Ansiedade por uma casa com esse “clima”

Essa experiência de morar em uma casa mas ainda não sentir que ela é minha tem sido um pouco angustiante. Não tem nada a ver com a casa ser alugada, e sim, com o fato de ainda não ter nada nosso nela.

Como os móveis ainda não chegaram, e os objetos pessoais estão em malas enormes de sacoleiros do Paraguai e caixas de papelão, olho para os lados e só vejo paredes brancas e vazios. Claro, é temporário, tenho paciência e sei que daqui a pouco tudo estará colorido e aconchegante, mas até essa espera gera uma frustração. Viver “acampada” já deu.

E nesse clima de expectativas, de saber como tudo vai ficar, de pensar “Como estará essa casa no natal?”, de planejar “Todo mês guardarei R$ para comprar um mimo pra o cafofo”, e de fazer força pra controlar a ansiedade de olhar fotos como estas, tão inspiradoras e com essa identidade de casa de interioooor, sigo tomando uns remédios…Pra não surtar!

Ouvi dizer que a samambaia saiu de moda. Olha, vamos parar com isso viu?

Livros, violão e um pandeiro (?). Isso tudo junto tem muita alma.

Mesa com bancos. Taí uma coisa que amo, e foi o primeiro móvel encomendado.

E porque não usar os quadros do marido na cozinha também? Acho que vou encomendar uma pintura com o rosto da Palmirinha =)

Sou eu a única a sentir cheiro em fotos? Pois é, sinto daqui um bolo de milho assando no forno, mesmo que a receita preparada nessa cozinha tenha sido uma paella.

Imagens: Keke

 

COMPARTILHE
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

30 Comentários

  1. Oi, Ana, essa casa é deliciosa! Sobre a samambaia, também não me interessa! Tenho váaaarias em casa e o que importa é que elas dão uma alegria e tanto. Beijos e segura a onda! Helka

    • Menina, como sonho em trilhar esse caminho de uma casa com minha cara sem “quebrar a banca” ($), sua página me inspira muito e faz acreditar que vou chegar lá! Vivo entre mobílias de uma antiga história de família que não “dialogam” comigo, e identidade é tudo. Parabéns, estou na torcida! Vc tem um super bom gosto.
      Bjs!!!

      Claudia Tonelli

  2. Ana, adoro seu blog, vi o vídeo da casa, muito bonita…moro em apto, mas estamos construindo uma casa…estou mto feliz, a casa vai demorar, tá na fase de levantar paredes, mas já sonho com a decoração e suas fotos me inspiram muito.

  3. Não tenho dúvidas que a casa ficará linda e aconchegante. \e o que tenho para dizer não é nada além do que você já sabe: é só ter calma que tudo chega no lugar, uma coisa de cada vez 🙂 Vai tudo dar certo!

    Beijos e boa sorte!

  4. Vivo exatamente o mesmo que você. Minhas lembranças, meus cheiros e outras tantas coisas mais estão encaixotadas até quando a reforma tão esperada finalmente acabar.

  5. Olá, Ana! Boa tarde!
    Não sou muito de comentar postagens, apesar de amar temas relacionados à decoração de casas e afins, devido ao pouco tempo que tenho disponível, mas ler seu “desabafo” me fez sentir como se fosse eu falando. Há dois meses nos mudamos de um apê para uma casa e ainda estamos reformando alguns cômodos. Então a maioria das coisas estão encaixotadas e a casa não tem aquele toque de aconchego pelo qual estou super ansiosa. Tem dias que a neura bate mesmo, e controlar a ansiedade não é fácil. Mas como paciência é uma virtude, um dia chegamos lá, verdade?! E eu espero que tenhamos o melhor cafofo do mundo, bem a nossa cara, com cheirinho de café com leite e pão com manteiga no final das tardes (gosto de bolo de milho também…) .
    Sucesso para você!
    Beijos enormes!!!
    Andréa.

  6. Sei exatamente como é! Moro acampada na minha casa há 2 anos! Casamos e nosso sonho sempre foi construir nossa casa própria, então enquanto fazíamos de conta que juntávamos dinheiro, ficamos morando numa casa que não têm nem reboco em algumas peças… e o ânimo para decorar uma casa que não vai ser a nossa? e a angústia em morar em uma casa “sem cara”? mas finalmente criamos vergonha na cara e contratamos um consórcio. agora é “só” esperar o dinheiro sair e a obra começar 😛 Bjo!

  7. Ana, daqui a pouco isso passa! Sabe o que você pode fazer? Comece a fazer quadros, almofadas, pintar uma parede, enfeitar uns vidrinhos, sei lá! Vai catar uns caixotes pra pintar!
    Faça o tempo passar fazendo algumas coisas para a sua casa e quando os seus móveis chegarem você terá uma casa repleta de coisinhas lindas.
    Beijos

  8. Adoro seu blog, querida! Me vejo em muitos dos seus textos! Tbm sou do time das românticas inveteradas! Sua casa logo logo vai ficar com sua carinha! Tbm estou na fase de mudanças, mas no começo… coloquei meu apêzinho (que tbm adoro, mas “já deu”) à venda essa semana e comecei a busca pelo meu novo lar! Me deseje sorte tbm! Bjos!

