Como serão as casas da próxima geração?

Perguntei ao meu filho mais velho como seria a casa dele quando adulto, ele prontamente respondeu que gostaria de morar “no mato”. O mais novo respondeu que iria morar sozinho em um apartamento na Espanha (?). Alguma criança perto de você? Pergunta como será a casa dela quando ela “crescer”. As respostas são ótimas, rs.

O que podemos esperar da casa do futuro?

O contexto atual já dita algumas previsões e temos um panorama geral do que teremos nos próximos anos…

Todos esses pontos já são percebidos após os últimos dois anos de pandemia e ganharão ainda mais força em 10 ou 20 anos.

Quando falamos de casa do futuro, não estamos mais tentando imaginar se teremos apenas muita tecnologia envolvida, precisamos pensar também sobre como nossos filhos e netos estarão se organizando e quais serão os movimentos:

“A vida multigeracional também encontrou seu caminho de volta à habitação moderna e não vai parar. À medida que as gerações mais jovens encontram dificuldades para pagar casas particulares e os idosos correm o risco de isolamento ou negligência, mais famílias estão recuperando as condições de vida tradicionais e optando pelo estilo de vida “tudo sob o mesmo teto”. Via Archdaily

E você já ouviu falar em Co-Living?

É um conceito de moradia compartilhada entre pessoas que buscam senso de comunidade, economia e um estilo de vida sustentável. A geração Z é da economia compartilhada, não faz questão de possuir, mas vai querer usar.

Era isso que você imaginava? Quais outras mudanças você acredita que teremos? Me conta aqui nos comentários.

COMPARTILHE
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here