Fazendo mudanças sutis na decoração (ou não)

Sou capricorniana e mudanças pra mim são sempre difíceis, mexem com meu desejo constante de estabilidade, ainda que as encarem muito bem. Com a casa não é diferente. Custo muito a aceitar tirar um objeto de lugar ou mudar a cor das paredes, custo a desapegar de certos objetos e confesso que detesto doar meus móveis, apesar de já ter me desfeito de muitas coisas.

Daí ontem enquanto colava o papel de parede do quarto dos meninos (Se liga lá no IG, minha gente >> @avoqueria), estava pensando com meus botões: “E se eu me mudar daqui a um tempo?”,”E se próximo ano enjoar dessa estampa?”, “Meodeos, será tanto sofrimento ter que abandonar esse papel de parede, tanto sofrimento”.  Sério, é muito patético isso.

Então me veio a lembrança de infância onde meus pais sempre mudavam as posições do móveis. Um dia o sofá estava de frente pra porta e na outra semana já estava virado para o corredor que dava para os quartos, a geladeira uma hora estava de quina e logo depois colada com a pia, o nosso beliche tanto era de fato um beliche como na outra noite eles desmontavam e deixavam como duas camas, sem contar a infinidade de bibelôs que trocavam de móveis, como se fosse mesmo um rodízio. O pato de porcelana? Mermão, esse pato só não morou no banheiro porque ele muitas vezes era eleito pra ficar na cozinha.

E depois disso tudo lembrei também que tinha salvo o link de um blog muito massa, o Lisanne van de Klift, onde a moça sempre posta o mesmo ambiente, mas com mudanças de cores e objetos. O quarto do casal é o mais apaixonante, mas a mesa do jantar sempre ganhar novos “cenários” no mesmo espaço.

Como estou na onda dos quartos, resolvi postar aqui duas possibilidades apresentadas. Parece mais catálogo de loja né? Mas não é não, é a casa dela mesmo, que está em constante movimento e renovação, ainda que todas as mudanças sejam muuuito sutis, são animadoras e causam um efeito.

quarto pequeno1

Aqui a cama com uma cabeceira escura, a pintura do Vermeer “A moça com brinco de pérolas”, cactos e velas, um pendente de origami, uma mesinha no pé da cama…

quarto pequeno2 quarto pequeno3

quarto pequeno4

A cabeceira foi retirada, o pendente agora é de palhinha, a cama ganhou almofadas coloridas e em um momento ela resolveu colocar cestos colados na parede, mas depois desistiu e fez deles bandejas, colocando um quadro enorme de borboleta. A mesinha no pé da cama deu espaço para um baú, e por falar nisso, tinha um tapete no quarto, que depois foi retirado e depois posto de novo, haha. As mesinhas laterais também mudaram, mas não estão tão visíveis assim nas fotos.

quarto pequeno5 quarto pequeno6

Como vocês lidam com mudanças desse tipo na decoração? Costumam ser discretas ou são parentes dos meus pais? Me contem, hahaha.

 

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

7 Comentários

  1. Quando li “Sou capricorniana e mudanças pra mim são sempre difíceis” achei que eu estava escrevendo isso. kkkkkkkk

    Minha mãe é geminiana, então, a casa vive mudando de posição, como a sua casa na infância kkk

  2. Eu aaaaaamo mudanças, toda semana mudo algo de lugar, pois não consigo com a mesmice. Ano passado coloquei uma cor super escura, porém o quarto tinha pouca luminosidade, então não gostei. Este ano mudei de quarto, para um beeeem mais claro, mas optei por pintar de uma cor gelo. Assim, eu poderia ousar mais nos objetos.

    Amei as dicas, como sempre.
    Beijos,
    Gaby Dahmer

  3. Vixi sou ariana e tudo muda o tempo todo aqui em casa. Gosto de movimento, de novidade, portanto projetos de decoração em andamento e móveis trocando de lugar são comuns por aqui =)

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here