  9. Ana
    Também te entendo! Hahahahaha, isso aqui tá parecendo terapia em grupo! Adoro! Também me mudei a pouco e casa ainda está ficando do meu jeitinho. Menina, quando tava arrumando as coisas da mudança tinha um quadro que minha filha pintou aos 4 anos (uma “releitura” do Abaporu! Chique bem) que eu naõ sabia onde enfiava, aí larguei ele na cozinha pra arrumar outras coisas. Quando dei conta ele tava enfeitando o móvel da cozinha e virou o xodó do cômodo! Essas obras de arte não têm preço!!!

  10. Adorei seu site. Passei por tudo isto que vc está passando, por mais tempo…25 anos. Até meus presentes de casamento ficaram encaixotados por este tempo. Morando em casa alugada, trocando os móveis, sempre quebra galhos, de segunda mão, para que se adaptassem às novas moradias. Os filhos chegando, cada um com sua caixinha de papelão com nome, para guardar as roupinhas. Mas, hoje aos 56 tenho, enfim, minha casa. sou louca por ela. Não me canso de curtir cada pedaçinho. Adoro fuçar coisinhas para os cantinhos…é uma delícia. Valeu a pena. Só sinto pelas crianças, que cresceram e foram seguindo suas vidas e pouco curtiram a casa. mas…. quem sabe os netinhos. Aí, sim. talvez minha casa fique com aquele gosto de casa da vó, território doce e cheio de ternura. Beijinhos.

  11. Ai, Ana, não sei como pessoas que nunca se viram, que moram tão longe (agora ainda mais – moro no interior do RJ) podem ter gostos e pensamentos tão parecidos!! Me sintindo a amiga de infância! #abafa

  12. Ana! Estou acompanhando teu blog há uns dias… Moro em um apê emprestado (pelo meu pai, mas ainda é emprestado) e tenho aqui muitas coisas “que não são minhas”… Eu sei o que é ficar olhando, procurando alguma coisa e não achar nada… Tuas paredes estão branquinhas, recém pintadinhas, cheirinho de casa nova em folha… Uma tela esperando pra ser pintada (que lindas as telas do marido, por falar em tela, hein?)! Qualquer dia desses, os “homi” chegam carregando todos os móveis de uma vez só e tua casa vai ser aquela coloridinha, acolhedora, queridinha e simpática de antes!
    Inspirada em ti, nas tuas idéias, nos teus textos, estou montando um blog “pra chamar de meu”! hihihihi
    Em breve meu pai vai levar os móveis DELE e eu vou poder começar a contar a minha história!
    Beijocas, perseverança e PACIÊNCIA!

  13. Ana, incrível essa coisa de blog, não é? Eu acompanho o seu, adoro o que e como vc escreve e mesmo de tão longe ( Lisboa) parece que tenho sua companhia!
    Tudo lindo, simples, real e de bom gosto… beijinhos…

  14. Oi Ana, estou nessa ansiedade também, sei bem como é rs, não vejo a hora de ter as coisas no lugar… rs, também estou com tudo empacotado e, vendo essas fotos, dá uma sensação de aconchego, de lar do lar não é mesmo.
    Mil beijinhos, Fabi

  15. Percebeu quantas de nós estão ansiosas pra ver sua casa? hehehe… acho que estamos esperando esses móveis tanto quanto você! Na torcida!

  16. Sabe Ana, também ouvi falar várias vezes que samambaia está fora de moda e nunca liguei. Mas acho que a moda está voltando, porque em algumas cenas, na casa da Teresa Cristina, da novela Fina Estampa, apareciam samambaias penduradas. Beijos.

  17. Oi Ana, tudo bem?
    Adoro seu site! Nunca te escrevi mas vi seu vídeo hoje e imagino o quanto foi importante terem conseguido a casa. Desejo para vc e sua familia muito sucesso e paz nessa mudança!! Samambaia voltou com tudo… Estão usando inclusive para decoração em casamento agora. E sobre a geladeira eu também vou reformar uma geladeira da minha mãe para tornar retro. Posso te mandar a foto depois e se gostar da idéia… Quem sabe vc usa na sua… Ultimamente tenho pensado muito em fazer um blog para expor minhas idéias, quem sabe vc me da uns toques ja que ler seu site, me inspira muito!
    Beijos,
    Marcela

  18. Olá querida, estive aqui passeando pelo seu blog e amei muiiiiito, tem um estilo bem seu de ver as coisas e gosto disso, gosto de ver gostos diferentes além de uma leitura gostosa e bem pertinho do nosso linguajar diário o que torna o blog bem aconxegnate e gostoso de estar….muitos beijos e parabéns pelo seu trabalho, já virei seguidora e voltarei cm frequencia.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here