Uma pausa. Um recomeço.

Já perdi as horas, já perdi chaves, carteira eu já desistir de ter. Eu já perdi pessoas algumas vezes, perdi lugares, sempre estou procurando o outro par do brinco, comprei dois batons caros recentemente e não sei onde eles foram parar, sou de perder o sono no meio da madrugada.

Na verdade estou fazendo um “embromation” porque não sei como começar esse post, mas ele se faz muito necessário e não quero mais fugir disso. O #ACQMVQ sempre foi antes de um blog de decoração, o MEU blog, sobre a minha casa, sobre a minha pessoa e a minha família. Como não vir aqui falar o que estou sentindo? Como não explicar os novos rumos da minha vida, que de certo modo, irão refletir aqui também?

Eu nunca pensei que iria escrever esse post. Escrevo com lágrima nos olhos, tentando enxergar o monitor. Tá, parei, estou respirando.

Nunca gostei de expor o lado difícil, os perrengues, o que não era tão bom assim no dia a dia, até porque, achava que era tão felizarda e abençoada, que sempre me perguntei “Por que falar sobre coisas não agradáveis em um lugar que não deixa de ser a minha diversão e o meu entretenimento (Além do meu trabalho)? Também nunca acreditei que todos esses pormenores um dia fossem resultar em algo muito maior “Poxa, todo mundo passa por isso, faz parte”. Desculpem, sei que o post está confuso, mas acreditem que nem eu ainda consigo me organizar internamente, digamos que fui pega de surpresa, mas por favor, não existem vilões e mocinhos. Faz parte.

Estou partindo pra uma nova casa, para novos dias, para uma outra perspectiva. Escolhi assim, preciso de marcos, de rupturas, de simbolismos, de rituais, cada doido com sua mania. Como disse o Gregório dia desses em um momento também de perda “A vida é uma longa despedida de tudo aquilo que a gente ama”. Todos os amores terminam —alguns amigavelmente, chorando no banheiro, outros com humilhação pública e sangue na testa, outros com a morte. “Para isso temos braços longos, para os adeuses.”

Tem uma hora —e dizem que essa hora sempre chega— que para de doer. A parte chata é que, até parar de doer, parece que não vai parar de doer nunca.”.

São dias difíceis, mas amigáveis. Afinal de contas temos dois meninos lindos e incríveis, temos uma empresa maravilhosa que só nos traz alegrias e prosperidades. Temos uma parceria infinita. No momento é isso.

É como postei lá no instagram uma frase que uma amiga me enviou: Vida – Essa coisa que te joga do macarrão à bolonhesa pro miojo de galinha caipira em questão de segundos” Hahaha.

Volto com mais frequência assim que as coisas se ajeitarem, rezem por mim. Não vai demorar.

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

116 Comentários

  1. Sou daquelas: que lê tudo e nunca comenta. Mas li de cabo a rabo, me emocionei, deu nó na garganta + te digo: Tudo passa, tudo passará ♥ Acalma o coração (difícil + sempre damos um jeito né?!) e tudo se resolverá da melhor maneira ♥ Força na peruca! E volta logo pra gente \o/

  2. Ana, esse com certeza é um dos momentos mais difíceis a se passar, não sendo necessário mocinho ou vilão pra ser difícil. Mas, as vezes a gente não faz escolhas na vida e ela que faz pela gente. Não vou te dizer aquele clichê de “você é forte”, “você vai superar”, porque as vezes a coisa mais real pra se fazer vai pegar um bom brigadeiro e ir se debulhar em lágrimas assistindo grey’s anatomy, é assim, se libertando e se permitindo sentir tudo no momento certo que conseguimos seguir em frente, do fundo do coração é isso que desejo pra você! Tenha certeza que estará nas minhas orações.

  3. Ixi, menina… passo por aqui todos os dias, mas nunca comentei.
    Apesar de “truncado”, teu post foi claro pra dizer que teu casamento subiu no telhado (porque parceria boa não acaba assim, num piscar de olhos!!).
    Apenas respire e sinta a dor. Assuma que dói, que é maior M, mas que vai passar, pro bem de vocês, seja ele qual for….

