Tendência: Estilo Hygge

Se você nunca ouviu falar do estilo Hygge (lê-se ‘rîgue’) esse post vai te trazer uma luz.

O conceito vem lá da Dinamarca (eles são muito ótimos em design) e valoriza acima de tudo o bem-estar, através da sensação de simplicidade a aconchego que a casa pode proporcionar.

Valoriza-se ao máximo a luz natural (escassa nos países nórdicos) e elementos da natureza, como a madeira. O uso de velas, tapetes e texturas macias são predominantes. Cortinas fluídas. As plantinhas também fazem parte desse estilo, mas de forma moderada. Tudo que possa proporcionar conforto, sem perder uma certa sofisticação.

As cores são neutras, com bastante uso do preto e cinza de forma pontual e cores pastéis nas paredes. Os móveis geralmente tem um design mais reto.

O Hygge é um estilo de vida. Sério! Adaptar a casa é apenas um detalhe. Até a ONU já classificou o país como o mais feliz do mundo devido as práticas ligadas ao movimento. Hygge é um sentimento! Ele está ligado a conexão que podemos fazer com as coisas mais simples através de momentos compartilhados com outros seres. Sentir-se pertencente, sossegado, confortável, relaxado e livre! (Tudo que nós, meros mortais não temos conseguido no país Brasil, heheh).

Mas será que a gente consegue adaptar aqui nesse país tropical essa tendência?

Olha, morando em Recife a minha resposta é não! Talvez vc que tenha um inverno no sul, ok. Mas a gente gosta de adaptar tudo que é coisa pro nosso jeitinho brasileiro ne? Ô gente metida, hahaha. Então sim, separei aqui alguns ambientes pra te inspirar, e quanto ao estilo de vida, aí sim, a gente sabe bem como reuniar amigos para um momento de total harmonia e felicidade (nem que seja fazendo uma feijoada no quintal em dia de muito sol).

E como estamos falando em Dinamarca, vou aproveitar pra indicar uma série na Netflix que assisto e AMO de paixão: Rita.

Rita é uma professora que foge dos padrões e está sempre envolvida com seus próprios dilemas e dos alunos. O que é mais bacana na série é que ela tem um ritmo e enredo bem diferentes do que estamos acostumados, o que torna a série deliciosa e te deixa presa a cada capítulo. Vale ficar atenta aos cenários e observar mobília, cores, design dos móveis. Não classificaria como Hygge, mas não deixa de ser extremamente aconchegante a casa da protagonista.

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here