diariamente. Se eles têm a cara de MINHA CASA (ou seja, são práticos, diferentes e econômicos), costumamos incluir na seção Novidades ou indicamos ao nosso time de repórteres visuais. Esses profissionais superantenados vivem garimpando os lançamentos e as tendências que veem em lojas, ruas de decoração, projetos de arquitetos, casas de amigos etc.Quando identificamos um tema para a seção Inspiração em…, por exemplo, o produtor responsável pela pauta sai à caça de tudo relacionado àquilo e traz indicações de empresas diferentes, com preços variados. Na redação, escolhemos o que entrará de verdade na matéria, montando um mosaico bem rico, útil e, como não pode deixar de ser, bonito para os olhos.


Os editorias são produzidos em casas reais e/ou cenários montados? E depois de fotografados, o que fazem com os objetos e móveis desses ambientes? Rafaela Marinheiro – Blog Casa pra que te quero + Celia Borges

Rafaela, a revista MINHA CASA (ok, vamos puxar a sardinha para o nosso lado agora, mas foi você quem perguntou!) tem uma fórmula inovadora: foi a primeira publicação com capas que exibem ambientes montados 100% em estúdio! É isso mesmo — do piso ao teto! Foi a única forma de conseguir ambientes que podem ser parcelados em dez vezes, com produtos que estejam nas prateleiras das lojas. É um grande esforço de muitos profissionais durante vários dias, mas o resultado sempre compensa. Já todos os outros projetos mostrados na revista são de casas reais. Por isso quase sempre publicamos junto a foto dos moradores (só não mostramos os donos quando, por algum motivo, eles preferem não aparecer — isso também acontece). Para dar aquele toque de revista aos espaços, o repórter visual leva pequenos objetos, o que chamamos de produção. As lojas nos emprestam esse material, que é todo devolvido depois que as fotos são feitas. O mesmo acontece com tudinho o que usamos na capa da revista. (Imaginem a logística para devolver geladeira, fogão, armários da cozinha da capa de outubro de 2010!)


Com que antecedência é decidida uma matéria. Por exemplo, a de Natal? Como e o dia a dia na redação? Juciane – Blog Realizando

Esse é um ponto bem delicado mesmo, Juciane. Para compor a edição de dezembro no ano passado, começamos os trabalhos em outubro, quando as lojas ainda só falavam de Dia das Crianças! Então você imagina a nossa correria, que costuma começar cerca de dois meses antes de a matéria ser publicada, já que é um longo processo: definimos a pauta, o produtor vai para a rua enquanto o repórter entrevista profissionais, fotografamos, as fotos são editadas na redação, o designer trata as imagens e cuida do layout, o jornalista escreve a matéria e entrega aos editores, que devolvem com perguntas, e o vai-e-vem acontece até que o texto e a arte estejam redondinhos. As páginas passam por três revisões, para que tudo saia direitinho. Então os arquivos vão para a gráfica, que demora cerca de 15 dias para imprimir, manusear, colocar o plastiquinho e entregar a revista finalmente pronta aos assinantes e às bancas de todo o país. Ufa! É de ficar sem fôlego. E este é só um resuminho do nosso agitado cotidiano.

A jornalista vira um pouco arquiteta e designer de interiores trabalhando na redação de uma revista de decoração?

É bem comum haver essa confusão. Lógico que, lendo tanto e conversando com especialistas, acabamos tendo um conhecimento maior sobre o assunto. Mas sempre deixamos claro que a redação é composta apenas de jornalistas e nós não temos opinião gabaritada. Damos pitacos apenas nos projetos de familiares e amigos, assim como todo mundo!

Uma mensagem curtinha para as leitoras do blog e da revista. A redação de MINHA CASA agradece o convite a responder as dúvidas de vocês sobre o nosso trabalho. Ficamos muito felizes! Acompanhamos o blog da Ana há tempos e ela sempre aparece com boas ideias — esta foi mais uma delas. Fiquem à vontade para conversar conosco pelo canal que preferirem. Tomara que nossos laços se estreitem cada vez mais! Grande beijo, Equipe MINHA CASA.

Quero agradecer imensamente as  Viven e a Cris pela oportunidade, pelo carinho comigo e com a Casa da Vó e dizer que essa troca e proximidade com vocês também é muito gratificante pra mim. Desejo cada vez mais sucesso pra vocês.Um beijo grande para todas que enviaram perguntas.Valeu!!!

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

8 Comentários

  1. Adorei a entrevista! E fiquei doidinha pra fazer um ambiente completinho em estudio, já pensou?
    PS – fiquei mega feliz de ver minha pergunta respondida 🙂
    beijos
    Manu Mitre

  2. Oi, vizinha! Adorei saber como funciona a revista… Tenho até assinatura dela de tanto q gosto.
    Ah! Hj estive lá no shopping do parquinho pra tirar sangue e fiquei olhando pra ver se vc tava lá… rsrsrs
    Bjs!

  3. Gente… pensando aqui NO TRABALHÃO. Ninguém imaginava, né? Eu não! Por isso fica tudo tão lindo. Adorei saber. E olha que jeito simpático tem a Vivien. Não dá vontade de dar um abraço?
    Amei minha pergunta ter sido respondida *-*
    beijo beijo!

  4. Ana, adorei o post. Eu gosto desta revista e publiquei post sobre ela assim que foi lançada. Tenho muitas leitoras no blog que vieram da comunidade Minha Casa. Acho que esta proximidade com os leitores foi muito impulsionada pelos blogs e twitter. A gente se sente ouvida e atendida quando vê que publicam matérias que abordam questões do nosso dia a dia.

    beijooo

  5. Ana,
    Adorei o post, é muito bom conhecer o “como” se faz para termos o resultado final tão bom.
    Bj

    Eliane
    CAsinha Encantada

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here