Um lindo loft em Paris e o desejo de sempre

Quando adolescente meu sonho era ser independente e morar num loft, mal sabia eu, que gostava de decoração naquela época. Totalmente influenciada pelos filmes estrangeiros, já que não tinha nenhum contato com livros, revistas e blogs que falassem sobro o  assunto.

E porque será que o tal do loft me encanta tanto desde quando cocotinha (Oi D. Edite!)??

A sensação de liberdade que provoca é muito tentadora, o caminhar livremente sem ter que dobrar à esquerda ou à direita é quase que um convite pra correr da cozinha pra sala, só por correr. Depois vem a interação com os outros membros da família, conversar todo mundo no mesmo cômodo, sem barreiras.

E quando se quer privacidade Ana? Ah…a gente reserva os cômodos pra isso. Nesse loft em Paris, o quarto do casal é isolado por uma porta de correr (E quando não estão namorando, hehe, a porta provavelmente fica aberta). O banheiro foi separado por uma parede de tijolos de vidro, mas mesmo assim, o lavabo conversa com o resto da casa livremente.

E é isso, através dessa inspiração parisiense, que sigo com planos de construir meu loft dos tempos de menina, pra envelhecer com meus netos curicos ( A la Chayene) fazendo bagunça.

O lindo dessa decoração, é que apesar do “molde” industrial, que geralmente é mais impessoal ou sério demais pra minha humilde opinião, temos muitos toque de cor, de alegria. Percebe-se que tem criança desenhando nessa mesa de centro e comendo bolo sentada em uma dessas cadeiras lindas da mesa de jantar. Com muitos toques pessoais, objetos de coleção e uma paleta de cores que predomina por todos os ambientes: verde, vermelho e o cinza. Amor demais da conta

A fotos são da Marrie Claire Maison, sempre um deslumbre (Oi D Edite, vc por aqui?).

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

4 Comentários

  1. Oi, Ana tudo bem ? Adoro o seu blog apesa de comentar pouco(ou nunca.rsrs)
    Como vc tbém adoro um loft e tenho umsonho de um dia com meu “namorido”morar em um. Beijão carinhoso!

  2. OI , SEU BLOG É MUITO ÚTIL VIU, AINDA ESTOU NA INSPIRAÇAO , MAS EM BREVE ESTAREI COLOCANDO MUITA COISA EM PRÁTICA..RSRS
    SEMPRE TIVE ESSE SONHO TB, ACHAVA O MÁXIMO TER UM LOFT, MAS QUANDO CASEI E ENGRAVIDEI , DEI COMO UM SONHO QUE NÃO SE REALIZOU.MAS NÃO É QUE A VIDA ME PREGOU UMA PEÇA?!FINALMENTE VOU ME MUDAR PRA TAO SONHADA CASA PRÓPRIA, MAS ELA NA VERDADE É PRATICAMENTE UM LOFT…VOU QUERER APENAS DIVIDIR O ESPAÇO DO QUARTO DAS CRIANÇAS, (O MEU JÁ TA FECHADO NO FUNDO DA CASA…O PROBLEMA É A ILUMINAÇAO E VENTILAÇAO DO AMBIENTE, ALÉM DA ESTÉTICA NÉ, QUERIA SUGESTÕES..DE DIVISÓRIAS E REVESTIMENTOS QUE PROPICIEM UMA MELHOR ILUMINAÇÃO..OBRIGADA!!

  3. olá! descobri seu blog e de cara amei as matérias e o jeito descontraído que vc piblica tudo, estou na fase escolhendo móveis e decoração, e as matérias do seu blog tiram algumas dúvidas cruéis que a gente tem na hora do vamu ver e adoro decorção com vermelho acho o máximo então mais uma vez o post tá de parabéns.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here