  4. Ana, seja lá como for seu caminho, CAMINHE!! O que talvez não suportemos, é só ficarmos parados…a mente, o corpo necessita disso!! Ao final talvez vc volte! Talvez prossiga, talvez escolha novos caminhos!! Boa sorte em tudo!!! Fé e esperança, temos sempre que carregar!!

  5. Aninha, seu blog é um dos (talvez “o”) primeiros que eu comecei há acompanhar, há muitos anos atrás; sempre gostei de suas ideias, de seus projetos DIY, dos seus textos, seu jeito de falar… isso acaba virando uma espécie de “convívio”, mesmo que virtual e mesmo sem sequer uma encontrar a outra uma vez na vida. Por isso, sempre que você anunciava uma vitória, uma conquista, eu (e todos os seus leitores) ficava feliz também.
    Hoje estamos assim, de coração partido. Mas quer saber a coisa legal dessa história toda, se é que a gente pode usar essa expressão num momento desses? Ao longo de todos esses anos, você não conquistou apenas leitores, não. Vc tem amigos, pessoas que te admiram pelo que vc é e pelo que vc faz, e é nessas horas de sofrimento que vc percebe como isso, mesmo estando num contexto cibernético, existe, de fato.
    A gente tá aqui pra que vc se sinta amparada e eu tenho certeza de que nossa vibração positiva tá chegando aí, no seu coraçãozinho. Escrevo não só por mim, mas em nome de muitos de seus leitores-amigos. Conte conosco no que precisar. Sério mesmo!
    A gente compreende sua pausa nesse momento.
    Mas vou confessar que tamo aqui louquinho pra ver vc voltar logo a quebrar o pau aqui no ACQMVQ!!!
    Se cuida! A gente te ama! <3
    Manu

  6. Oi Ana, logo vi que aí tinha coisa…num desses dias aí desabafaste sobre tua família, teu pai, tua mãe…muita emoção…depois foi meio que sumindo a tua alegria…teus posts foram escasseando…sabe, senti daqui que algo estava acontecendo…beijos pra ti e vamo que vamo, sempre em frente que atrás tem gente, mas na frente tem muito mais!

  7. Não entendi muito bem mas acho que vc precisa acalmar o coração e colocar seus sentimentos em ordem. Estamos aqui esperando você qdo se sentir pronta para recomeçar. Fica bem!

  8. Todo recomeço não é fácil, mas muitas vezes inevitável! que Deus possa te ajudar a colocar tudo de volta no seu devido lugar. Gosto muito do seu blog, espero que você esteja de volta em breve. Abraços, fica bem!

  9. Não sei o que se passa, mas fico triste por você. Há pelo menos 02 anos acompanho o blog, e pela primeira vez deixo um comentário, para dizer que espero que logo fiques bem, para recomeçar e voltar a nos alegrar aqui no ACQMVQ.
    Que logo seja seu recomeço.

  10. Ana,
    Que você se sinta abraçada e acolhida por todas nós, leitoras de seu blog.
    Não é fácil este momento – e olha que sei do que estou falando…infelizmente possuo carteirinha neste processo. O bom da vida é que realmente tudo passa! Dos momentos bons e das boas pessoas ficam-se as lembranças, o carinho, a saudade…comichão que coça…coça… mas com o tempo não nos incomoda mais…acho que nos acostumamos com as ausências, ou elas são preenchidas por outras coisa boas. Os momentos punk’s… estes com o tempo irão se desvanecendo…como uma foto antiga.
    E chegará o dia que não doerá mais! Você só tem que caminhar!
    Que DEUS abençoe sua família!
    Bjs
    Lana

  11. Ana, sou leitora antiga…te acompanho desde sempre. Se me permite fazer uma análise da sua vida, baseada no seu blog (veja bem, uma análise bem superficial)…. eu diria que você tá sempre em mudança… muda de emprego, de cidade, de empresa, de casa (desde criança, aliás) , de casa de novo, de quarto….de repente essa sua ânsia por mudança tá muito mais dentro de você. Quando eu fazia terapia minha psicóloga passou um livro que se chama O Amor é uma escolha, nele dizia que quando o nosso “copinho de amor” não se enche na infância, passamos o resto da vida tentando enchê-lo na ânsia de tampar um vazio, uma dor…um sei lá o quê que aperta no peito. Acabamos atribuindo a responsabilidade de encher o copo vazio para tudo ou todos ao nosso redor ….arranjamos um emprego, uma casa, um marido, um filho e um cachorro, menos pra nós mesmas. Mas esse copinho não se enche mais…a infância passou e a dor ficou. Quem deveria tê-lo enchido, não o fez. Agora é tarde. Estou dizendo isso pq vc vai mudar de calcinha, de cabelo, de casa, de marido, de país mais mil vezes… mas se vc não se encontrar…. vai continuar mudando de tudo até que se desencontre das pessoas ao seu redor … Resumindo: Faça uma terapia, se encontre, tente descobrir como encher o copinho que ficou vazio ou como viver com ele assim em paz!! Foi mal ter falado tanto assim…mas é que sou tão sua amiga que vc nem imagina…amiga antiga, de anos…. bjos e fique em paz!!

