Um post terapia + quarto e sala

Ontem Vinico me estressou um bocado, e ainda teve o azar de me pegar com uma TPM marota. Depois de uns gritos estéricos (meus claro), ele virou as costas e disse “Quero fugir”. Eu ri, não estava preparada para uma declaração tão impactante assim antes dos três anos, pensava que ainda faltavam umas sete primaveras pela frente pra isso acontecer.

Aos 10 anos eu fugi de casa, mas fui embora pela porta da frente e avisando que estaria na casa da minha vó, caso sentissem a minha falta (Considero mesmo assim que fugi).Não lembro bem qual argumento usei ou se meus pais sempre foram meio pirados mesmo, mas naquele dia ganhei minha liberdade pra sempre. A casa da minha vó era um lugar onde a maioria dos netos queria ganhar um quarto só seu, não era raro criança chorando querendo ficar ali pra sempre, sem se importar se iria sentir falta de casa. Me sentia privilegiada no final das contas.

Como meus pais deixaram né? Como tão pequena tomei uma decisão tão séria como essa? Por que eu achava mais interessante morar com a minha vó? E como eu lidava com a falta da minha família? Ou eu não sentia falta? Será que meus pais achavam que era brincadeira e não deram bola? Mas me matricularam na escola…Só sei que isso durou um ano, só voltei pra casa na sexta série.

Alguém que queria fazer um trabalho de regressão comigo? Hahaha, gente eu fico pasma quando lembro disso, fico pasma comigo mesmo e com meus pais, adoraria me lembrar mais dessa época.

Daí muitas coisas aconteceram e aos 16 anos eu voltei pra casa de D. Edite, mais uma vez um quarto só meu (A neta privilegiada), e mesmo quando nem pensava em decoração de gente grande, o meu quarto já tinha um monte de firulas feitas por mim, dentro das possibilidades da minha pobre mesada.

Apesar de amar a companhia e os cuidados da minha vó lindeza, como toda adolescente queria morar sozinha em um quarto e sala, e hoje quando vi essas fotos abaixo, lembrei-me instantaneamente daquela época, era um lugar muito parecido com esse que eu queria pra mim.

Ai que sessão de terapia, Selton Melo me adota.

Vamos aos comentários das fotos? Aqui temos algumas ideias boas:

Cozinha escancarada: Muita gente torce o nariz por causa da limpeza, mas eu acho massa e até coloquei as minhas panelas expostas em cima do armário, lembram? Prateleira para os “paninhos de cozinha” são sempre ótimas pra quem não tem gavetas disponíveis nem espaço. Geladeira colorida todo mundo também pode, só basta acreditar.

Repara só: Dois tapetinhos que juntos viraram um.

Literalmente quarto e sala, tudo junto. Eu com meus dezesseis anos jogada nesse sofá mergulhada nesses livros, comendo doce de leite nessa cama…#vaivendo #viajando

Árvore de tecido, coisa mailinda. Você não ousaria tentar??

Voltando ao assunto da audácia do meu pequeno ontem, ele vai precisar comer muito cuscuz ainda antes de pensar em fugir, ah se vai.É ruim que eu deixe ele sair de casa aos 10, 16, 18, 25 anos..É ruim! Se liga pirralho

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

23 Comentários

  1. Essa de Vini foi demais, a terapia explica.kkk
    Quanto ao quarto-sala achei muito cheio, fiquei meio tonta com tanta informação junta, mas adolescente adora. hihihiihi As cores deixaram o ambiente bem alegre.

  2. Adorei o post, Ana, já estava com saudade, fico entrando aqui todo dia pra ver se tem post novo (mesmo que eu possa ter as atualizações pelo face)!
    A minha pequena, hoje com 4 anos, já disse cada coisa também que não dá pra acreditar…A mais recente foi que eu parecia uma “madrasta”, pode isso?Fui comparada as madrastas da Branca de Neve, Cinderela…que horror!Logo eu, que quero ser lembrada como a mãe/amiga/parceira/gente boa hahaha
    Muita sinceridade dessas crianças…

  3. Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiii que eu amei tudo, teu pimpolinho querendo fugir tão pequeno, ai como nossas crianças de hoje em dia estão desenvolvidas, que fofo, merece um aperto de abraço e um beijo rsrsrsrssrsr E o quarto sala ? Ameiiii e me inspirei muito na arvore de tecido, acho que vou fazer para meu quarto rsrsrs

  4. Oi Ana! Quase nunca comento aqui, mas senti vontade de dizer que adoro seu blog, tanto pelas imagens, como pela forma como escreve seus textos. É tudo muito sincero e sem aquela demagogia que às vezes enjoa, rs.

