5 dicas de decoração para quartos infantis

O desafio para montar qualquer ambiente da casa passa pela busca de tendências atuais combinadas à nossa personalidade. A escolha da decoração do dormitório de nossos filhos possui um processo de desenvolvimento um pouco diferente.

Isso se deve ao fato de que, além de realizar pesquisas para compreender como criar um ambiente lúdico e capaz de auxiliar no desenvolvimento do pequeno, é necessário levar em consideração temas como segurança e praticidade para o dia a dia.

Móveis sob medida 

Seja para um imóvel onde você já vive ou caso queira comprar apartamento na vila mariana, por exemplo, uma das primeiras coisas que precisam ser levadas em consideração ao compor um dormitório infantil é a questão dos móveis. Por serem, em geral, ambientes menores, fica um pouco mais complicado ir até a loja e simplesmente escolher o que acha mais bonito.

Para otimizar esse espaço de forma a atender todas as suas necessidades e também as de seu filho, o mais indicado é chamar um especial para desenvolver um projeto com móveis planejados para o ambiente. Além disso, essa opção pode trazer ideias multifuncionais que agregam muito ao espaço como camas-baús e armários-escrivaninhas exatamente como você os imagina.

Cuidados com a ergonomia

Uma criança cresce em média 25 centímetros no primeiro ano, 12,5 centímetros entre essa idade e os 3 anos, e 8 a 12 centímetros entre os 3 anos e a puberdade. Esse é um ponto que exige atenção na hora de comprar roupas, por exemplo.

Quanto aos móveis e objetos que compõem o quarto não é muito diferente. Do berço à cama e passando pela cadeira da mesa de estudos, esses são itens que merecem uma atenção regular para que a criança não se machuque com móveis inapropriados para o seu peso e sua altura.

Atenção à segurança

O carinho e o cuidado que dedicamos diariamente ao desenvolvimento de nossos filhos está presente nos mínimos detalhes. Seja na escolha dos brinquedos mais adequados à sua faixa etária quanto a possíveis causas que comprometem a saúde deles.

No caso do dormitório, a atenção precisa ser redobrada pois é um momento onde ele estará sozinho por um tempo. Bloqueadores de tomadas, redes de proteção nas janelas e protetores de quina emborrachados, por exemplo, são itens essenciais de segurança para esse ambiente!

Escolha de cores que fazem o bem

Um ambiente pensado para renovar as energias depois de um longo dia de brincadeiras e aprendizado, o quarto da criança precisa ser capaz de oferecer tranquilidade ao seu pequeno habitante. Isso pode ser alcançado por meio da escolha correta das cores das paredes, dos itens de decoração e dos móveis.

Em projetos mais conservadores, as cores neutras são predominantes já que o branco, o cinza e o gelo são tons que estimulam o relaxamento. Caso queira incluir uma cor mais viva à paleta do seu projeto, o mais indicado são as opções pastel de tonalidades mais marcantes como o rosa bailarina, o azul bebê e apresentações mais claras de cores como roxo, amarelo e verde.

Organização em busca do equilíbrio

Esse momento da vida é um convite às descobertas, à curiosidade e à criatividade. É por isso que muitas vezes, ao fim do dia, o quarto das crianças está bastante bagunçado e  com brinquedos espalhados pelo chão e sobre os móveis. Da mesma forma que a atuação das cores, a organização reduz o cansaço visual da criança e dá uma sensação de equilíbrio ao ambiente. 

Para isso, posicione prateleiras e nichos em uma parede do quarto para exibir bichinhos de pelúcia e outros brinquedos mais utilizados. Outra ótima opção é “escondê-los” em gavetões, baús e outros móveis de armazenamento. O importante é que depois de uma sessão de brincadeiras o quarto sempre fique em ordem.

Um quarto infantil perfeito é aquele que oferece espaço para toda a imaginação da criança ao passo que temas como segurança, ergonomia e bem-estar são igualmente importantes.

 

Boa sorte em seu projeto e até a próxima!

 

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here