    • @Renata,
      Comentário mt bom, td a ver.
      Ana, vc vê como é amada? meu coracao ficou apertado imaginando vc lendo esses comentários tao bondosos aqui…

      O que a Renata disse é corretissimo. Tbm fui uma pessoa assim, dessas como vc, de mudar tudo, mudava de namorados, cidades, país, só de casa, mudei 27 vezes, dentro da minha casa, mudava a decoracao sem cessar, a cada 3 ou 4 meses, mudava tudo, tudo que podia… era de uma inquietude terrível, nunca parava quieta, atras sem saber, de encher meu copinho que ficou vazio desde que eu tinha 6 anos… precisei de quase 40 anos, até vê-lo finalmente preenchido. Sou crente no Senhor, e nao vou ficar aperreando vc com religiao, até porque religiao nao é o meu lance, mas o Senhor em Sua eterna bondade. Foi Ele, e somente Ele quem conseguiu encher o vazio em mim.

      Oro por ti. Independente de a Renata ter razao ou nao, com relacao ao seu vazio.
      Bjs no coracao.

    • Tambem concordo com a Renata,ótimo comentário,pricipalmente porque sou totalmente contra separação,Deus é Deus de união e não de separação.Tem até uma historinha que diz ASSIM: O neto conversando com a avó diz: Vovó como conseguiram resistis a cinquenta anos de casados num mundo onde ninguém é obrigado a ficar com ninguém?Meu filho sou do tempo em que quando as coisas quebravam nós consertávamos,nunca jogava fora.Eis o segredo!E voce aninha é mestre em reutilizar e nunca jogar fora!! Me perdoa pela ousadia de falar assim ,mas também venho de casa de pais separados e sei a dor do filho,ela é muito grande.Amo voce e sua familia um tantão não poderia deixar de comentar!te coloquei nas minhas orações!

    • @Renata, WOOOW, que comentário Renata ! Se a Ana vai gostar ou não eu não sei, mas ME tocou demais, parece que você estava falando comigo, sabe ?
      Você pode não ter ajudado a Ana com suas palavras mas ajudou à mim !
      Vivo nessa ânsia de mudar, nunca fiquei mais que dois anos em um emprego, sempre que brigo com o marido penso em divórcio… E depois de ler seu comentário ficou tão claro o porquê…
      Obrigada 😉

      • @PAOLA BERNARDINO, Meninas quem quiser me manda um e-mail que eu encaminho esse livro em PDF… “O Amor é uma Escolha”. É um livro muito usado em terapia, mas super gostoso de ler. Ele realmente nos ajuda muito nessa busca pelo autoconhecimento. “Os autores desse livro pertencem a uma comunidade cristã norte americana. A obra, no entanto, transcende o aspecto religioso – seu mérito maior está em proporcionar o auto-conhecimento e a paz, é um hino de liberdade.”

        Meu e-mail: renatamachado80@gmail.com

  12. Ana, embora não comente muito, te acompanho desde os primeiros tempos… sou/somos testemunhas do quão guerreira você é, das adversidades que passas e da luta para administrar uma vida em constante transformação. Desejo muita força, sabedoria para esse período. Não entendemos porque as coisas acontecem no momento, mas é básico acreditar que o melhor virá. Só o tempo dirá. Abraço apertado. Estaremos sempre esperando e torcendo por você. Namastê querida 🙂

  13. “Ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo. Mas qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.”
    Bom recomeço, minha amiga, com pé direito, com mão amiga e milhares de bons desejos.
    Fiquem com Deus!
    Meu beijo carinhoso.

