A Casinha da Ilha ou a casa dos nossos grandes amigos (Parte 1)

Ela é chamada de “Casinha da Ilha” desde que nos foi apresentada como um pequeno quarto/sala/cozinha/banheiro com pouquíssimos metros quadrados. Então a Mari e o João encararam uma bela reforma durante os últimos dois anos, e agora em junho quando voltamos lá, encontramos a Casinha da Ilha assim, toda linda de viver. A Mari, como todos nós, ressalta que a decoração ainda não está pronta, alguns detalhes aqui e outros ali pra finalizar, mas já podemos espiar esse pequeno paraíso cheio de criatividade e encanto.

Sim, mas calma aí, você deve estar se perguntando onde fica essa ilha, algum lugar distante isolado no meio do nada? Alguma praia do litoral do Rio de Janeiro? Nananinanão, tá logo ali na Barra da Tijuca! Se você não conhece geograficamente muito bem a cidade, nem vai passar pela sua cabeça que logo ali atrás da Av. das Américas existem diversas ilhas separadas do continente somente por um exteeeenso complexo lagunar (ui, obrigada google!). O mais bacana? A gente só consegue chegar de barco (bacana e óbvio, haha) e até esse simples trajeto até lá, já é uma delícia de passeio.

IMG_1554

IMG_1450-2

A casinha após a reforma ficou assim: Sala e cozinha integradas, banheiro , um terração e área de serviço no primeiro piso. Em cima: Dois quartos com varandas e mais um banheiro (Mostrarei em um novo post). E sim, eles moram nela, não é só para passeio.

Tudo foi decorado pela Mari, que sempre gostou de móveis rústicos e muitos toques de cor pela casa. Algumas peças foram compradas na loja de uma amiga, outras herdadas da casa da sua mãe e muitas outras trazidas de viagens. É um lugar com muitas histórias pra contar, e a conversa rende quando você pergunta sobre qualquer objeto da casa, rs.

IMG_1458

IMG_1465

IMG_1481

IMG_1474
IMG_1493

IMG_1491

IMG_1484

IMG_1483

IMG_1495

IMG_1545-2

A viagem ao Rio de Janeiro deixou saudades, e dentre as inúmeras saudades que residem nessa cidade, a casinha da ilha ocupa um lugar muito especial, não só por ter sido uma das casas que nos acolheu com tanto carinho durante nossa viajem, mas também por ser a casa onde construímos memórias afetivas em ocasiões especias com nossos amigos.

A casinha da ilha não é só um bom exemplo de harmonia entre essa decoração intuitiva que tanto “pregamos” e a criatividade de seus donos, ela também nos ensina que não tem como errar na decoração quando utilizamos os elementos de nossa própria trajetória de vida, cada escolha, cada erro, cada busca e cada encontro.

PS: Fomos ao Rio agora em julho, passamos 10 dias na terrinha dos meus meninos cariocas (Leo e Vinico), mas como eu já estava nessa “vibe enjoo”, então ficou inviável encontros com as minhas amigas blogueiras do coração e um piquenique que estava planejando com os leitores do blog. Fica pra próxima =)

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

22 Comentários

  1. Que mimo esse sobradinho!!! encantado, eu diria!!!
    E menina, parabéns pela barriguinha!! que Deus abençoe esse novo serzinho de luz que está chegando!
    Uma semana abençoada p/ todos nós,
    Bjão,

  2. Fantástica!!!
    Linda de ver, de sentir e não tenho dúvidas que de morar também.
    Amei essa frase:
    “…não tem como errar na decoração quando utilizamos os elementos de nossa própria trajetória de vida, cada escolha, cada erro, cada busca e cada encontro.”

  3. Ahhh Ana….*e Mari…

    Essa casa é um exemplo de otimização de espaço.
    Amei o que foi feito….e até então não tinha idéias por onde começar um projeto para nós no espaço que temos.
    Posta mais fotos (PREASE! rsrs)..
    Fiquei toda empolgada com o que vi…e encantada!!!!!!!!!!!!!!!
    Posta, posta, posta!!!

    Bijus enormes!

  4. Menina, que delícia de casa! Sempre achei a Ilha um sonho, mas fico pensando se não é difícil a logística pra chegar num dia de chuva, ou de supermercado… Como são essas coisas na rotina deles? Tiram de letra? Parabéns pelo blog!

  5. Ah, que linda! Tudo lindo! Nem vi nada que esteja faltando, não. Tá perfeita assim! Só fiquei curiosa pra saber dos horários da família… ter que pegar barco todo dia deve dar um trabalhinho, mas que é compensado pela delícia da vista 🙂
    Vou pro Rio semana que vem pela primeira vez. Estou ansiosa! Se der tempo, vou ver se passo pra ver essas casinhas lindas.
    Beijão, Ana! E feliz gravidez pra vocês! Deus abençoe!
    Mariana.

  6. Ficou linda,achei que fosse em Floripa pela denominação casa da ilha hheh, quando crescer quero uma assim, que mais me chamou atenção e gosto foi o revestimento em pastilha da bancada da cozinha, showww

  7. Olá, estou acompanhando esse blog, adorei!!! principalmente esse post, que lindo! adoro cores, que criatividade para um espaço pequeno!!! Agora não tem desculpa, se usar a cabeça, as pessoas podem decorar com o que

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here