Cortinha de balcão sem costura

Queria uma cortininha pra minha cozinha, fui na costureira e danada disse que só me entregava com uns 15 dias. Sem muita paciência pra esperar, coloquei o meu pacote embaixo do braço e voltei pra casa determinada a fazê-la com cola (Ou não me chamo Ana Medeiros, hum).

Todo o processo foi muito intuitivo e se eu te disser que passei mais que meia hora pra fazer toda a colagem estarei mentindo, pra você ver como é simples.

Primeiro você vai tirar as medidas do seu balcão, e depois trabalhar com o tecido com medidas maiores, pra sobrar sempre e você conseguir fazer os acabamentos.O material é basicamente o que temos na primeira foto: Tecido, cola para tecido ou de silicone, velcro, tesoura e botões. Daí você vai começar colando o velcro e fazendo o franzido (essas dobradinhas no tecido pra ficar como uma saia plissada) e por último a bainha.O processo é sempre o mesmo, dobrar o tecido pra dentro, passar cola e créu.

Como é difícil explicar, tô até com vergonha. Essa é uma daquelas coisas que só uma tarde gostosa de verão batendo papo, tomando suco gelado e fazendo juntas (os), pra que eu consiga detalhar o processo. Mas acredite que você consegue, na prática é sempre mais fácil.

Tinha usado uma cola quente pra colar o velcro no balcão, mas não deu certo. A santa dupla face comum foi quem segurou bonito e tá lá até hoje, sem cair. Os botões também foram colados com a mesma cola.

E é isso. Agora vamos as considerações finais:

E quando lavar? Vai desfiar e soltar a cola? 

Eu sinceramente não sei. Ela ainda tá limpinha e não fiz a experiência.

É melhor do que uma cortininha costurada na máquina?

Não é, salve salve as costureiras de plantão.

Quanto você gastou?

3 metros de tecido (que ainda sobrou) + os outros materiais = uns R$30,00.

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

25 Comentários

  1. Fiz igual em casa, mas tive a paciência de esperar 5 dias pra costureira entregar. Aproveitei esses dias eu testei varias fitas e colas pra grudar o velcro na pia e acabei usando uma dupla face pra ambientes externos.

  2. Ótimo! Estava esperando você postar sobre a cortininha. Vou me mudar pra um lugar em que este projeto vai cair como uma luva! 🙂 Obrigada.

  3. Oi Ana, fiz a minha cortininha um pouco antes de vc, mas foi do mesmo jeitinho, só que a minha foi a mamys que costurou. Qdo vi a sua no Instagram não acreditei, até o tecido é parecido, o meu é preto com poá branco, pois meus armários são pretos, achei que ficou linda. Ahhh, sabe quem me deu todas as dicas?? A Layla do blog Apartamento 304, outra fofa. Bjs

  4. Ana adorei… vou fazer aqui em casa, só estava com dúvida de como você colou o velcro na pia (1º pensei na cola quente também), mas acho que a dupla face vai ser sucesso!!
    Assim que estiver pronto coloco as fotos no meu Facebook pra você ver!!
    Beijos

  5. Oi Ana! Sempre acompanho seu blog e adoro suas ideias! Se te serve de consolo, eu também tenho dois pirralhos com 3 anos (um casal de gêmeos), que – também – já disseram que queriam fugir de casa! rs Depois de ler seu post começo a achar que isso é próprio da geração deles. Amei a ideia da cortina, perfeita pra quem acaba de se mudar e precisa dar um jeito rápido e econômico naquele espaço debaixo da pia. Apoio!

  6. Quero declarar que ADORO o seu blog!!!! Gostaria de aproveitar também para saber algo, no final da semana passada entrei em contato com o Estúdio Cereja para saber uma previsão de quando entraria para venda novamente os imãs de geladeira “Keep Calm”, me informaram que seria esta semana, mas ainda está fora do estoque no site… Vc tem alguma previsão!?
    Obrigado!!!

  7. Gostei porque trouxe uma solução para quem não tem máquina, não sabe fazer e não tem costureira, artigo raríssimo hoje em dia. Para falar a verdade eu amei. Vou dar outra utilização ao método. Abraço.

  8. Ficou ótima Ana! Olhando assim não parece ter sido feita com cola. Agora, como depois você vai ter que tirar para lavar, manda uma costureira fazer outra, que você troca e, se soltar a cola, não fica com a cozinha pelada.
    Beijos

  9. Ana,
    Acabei de casar e vou ter a experiência de morar na casa da sogra, até nosso cantinho ficar pronto.
    Vamos ter o nosso quarto. Ele é grande e eu tô cheias de ideias depois de quase ler todos os posts 2012 e 2011 entre ontem e hoje!
    Vou te mandar foto do que andar fazendo.
    Como ainda estou arrumando minhas roupas vou começar aos poucos mas tenho que te agradecer poorque vc é uma grande incentivadora das minhas futuras artes!
    Parabéns pelo blog!

  10. PRATICIDADE. Palavra da vez. Muita gente esperando por isso, percebi nos comentários.Que seria de nós sem esse blog. Amo.

  11. Ei Ana. A minha tbem é colada. Este fim de semana fiz a segunda porque a primeira já estava bem velhinha! Já lavei até na máquina,descolou só um pedacinho,colei de novo!!! A sua como é mais elaborada,com pregas,acho que deve ser lavada à mão.Parabéns,sua cozinha está linda! Bjo

  12. Eu achei linda a ideia e pretendo fazer uma para o balcão da área de serviço, mas além de colar, vou dar um jeitinho de costurar à mão mesmo, como se fosse um alinhavo… para que no futuro não venha a desfiar, pois como ficará próxima ao fogão, não demorará pra sujar.
    Gostei muito da opção do velcro e de usar fita dupla-face. Obrigada.

  13. Fiz uma parecida para o meu banheiro. Meu armarinho estava sem a portinha que fica o espelho e estava tudo muito velho e feio. Detalhe: também herdei da minha avó.
    Ficou lindo, agora farei a cortininha do balcão. Obrigada pela dica

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here