Então, esse amor louco pelo ACQMVQ começou alguns bons anos atrás. Na época que as crianças dormiam cedo e eu conseguia pesquisar por longas horas varando a madrugada muitas vezes. Foi amor à primeira vista!

Para, para, para tudo! Deixa eu me apresentar. Sou Verônica, dona do Ateliê Ordenar. Pra quem não conhece, uma empresa de organização que já existe há 12 anos no Rio de Janeiro em em São Paulo, mas de profissão na verdade, lá se vão 20 anos. Uma das primeiras pessoas a trabalhar com isso no RJ e também no Brasil. Mas na verdade, minha formação é publicitária. Bem, essas sãos as minhas principais vocações, a organização e a escrita. Mas existem outras Verônicas que moram dentro de mim, uma delas, ama decoração também. Foi aíiii que cheguei na casa da avó. Procurando referências para a tão sonhada casa que insistia em não sair do papel. Foi uma luta viu? Ralação muita, dinheiro pouco porque ainda tinham os gêmeos para sustentar sozinha. Sim, isso é um papo para outra hora. Então já sabe né? Da cueca à creche quem pagava era euzinha com o fruto do meu trabalho, minha paixão mor, a organização!

Quando a casa saiu do papel eu tinha um mooooooonte de coisas guardadas por casas de tias, amigos e meus pais. Uma loucura juntar tudo isso de forma harmônica num espaço novinho em folha! Ao longo dos sete anos em que morei em 25 metros quadrados com os gêmeos –  digo que eu poderia morar até em submarino com os dois depois dessa experiência –  fui agregando coisas e sonhando alto com a decoração da minha casa. Mas não tinha grana pra tudo não gente! Foi complicado! O jeito? Foi aproveitar todos os móveis possíveis e inimagináveis. As sobras da família, dos falecidos (sério), das heranças maravilhosas que meus avós, e alguns parentes deixaram pra família ou abriram mão e eu fui lá e catei sem nenhum orgulho. No proud!!!!!

E pra mostrar que “minha casa é de ferreiro e o espeto também”, tudo foi milimetricamente pensado para caber em cada espaço. Tudo foi sonhado, imaginado, vivido antes na cabeça pra depois se tornar realidade. Cada coisinha que eu comprava eu já imaginava o quão lindo ia ficar na parede, no móvel, no espaço.

E assim, o primeiro espaço a ficar pronto foi meu quarto. Cama velha, já vinha “rodada” de outros apartamentos que morei. Mesinhas herdadas das avós paterna e materna. Bules também. Colcha que minha avó fez quando eu era menina ainda.

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (13)

A cabeceira da cama é fake, meu pai achou na rua e trouxe pra casa na certeza de que ia adorar. Acertou! Abajur com cúpula customizada por um amigo artesão. Tijolinhos originais da casa de 1908 – muitos suspiros pra isso hein? De novo mesmo? Só os quadrinhos com as fotos dos meus pequenos que baixei do Instagram, ampliei e enquadrei.

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (1)

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (9)

Dentro do quarto, eu criei um espaço de trabalho e um micro closet. Complicado isso viu? Projetos futuros de ter a sede oficial do AO (Atelie Ordenar) fora do meu quarto. Porque cada dia que passa fica mais complicado trabalhar aqui minha gente! Dar aulas e consultoria pelo Skype vai ficando cada vez mais difícil, só quando as crianças não estão em casa. Então, esse espaço foi composto de uma porta encontrada na rua. Meu pai também catou pra mim. Ele é o rei do lixo e eu como filha dele…

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (20)

Essa mesa/ porta abriga minha estação de trabalho. Note e impressora, luminária (agora já tem), canecas, muitas e com canetas, e eu sou a louca das canecas, vcs vão ver mais adiante. As paredes sempre com muitos quadros, adoooooooooooooro! Pranchetas que uma amiga artesã fez e que ajudam a organizar a rotina. Cadeira herdada de uma empresa que organizei o arquivo me mandaram jogar no lixo e um frigobar vintage, meu maior investimento. Ficou pronto meu cantinho!

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (31)Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (7)

Ah, o quadro de recados feito de rolhas, eu mesma fiz, num tempo muito distante onde sobrava tempo e ideias e minha vida ainda não tinha virado de cabeça pra baixo com o nascimento dos gêmeos.

