Como manter um ambiente saudável de acordo com o Feng Shui

O uso da intuição, da consciência e do trabalho sensorial… são algumas das premissas do Feng Shui. Desde a busca de equilíbrio e ambiente energético, até a limpeza mística, o Feng Shui é uma técnica chinesa que vem sendo utilizada há milhares de anos.

Cores, sons, a posição dos móveis e plantas… tudo é estudado e analisado para melhorar a energia vital do lugar através do uso de diferentes técnicas. Com propósitos bastante amplos e abrangentes, a prática do Feng Shui pode ter um efeito interessante na vida cotidiana, por isso Skokka se aprofunda no assunto abaixo.

O que é o Feng Shui?

As palavras Feng e Shui são de origem chinesa e se referem respectivamente a “vento” e “água”, duas palavras que se referem ao mesmo significado: fluidez. De acordo com esta filosofia chinesa, ao fazer adaptações no ambiente em que se vive, suas sensações e até mesmo seu destino também são modificados. Os cinco elementos chineses: fogo, terra, metal, água e madeira são usados para equilibrar e mover o fluxo energético do espaço.

Construir ambientes saudáveis e positivos é o principal objetivo do Feng Shui, porque, de acordo com a história, os antigos chineses acreditavam que, tendo o entorno adequado, também se teria uma vida próspera e gratificante.  Como viver uma experiência plena e satisfatória, em um encontro com uma das gostosas acompanhantes de Curitiba.

,

E como começar a construir uma casa energeticamente saudável?

No Feng Shui, o mapa do Baguá é apenas uma ferramenta fundamental. O octógono, como a premissa sugere, representa nove áreas a serem consideradas e pode ser entendido como uma espécie de bússola para alcançar o equilíbrio e o alinhamento energético que a filosofia milenar chinesa sugere.

Família, prosperidade, sucesso, relacionamentos, criatividade, amigos, trabalho, espiritualidade e saúde são as nove diretrizes. Cada um deles regula um setor diferente da vida.

Além disso, muitos outros elementos, como pedras, fontes de água, plantas, são utilizados na busca de um ambiente mais puro e conectado à natureza. É, literalmente, trazer a natureza para dentro de casa.

Entretanto, embora as técnicas adequadas para alcançar o equilíbrio energético em casa sejam bem conhecidas, pouco se diz sobre o que não fazer se o objetivo for manter um ambiente energético adequado. As belas garotas de programa da Brasil também querem saber disso, portanto, na seção seguinte discutiremos alguns pontos importantes a ter em mente:

1- Nada debaixo da cama

Você sabe aquele hábito de colocar sapatos e coisas que você não usa com frequência debaixo da cama? Isto é considerado um erro no Feng Shui. Os orientais acreditam que a energia é retirada da terra através do contato íntimo com ela, razão pela qual os leitos orientais estão tão próximos do solo. Portanto, a colocação de objetos sob a cama dificulta este fluxo de energia, por isso não é recomendado.

2- Prestar atenção a imagens ou mensagens negativas dentro de casa

Isto pode parecer óbvio, mas nem sempre é o caso. Segundo o Feng Shui, a análise de imagens ou frases negativas que podem ser mantidas dentro da casa não está diretamente relacionada à imagem que é vista, ou às palavras escritas, mas às sensações que estas ilustrações ou escritos podem provocar. Por exemplo, não é aconselhável ter uma imagem em casa que, embora bonita, dê uma sensação de nostalgia ou incerteza; em vez disso, é aconselhável usar cores alegres e mensagens positivas e acolhedoras.

3- Desordem

A organização é um dos principais elementos para alcançar um ambiente energeticamente saudável de acordo com o Feng Shui, portanto, empilhar, acumular, manter coisas quebradas e sujeira deve ser categoricamente evitado se o que se deseja é um fluxo de energia mais fluido.

4- Manter plantas mortas

De acordo com a antiga filosofia chinesa, as plantas são um poderoso harmonizador do meio ambiente e, nesta base, mantê-las sem vida em casa pode ter exatamente o efeito oposto. Se mantido inerte, a falta de crescimento e prosperidade, alegria e boa energia é provável que ocorra. É da maior importância manter a energia circulando, por isso seria melhor comprar e substituir a planta, ou jogá-la fora e doar o pote. 

,A desordem é considerada um aspecto desfavorável no Feng Shui porque obstrui o fluxo natural de energias nos espaços. Tanto se o problema é o arranjo impróprio dos móveis como o excesso de conflitos energéticos em termos de cores, elementos ou acumulação. Seguindo estas dicas, será mais fácil alcançar uma atmosfera mais saudável, acolhedora e positiva que é tão desejada de acordo com esta filosofia milenar.Entre em contato com uma das inteligentes e belas acompanhantes de São Paulo, elas poderáo ajudá-lo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carrinho de compras