Banheiro de criança

Meu Vinico (1 anos e 7 meses) usa fraldas e ainda não foi para o peniquinho, ainda. Daí que dia desses tava pensando com meus botões: ” O penico vai ficar aqui nessa canto, mas não vou querer um homem que faz xixi e esfrega a mão na toalha mais próxima, tenho que ensiná-lo a lavar as mãozinhas, secar e cumprir todas as tarefas de boa higiene, tenho que adaptar algumas coisas nesse banheiro”.

Fui pesquisar “banheiros de criança” mesmo sabendo que não moro em uma mansão e ele não teria uma banheiro só pra ele (apesar que aqui no ap temos 3: Um da suíte que usamos, outro que é o social mas é minúsculo e não cabe mais um pinico e o outro da área de serviço que guarda os produtos de limpeza, fazer o quê?), além do mais ele nessa fase de aprendizado iria pensar “Por que vocês fazem nesse e eu naquele?”. Família unida, permanece unida.

O negócio então é adaptar e tornar o local atraente, já que ele vai precisa de estímulo pra correr até lá né?

E entre tantas inspirações, achei uma bem real, simples e com umas diquinhas boas para esse momento “número 1, número 2”.


1 – Toalha ao alcance das mãos. Pra que a criança aprenda que a camisa não é lugar de enxugá-las ( e a mãe agora tem que sair batendo as mãos na calça, e-s-c-o-n-d-i-d-o) e a toalhinha de banho também ficar acessível. Falei que o Vinico já se ensaboa sozinho? Durma com essa novidade =)

2 – Banquinho para alcançar a pia. Super válido pra livrar a mamãe do colo e ser uma criança mais independente. A gente esquece que eles amam se sentirem “adultinhos” e acabamos ajudando em tudo ne?

3 – Brinquedos. Como disse, o local precisa ser atrativo também. A minha estrátegia: ” Quando sentir vontade de fazer xixi, fala pra mamãe que a gente vai lá no banheiro fazer uma visita aos bichinhos da floresta que estão morando por lá” ou “Quer fazer cocô? Vamos fazer o leão desmaiar? Simbora”. Minha pedagogia, quéquitem?

4 – Adesivos e estímulo visual. Esse é muito clean, mais uns adesivos no box do banheiro só pra tornar o lugar mais lúdico é uma boa, assim como colocar quadrinhos na parede.

5 – Segurança. No mais, cuidado com a segurança nunca é demais. Se o pitoco for pitoco demais, nada de deixar ir sozinho, eu pelo menos tenho medo, vai que ele fica em pé no vaso, escorrega na área do chuveiro, se enrola com o papel higiênico, se tranca lá dentro, etc.  Manter o chão sempre seco, produtos de higiene e limpeza em lugares fechados ou de difícil acesso e lixeira com tampa.

E sem dúvidas, preparar esse cômodo pra receber seu filhote desfraldado é uma providência a ser tomada…Se até você as vezes tem preguiça de correr lá, imagina ele? =)

Imagens: The little things

Quer outras inspirações? 9 banheiros projetados e decorados para crianças, numa matéria bem legal do casa.com.br

COMPARTILHE
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

5 Comentários

  1. Adooorei..meu filhote tem 2 anos e neka de usar o pinico..comprei ate aqueles com musica..hahhah..ele liga e sai andando..Vou implantar essa ideia no apê novo..depois #teconto!!
    Bjsss!!

  2. Oi Ana,minha pqna tem 3 anos, mas já usa o sanitário, usou bem pouco o pinico, ao completar 2 anos parou de usar fralda durante o dia, expliquei que ela já era mocinha e não podia mais usar fraldinha, e quando acontecia algum “acidente” eu não me estressava, uma colega disse que bateu muito no filho e ele demorou pra aprender (é claro né!!!).
    E até hoje tem banquinho no meu banheiro, que ela tbm usa pra escovar os dentinhos! Ela diz:_ Sozinha, mamãe!!
    Bjks.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here