  5. Olá, Bom dia!!!!
    Sempre passo aqui em sua casinha para ler e admirar seus posts, acho tudo lindo e esse minutinhos me tira da loucura que é minha vida!!!
    Tenho uma filhotinha de oito anos e um casal de gêmeos da idade do seu bebê, que é um garotinho muito lindo… E me peguei sorrindo e imaginando meu Arthur e minha Lara me falando: “Quero fugir”…Aff, acho que piro de vez!!!!kkkkkk
    Adorei as idéias desse cantinho, adoraria fugir as vezes para uma casinha só minha, para um minuto de terapia….Só o silêncio e meus livros!!!!
    Continue alegrando nossos coraçãos com coisas tão lindas!!!! Parabéns

  6. Ai que delícia ler esse post bem cedinho…Adoro seu blog!!!…E essas atitudes mirins me encantam…rsrsrs…Meus filhotes também surgem com essas ideias e fogem pra casa da vovó (no andar de baixo) e voltam no final do dia com se nada tivesse acontecido!..kkk..Figuras que amamos demais, né?…Quanto a essas imagens, sensacionais…Quero muito em breve pendurar minhas panelas também…E a parte debaixo da pia, muito me interessou sem cortina…Amei!!!…Tenha um bom dia!!!…E sucesso sempre!

  7. Gostei d+ das cerâmicas da cozinha revestidas com tecido, idéia mara pra fazer na minha cozinha já que meu noivo não gostou do padrão das colocadas em nossa casa. A árvore de tecido… simplesmente linda! A geladeira sem palavras pra definir tanta fofura. Lindo o post tbm, mãe coruja é assim mesmo! kkkkk

  8. Aaaaai, fico encantada com as coisas que vejo no blog! Eu também sonhava com um desses na minha doce e maluca adolescência! =].
    E concordo com vc, meu filhote (o Dudu de 6 anos) não vai sair de casa tãããão cedo…Depois dos 35 eu penso no caso dele! hehehe

  9. Oi Ana. Sigo teu blog e o instagram, acho que vc nem sabe que eu existo pois nem me lembro de ter comentado por aqui, principalmente pq recebo seus posts no meu e-mail, mas hoje fiz questão de passar e deixar um recado, só pq deu vontade mesmo, de dizer o quanto eu gosto de suas postagens, e o quanto me inspiro com suas ideias, estou reformando, e seu minha reforma terminar antes do juizo final (já tem 1 ano e quatro meses que estou fora de casa) vou aproveitar muita coisa boa que vi por aqui, principalmente no quarto do Heitor, meu filhote, que tem quase a idade do seu. Um super beijo!!

  10. Oi Ana,adorei o post de hoje,tanto que resolvi comentar,coisa que nunca fiz,mas sou fã do blog e há mais de um ano não perco um post,suas idéias me ajudaram muito(muito mesmo) na conclusão de minha casa e muita coisa nela devo a vc,pensei até em te mandar umas fotos ,mas tenho muita vergonha…mas sabe a arvore de tecido..fiz no quarto dos pequenos(tenho dois filhos ,um tem a idade do Vinico)…um grande abraço.

  11. Amo as coisas à vista, já tive um ambiente assim na minha sala, mas cansei de viver limpando e como não tenho faxineira a coisa é comigo mesma … pedi pro meu marido colocar uma porta e nunca mais tive problema de poeira!
    Mas à mostra é muito mais lindo!

  12. AMO demais seus posts!!! Eu tenho filhotes que me deixam louca! Mas os amo com todas as minhas vísceras! rsrsrsrs
    Também tive ideia de fugir de casa mas nunca criei coragem! Meu sonho era dividir um apê com algumas amigas… Como em novelas.. Mas no fim acabei saindo de casa mesmo só depois de me casar!
    Adoraria ter as inspirações que você tem! Continue SEMPRE assim!!! Um grande beijo!
    Taci

  13. A D O R E I !

    Cara, amo seu blog rss..

