Apartamento em Salvador com toques vintage, plantinhas e obras de arte

Tenho falado muito aqui e no Instagram sobre a combinação do rosa com verde, cores que escolhi para as paredes da minha sala de estar. Também já é sabido que estou super interessada em ter mais plantinhas aqui em casa, e nunca foi novidade que sempre postamos por aqui muito sobre misturas de estilos.

O post de hoje é sobre um apartamento lindo e que consegue ser a representação de um gosto muito meu. Assim que recebi as fotos fiquei viajando em cada detalhe e com certeza entrou nos arquivos das grandes inspirações.

Ele pertence ao arquiteto Thiago Manarelli e seu companheiro, o artista plástico Fabio Gatti, já quero fazer a íntima e ter uma hospedagem garantida na Bahêêêa.

A dupla se dedicou na criação de um espaço que traduzisse a história e elementos naturais de suas respectivas terras natais: Thiago é paulista, já Fábio é do Paraná.  Nesta mistura descompromissada da decoração ainda há muitos detalhes da cultura Baiana, terra do coração do casal, com elementos especiais que compõem cada cantinho da casa.

Com 200 m², o apartamento de base neutra oferece destaque aos diversos pontos coloridos em móveis e objetos. Obras de artes decoram o imóvel e podem ser vistas em todos os cômodos. Com cores claras e elementos naturais – como o piso de madeira original da década de 50 – o apartamento tem o pé-direito alto e mantem as colunas amostra que contam a história da residência.

A grande sala de estar não recebe divisões e integra todos os ambientes sociais da casa. Além do som também integrado para que todos possam compartilhar da mesma música, há um balcão onde foram colocadas rodinhas para dar mobilidade em ocasiões de festa e que também serve como divisão da sala com a cozinha. A área gourmet segue um estilo vintage com a mescla do romântico e industrial e forte presença de tons de rosa nos móveis.

No projeto também foi pensado um escritório individual para que o casal pudesse trabalhar em tranquilidade e com privacidade.

No quarto do casal, os tons de cinza e bege entram em cena e contribuem para criar um ambiente aconchegante de descanso. Já o corredor, recebe uma grande exposição de obras de arte com iluminação pensada para favorecer as pinturas expostas na parede.

Todos os espaços da casa recebem itens decorativos que remetam as características e gostos do casal, como o espaço reservado aos objetos trazidos de viagens, presentes dados pelos amigos e familiares, uma parte da casa dedicada a itens de religião e um jardim interno. As almofadas também são objetos importantes da decoração já que são itens colecionáveis adquiridos em viagens e presentes.

Projeto:

www.mgarquitetos.com

Instagram: @manarelliguimaraesarquitetura

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

1 Comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here