Uma garagem detonada transformada em ateliê gastando quase nada

Uma garagem caindo aos pedaços em uma casa alugada. Talvez você nem se animasse a ajeitá-la por achar que não valeria tanto esforço, ou sei lá, fosse caro encarar uma reforma.

Como a gente sempre gosta demostrar que com muito pouco as coisas podem tomar forma, se ajeitar e ficar bem bacana, eis aqui um exemplo ótimo de transformação com criatividade, pouca grana e capricho.

garagem antes

garagem-antes

Primeiramente todas as paredes foram pintadas com um cinza que parece um concreto, ficando com um aspecto bem próximo do original quando novo.

depois garagem

O piso continuou sem reformas,mas ganhou um tapetinho honesto e com uma estampa bem legal na área da mesa de trabalho.

garagem transformada2

garagem transformada1=3

Como a Rachel trabalha também com algumas máquinas, decidiu setorizar um pouco o espaço e a mesa para os trabalhos com equipamentos ficou do lado oposto. Ali do ladinho, uma chapa de madeira virou mural para referências.

garagem transformada4

garagem transformada5

garagem transformada6

Aproveitando o clima “industrial” natural do ambiente (haha), nada mais adequado que uma luminária refletor. Também amei a criatividade em usar lãs e preguinhos para decorar essa outra metade de madeira, disfarçando um pouco as desgastes sem inutilizá-la totalmente, já que sobre elas foram apoiadas vários materiais de pintura. A cômoda turquesa maravilhosa foi comparada em um brechó e reformada.

garagem transformada8

garagem transformada7

garagem transformada9

Lá no blog da Rachel, o  The Crafted Life, ainda tem um vídeo massa mostrando todo o processo de transformação. Passa lá!

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

2 Comentários

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here