    Adorei as cores e tudo mais do post de hoje.

    Criança precoce não?! Querendo fugir nessa idade rss…

    Beijos em vocês!

  14. Ana Medeeeiros, você é muito divertida.
    Tô rindo até agora do jeito de vc contar “a arte” do Vinico. “quero fugir” foi demais gente hahahaha….Pensa?! imagino a carinha do pitiquinho falando isso, não tem como não rir né?
    Eu tenho uma amiga que têm gêmos e o Vinico é muito parecido com um dos gêmeos, o Enzo, e eu fiquei imaginando a cena rsrs.
    Depois te mostro a fotinha do Enzo fofo. Amo demais essas crianças e até sem conhecer o lindo do Vinico, já me apeguei, querdita?
    Fala pra ele que a “tia Analice” que lê o blog acha ele um fofo e se visse pessoalmente iria apertá-lo tanto, tanto rsrs

    Um super abraço!
    E me diverti demais com o post de hoje.

    Analice Landim

  15. Acho que todas temos questionamentos sobre a forma como fomos criados, sobre as permissões e negações que nos foram dadas, né?
    Eu tenho. Vários.
    Mas concordo contigo com o “se liga, pirralho!”
    Eu não abriria mão de ter minhas princesas perto de mim. Não enxergo a possibilidade de perdê-las de vista nem tão cedo…beijo, Ana.

  16. Oi Ana, tudo bem?
    Já faz algum tempo que sigo seu blog e adoro seus posts. Você tem uma maneira muito leve e divertida de nos mostrar o seu cotidiano. Estou me mudando para Campos do Jordão, aqui em São Paulo, e quero fazer muitas coisinhas fofas para minha casa nova. Você está me ajudando muito com as suas ideias e dicas. Obrigada querida!
    Beijos!!!

  17. Eu fiz uma arvore de tecido na parede do quarto da minha bebe! Foi o maior sucesso! Todos achavam muito linda.. Fiz de patchwork então deu um certo trabalho já que risquei a mão o desenho na parede e depois tinha que medir na parede os tamanhos pra recortar os tecidos mas com certeza valeu a pena pois minha bebe olhava o tempo todo pra arvore.

  18. Muito delícia esse post. Esse Vinico tá um danado, adoro a perspicácia das crianças dessa idade.
    Aff…esse quarto e sala é tudo de bom. Cores lindas e em perfeita harmonia. Obrigada por dividir conosco essas belezuras. O teu blog é uma inesgotável fonte de inspirações. Parabéns.

  19. Vinico querendo fugir, hein??? kkkkk. Nao se preocupa, pq minha filha ja me falou isso algumas vezes mas ta comigo ate hoje (tem 25 anos, kkk)…ooo delicia!
    Ana, adoro seus posts, fico olhando todos os dias so pra ver se tem novidades. To doida pra ver tua casa prontinha…adoro decoracao!! Esse post de hoje ta show.
    beijos!

  20. Ai Ana, toda adolescente quer ter um cantinho assim! E eu também já fiz as minhas malas, aos 7 anos. Só que eu disse que iria morar na casa da vizinha, que era uma mãe muito mais legal que a minha. Agora, o Vinícius é precoce, hein? Pode ir se preparando, esse moleque vai ter muita personalidade!
    Beijos

  21. Ana…q texto bom ,legal… nosso pequeno Bento tem saido com cada uma e ontem mesmo o pai jogou a culpa em mim por deixá-lo assistir algumas cenas de novela q ele acha impropria,mas como evitar se na escola cças brincam e dizem coisas q nos deixam de boca aberta…confesso ficar algumas vzes sem reação e olha q tenho filhos com 26 e 24 anos e n lembro de nada parecido a não ser minha filha aos 5 anos perguntar oq era camisinha?…bem é isso as eternas dúvidas oq fazer? oq dizer? Xero Grande

  22. Oi Ana, sou aqui de Brasília e sou super fã do seu blog. Estou sempre acompanhando tudo o que você posta, e vou dizer uma coisa:você está de parabéns! Eu comecei um blog há pouco tempo, ainda estou me familiarizando, mas um dia chego lá. Depois dá um olhadinha! Bjs!

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here