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (25)

O meu banheiro? Meu sonho de consumo, um banheiro enorme, um box gigaaaante e cor nos detalhes. O espelho amarelo era um quadro que ficava na parede da casa da minha avó. Retirei a gravura e aproveitei a moldura mandando colocar um espelho. Quadrinhos de pin ups herdado de alguma cliente.

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (30)

O móvel com as toalhas, veio do quarto da minha tia que faleceu precocemente. Abrigava os livros dela. Os colares, ficam num cinteiro expostos, facinho de escolher qual usar.

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (28)

Então esse móvel foi repaginado de amarelo, minha cor preferida, e abriga todo o enxoval de banho. Todo! Sim, aqui menos é mais! Nem precisamos de tantas toalhas assim, né?

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (5)

Chegamos ao quarto da minha menina Alice. Esse foi o espaço mais lindo que eu já pude idealizar. E detalhe, sem gastar um tostão. Só a luminária foi comprada novinha em folha. O armário foi herdado também da minha tia, bem como a penteadeira.

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (

O investimento maior foi em laca, ou seja, dar cor aos móveis. Cores essas escolhidas pela dona do espaço. A sapateira atrás da porta me ajudou a organizar as muitas bonecas da minha filhota.

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (22)

Os caixotes de madeira também decorados pelo meu amigo artesão, foram pintados e colocamos rodízios e abrigam as pelúcias e livros, e podem andar pelo quarto todo, ficando ao lado da cama quando se quer escolher um livro para ler, por exemplo. E os quadros na parede, eu mesma baixei da internet alguns posters do filme Alice No País das Maravilhas e Mary Poppins, minha paixão e algumas bonequinhas de papel. Eu era louca por elas na infância. De alguma forma, me realizei no quarto da filhota, né?

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (8)

Charmosa mesmo ficou a mesa de estudo. Foi do meu pai quando era criança, ficava na cozinha da minha avó. Meu pai num cansa de dizer que tomava sopa nela.  Pintei de branco e forrei o tampo com um papel de presente lindo que comprei numa loja grande do varejo, isso mesmo, papel de presente.

Veronica Cavalcanti - a casa que a minha vo queria (14)Fotos: Sambacine

Coloquei um vidro em cima e pronto! Baldinhos brancos para os lápis e canetas e uma luminária que também foi uma das poucas aquisições para este espaço.

Gente, para o post não ficar imenso, amanhã postaremos a segunda parte. Adorei que a Vero chegou, chegando, hahaha. <Ana>

12 COMMENTS

  1. Verônica, tu mal chegou e eu já sou fã!!!! A minha casa também é quase toda herdada. Minha mãe costuma dizer que é a segunda casa dela pois quase tudo veio de lá! Já fiz muitas modificações mais ainda não cheguei nesse patamar de lindeza! 🙂

    Ps. Ana, não fique com ciúme vc é minha ídola n° 1!

  2. Uauuuuuu! Assim que gosto de ver esse blog, em pleno vapor!!!! Adoro entrar e ver que algo novo aparece em minha tela. Parabéns Ana por essa guinada em sua vida e sejam bem vindos todos os novos colaboradores que estão acertando em cheio em saciar a vontade dos fãs do ACQMVQ!

  3. Essa minha amiga é porreta!!! Tudo que ela faz tem carinho e amor, e isso é muito evidente.
    Adorei te ver aqui no ACQMVQ, blog que também sigo e curto muito.
    PS: ansiosa pela continuação 🙂

  4. Amei, lindo e simples, nos mostra como é possivel ter uma casa com a nossa cara. Apáixonada estou peo este armario e penteadeira pink. Abraço.

  5. Eu PRECISO ver seu micro closet!! De verdade!
    Também tenho muuuitos móveis herdados, inclusive o quarto todo da minha filha!
    Adorei o post!

  6. Veronica, que casa linda!!! Estou apaixonada no quarto da Alice e já vou copiar este caixote rosa foooofo! Ana tá mandando muito bem na escolha das colaboradoras, o blog está cada dia mais gostoso de ler!!! Beijos, gurias!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here