A cozinha dos Kopkos

Quando a gente veio morar aqui na “casa nova” já tínhamos uma estrutura pronta e decidimos modificar poucas coisas para poder não gastar muito. No nosso ideal de cozinha possível, o que queríamos era transformar esse espaço num lugar alegre, bem colorido.

cozinhadagabi

A gente tinha um teto super alto, sem forro que o marido resolveu cobrir com forro de pinus e precisávamos achar uma solução pra trazer iluminação para a bancada onde fica o fogão e a pia. Então resolvemos montar essa estrutura que também é de madeira, coberta com formica de pet, pra mais perto da bancada e colocar a iluminação da cozinha nela, junto com o sugar antigo. Outra coisa que sempre quis era uma parte do armário aberta. Gosto da coisas meio expostas mesmo, meio bagunçadas. A mesa era uma antiga que tinha que, depois de cerrarmos umas das pernas, foi parafusada na estrutura de cimento. Quem entende mesmo de madeira aqui é o João,  meu marido,  que é arquiteto e meu sogro que é marceneiro e eles foram casando as ideias todas com o que já tínhamos e a possibilidade de gastar o mínimo possível.

DSC_6011

DSC_5878

Uma solução interessante que achamos também pra amenizar os gastos foi a pia. Quando fizemos o piso da casa todo de cimento queimado já ergueram a pia e achei o resultado super interessante, visualmente falando. A frente da bancada  foi feita com tábua de forma para pilares de concreto. Pra pendurar as frigideiras, achamos que saia mais barato colocar dois puxadores de armário para segurar os ganchos, ao invés do pendurador próprio pra panelas. O resultado é o mesmo e como não tinha a intenção de pendurar mil coisas ali, caiu como uma luva.

DSC_5861

Agora uma das coisas que mais gosto nessa cozinha, além do mosaico do fundo, é a parede de tijolos com as prateleiras de latinhas. João tinha essa coleção encalhada no sótão e tive a ideia de trazer algumas para agregar na decoração. As mais legais já que eram muitas! E esse é meu cantinho favorito com o quadro pra colocar as frases ou recadinhos. Neste caso, a frase é do Móveis Coloniais de Acaju.

DSC_5901

Essa é a cozinha dos Kopkos então, gente! Aqui posso dizer que o teto, os armários, os detalhes da banca, a reforma da mesa e claro, a decoração,  tudo foi a gente mesmo que fez. Essa é a outra coisa que gosto aqui: O gostinho de que, até a parte mais difícil, tem nosso suor, nossas digitais.

A Gabi é jornalista e o faça você mesmo é sua grande diversão. Ela e o marido arquiteto estão de casa nova, e vira e mexe, executam algumas boas ideias em família. Gabi também é mãe de dois meninos lindos.

17 Comentários

  1. Que delícia essa cozinha…tem cara de café fresquinho e uma boa tapioca rs (adoro tapioca)
    Amei o piso de cimento queimado e a pia do mesmo material,as cores da parede de mosaico e as cadeiras equilibraram o ambiente <3
    Parabéns aos proprietários!
    Bjus Ana <3

  2. Que coisa LINDA! Sonho em ter uma cozinha com mais de um metro e meio de largura hahah. Gabi, me adota! Eu juro que não dou trabalho!
    Tá tudo lindo, coisa mara!
    Beijos
    Eva

  3. TENHO ACOMPANHADO SUAS MUDANÇAS E AMEI A SUA CASA NOVA, É TUDO DE BOM, A SUA COZINHA FICOU LINDA E ATÉ PARECE QUE SENTI CHEIRO DE BOLINHO DE CHUVA DE MINHA SAUDOSA MÃE…PARABÉNS, VC TEM MUITO BOM GOSTO!

  4. Fiquei encantada Gabi!!!! Até pensei q já fosse a cozinha dos Medeiros…pq lembra muito….mas qdo comecei a ler o texto no e-mail, percebi q não podia ser pq o jeito de escrever da Ana é diferente (a gente já vai pegando o jeito de reconhece-los né?!) Já me ví sentada nessa mesa, tomando um cafezinho de manhã numa xicrinha de esmalte…ai q delícia….parabéns, amei o projeto!!!

  5. Gostei muito da sua cozinha. Bem colorida, tamanho bom e alegre.
    Lindas suas facas coloridas, sua chaleira verde, seu lustre amarelo e muitas coisas mais.
    Esse casamento arquiteta/marceneiro sempre dá muito certo.
    Bjs e ótimo dia.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here