  14. Desejo força sabedoria, fé estou orando por vocês, de coração partido mais confiante que tudo vai se ajeitar…. fica com Deus!
    bjinhos no seu coração.

  15. Ana, não separa! vcs formam uma família linda não deixa isso se perder! Já passei por um separação que durou alguns anos, retomamos e tivemos mais dois filhos temos 3 o total. (e ele tem uma fora do casamento )(Não precisa publicar) é Claro que essa é a minha história e cada um tem e faz a sua, mas o amor de vocês é algo visível do lado de cá. quase palpável. já tive dias que te detestei do lado de cá por vc ser petista, (ninguém é perfeito kkkk) mas te admiro muito e quero muito o seu bem. Deus ama a sua família e tem prazer nela. Como Deus não tem religião acalme seu coração nEle!! Deixa ele te confortar, ficarei daqui orando e torcendo por um desfecho de amor 🙂 desculpa a invasão de privacidade!

  16. Sofra o “luto”, é necessário. A dor é muita, parece injusta, arrasa, mas, em muitos casos, é eficiente. Aí a gente ressurge, com olhos limpos de lágrimas, enxergando mais e melhor, de si mesma e dos outros. E segue sendo feliz de forma mais consciente. Esse é o depoimento de como foi comigo, no fim (fim?) deu tudo certo, vem dando até hoje. A energia positiva tá transbordando nesses comentários e no pensamento de milhares de leitores/fãs/clientes/amigos dessa família massa. E antes de dormir peça por serenidade, será uma excelente companheira. Fiquem bem.

  17. O desejo de que tudo se acerte da melhor forma para essa família querida. Sabedoria, serenidade, amor e paz para vocês! Abraço carinhoso <3

  18. Tive dois entendimentos desse post e não sei se são fato,mas de quaquer forma,apesar de não te conhecer pessoalmente, te desejo paz para que vc tome a melhor decisão para sua bela família. Bjs

  19. Ana, como outras leitoras aí em cima, também te acompanho há muito tempo e me sinto, daqui do outro lado da telinha, uma amiga sua. Não pude deixar de comentar esse post.

    Respira fundo, se acalma, ouve o que o seu coração e sua cabeça tem a lhe dizer. Tenho a impressão de que quando estamos no olho do furacão, queremos definir logo o rumo que as coisas vão tomar (vc mesma falou em marcos e rupturas – super entendo), acho que até para nos dar a sensação de que estamos saindo o mais rápido possível da situação dolorosa. Porém, quando o furacão vai se afastando, uma outra perspectiva pode surgir… O que eu quero dizer é pra vc dar a si mesma o seu tempo, refletir com calma e serenidade (especialmente levando em conta o fato de ser pega de surpresa, como vc disse). Como canta Chico: “não se afobe não, que nada é pra já…” Apazigua esse coraçãozinho que as respostas e os rumos vão aparecer e as coisas vão clarear. 🙂

    Por meio dessa rede de afeto virtual estamos todos aqui te apoiando, tá? Fica bem! <3

    Beijo!

  20. Ana, sinto que preciso te dizer que no momento mais difícil da minha vida eu decidi enfiar a cara em algo que me ocupasse todo tempo livre e seu trabalho me inspirou tantas e tantas vezes. Sei que isso pode parecer bobagem, ainda mais vindo de alguém que nunca se manifestou por aqui, mas espero que lhe de um tiquinho de motivação e força pra se recuperar. Posso dizer com certeza que seu blog foi importante na minha recuperação, tudo que posso te dar em troca é muita energia positiva e desejar que tudo fique bem o mais breve possível. Beijos no coração.

  21. Ana, apesar de amar o blog, nunca havia comentado. Vim aqui pra lembrar que
    “O correr da vida embrulha tudo.
    A vida é assim: esquenta e esfria,
    aperta e daí afrouxa,
    sossega e depois desinquieta.
    O que ela quer da gente é coragem”

    Coragem, ana. Seja qual for o momento pelo qual vc ta passando, tenha coragem. Coragem para seguir em frente, ou para voltar, se essa for a sua decisao. Pense, chore, se lamente. Tudo vai esclarecendo aos poucos 🙂 daqui a pouco vc ressurge, renovada

  22. Aí Ana (xará) qdo algo muda na vida das pessoas que acompanhamos só pela internet mexe com a gente como se fosse alguém muito próximo, mas tmb nos mostra que td gente como gente. Mas, estando todo mundo bem e com saúde, Ana, o resto o tempo vai dando seu jeito de adaptar.

    bjs

  23. Li esse post mais cedo com o coração apertado. Você é pra mim como uma mãe, Ana; não pela idade, porque acredito que tenhamos idades bem próximas, mas porque te acompanhando foi gerada em mim uma inquietude em relação a ter um lugar só meu (e da família), colocar a mão na massa e fazer a coisa acontecer do meu jeito e aí já se vão 5 anos te acompanhando e no meio disso me casei, nasceu meu blog, minha filha e sempre te acompanhando, te admirando porque você gerou em mim o sonho de trampar em casa, com a família, qualidade de vida e tudo mais, tou correndo atrás disso.

    Por que falei tanto de mim? Falei pra te mostrar quanta coisa boa você (e tudo o que faz você ser você, inclusive suas decisões e escolhas) semearam tanta coisa boa na minha vida e da minha família, sem nem você saber que nós existíamos, saca? Então, semeou tanta coisa boa que é impossível que você não colha algo bom.

    É meio clichê e outros já falaram acima, mas acalma teu coração, guarda ele, que eu tenho Fé que tudo vai se ajeitar na tua vida, que o tiver de ser será e será da melhor forma possível. Não dá pra ser diferente com uma pessoa que causa tantos efeitos positivos na vida de tanta gente (e eu tou aqui pra testemunhar).

    Coração apertado, mas esperançoso de que o sol vai brilhar pra tu “visse”?

    <3

  24. “Tudo passa, tudo se acaba, tudo tem fim.” Minha avó repetia isso sempre e sempre e sempre. Na euforia, pra que a gente colocasse os pés no chão e, principalmente nas tristezas, pq por mais que pareça que elas não vão embora nunca, elas também tem fim, sim. Engraçado, te mandei um email enorme esses dias, de certa forma buscando consolo, uma palavra de incentivo pelo momento de mudanças que tô passando, sem nem imaginar que na verdade vc estaria “precisando” de uma palavra de carinho, talvez mais que eu.

    Já passei por uma ruptura dessas, posso falar com domínio de causa: dói! Dói muito. O coração acelera e parece que vai sair pela boca, as coisas ficam estranhas, tudo meio perdido no ar. Não se assusta que é normal. E vc não tá sozinha, basta olhar o carinho aqui mesmo nos comentários…

    Um beijo grande e fica bem.

  25. As vezes é assim… Somos pegos de surpresa, mas vc é uma mulher incrível e encontrar uma saída vai ser trabalhoso, mas nunca impossível! Apenas lembre, que tem de respirar! Amo seus post e suas ideias! E não busquem achar explicações, elas são as que geram mais desconfortos!! Bjs e fique em paz!

  26. Oi Ana…
    De coração partido junto com você… Que essa tempestade passe e que você volte mais forte ainda!
    Um abraço bem apertado! Estaremos por aqui, esperando por você!

  27. Ana, acompanho vc há mto tempo. Como alguém disse é um convívio virtual diário, mesmo vc não sabendo quem sou e nem que eu existo. Passo por aqui todos os dias, infalivelmente. Vc me inspira. Engraçado como a gente percebe as coisas. Desde o post sobre a sua avó e seus pais, fiquei com a pulga atrás da orelha. E desde então percebi o blog diferente. Vc disse que foi pega de surpresa. Chorei com vc. Mas aprendi uma coisa com a minha mãe: tudo passa. Estou aqui vibrando positivamente por vc, querida amiga virtual. Bjos.

  28. Ana, teu post lembrou de mim mesma há cinco anos atrás. Queria estar aí pra te dar um abraço enorme. Entendo muito bem a sensação de desorientação – eu andava pela casa feito barata tonta, sem saber o que fazer. A gente sempre reclama da rotina, mas quando ela se quebra, parece que tiraram o chão. Mas, olha… novas rotinas se criam, as coisas se acomodam, a casa muda e a gente também, e tudo bem. A turbulência passa.
    Estamos aqui 24h. Querendo conversar, mande um email, faça um post. Ou tome um banho demorado, durma na diagonal da cama, passe um creme no cabelo, uma máscara de argila preta no rosto, aproveite pra encaixar na nova rotina as coisas que nunca conseguiu encaixar na velha. Rupturas são tristes, mas deixam espaço pra coisas novas.
    Te desejo uma excelente nova rotina.
    Abraço carinhoso, Gi.

  29. Ana querida, sei que é um momento difícil, mas, apesar de tudo, você é uma pessoa abençoada, pois construiu uma família linda, dois filhos lindos e fofos e isso é o que vai ficar pra sempre.
    Eu penso que tudo nessa vida tem uma razão de ser e até mesmo o sofrimento acontece por uma boa causa.
    Lembre-se, vocês têm muita gente do lado de cá que é apaixonada por vocês e, independente do que aconteça, estaremos aqui acompanhando e torcendo por vocês.
    Beijos e fica com Deus.

  30. Olá, te leio sempre, todos os dias e adoro tudo que expões aqui para nós; que te lemos sempre com tanto entusiasmo, sério; às vezes parece que estou te ouvindo falar, é muito engraçado.
    Hoje, não foi diferente, te ouvi falar novamente, mas sem tanto entusiasmo. A vida, ás vezes, é assim mesmo… a gente perde o controle dela, e acaba por se dar conta que não temos o controle de nada! A vida, ou o universo, ou nós mesmos, nos colocamos em situações estranhas, ora para o bem de nós mesmos, ora para vermos até que ponto podemos aguentar. É instintivo, o ser humano é assim, erra, acerta, erra, erra, acerta errando….uma confusão! Mas……passa, e de repente, somos envolvidos com um sentimento tão lindo e tão bom de paz, silêncio interior, calma! Então, fica a vontade, leva o tempo que for preciso, respira fundo, isso tudo também vai passar. E quando estiveres pronta, volta. Cheia de novas ideias e inspirações.
    Abraços, Letícia

  31. Seja forte querida! Tudo vai se ajeitar conforme a tempestade for passando…lembre que depois da tempestade vem a bonança, seja feliz sempre mesmo nos momentos mais difíceis, sei que falar é fácil mas pode ter certeza que é possível sim enfrentar tudo isso com um sorriso enorme estampado no rosto, mesmo que o coração esteja despedaçado.Olhar pra frente e confiar é Deus tornará este momento mais feliz.

    Beijos, fica com Deus.

  32. Olá Ana, quase nunca escrevo aqui, mas fiquei pensando na notícia postada. Como faz tempo que acompanho seu blog, sofremos junto com os personagens, como uma série que termina uma temporada e que os personagens vão entrar em uma nova fase. Ou mesmo que você é alguém da família, como se fosse uma amiga me contando a história.
    Enfim, seja como for a decisão dos dois, cuide-se. Força nesse momento. Procure se conhecer, fazer uma terapia, uma viagem, enfim. Tenho certeza de que essa “pausa” é necessária e que o blog voltará com força total depois deste renascimento. Feliz? triste? Só o tempo irá dizer como você irá se sentir. Mas creia que tudo concorre para o bem, mesmo quando a situação não parece ser tão boa.

    Fique com Deus e estamos esperando sua recuperação e os novos posts” =)

  33. Ana tb sou dessas q te acompanha há tempos, mas comento pouco.
    Sinta-se abraçada. Como vc e outrxs já disseram dê seu tempo q uma hora dessas isso q está sentindo passará e se transformará.
    Vc não está só nessa caminhada.
    Bj

  34. Olá Ana!
    Sou mais uma que te acompanha há anos pela news mas acho que nunca comentei!
    Sabe flor, através de seu blog, seus posts, enxergo em vcs uma linda família, cheia de amor e união e um grande bloqueio para coisas ruins.
    Vc não declarou exatamente o que está acontecendo, e nem precisa, mas pelo jeito todo mundo entendeu a mesma coisa.
    Amore, se vcs realmente estão se separando, me dê licença de falar algo pra vc:
    Já que nos abriu seu momento triste, vou me intrometer um pouquinho.
    Meus pais se separaram quando eu tinha 5 anos, Não tenho recordação nenhuma de um momento com meu pai pq depois que se separou da minha mãe, ele sumiu. Sim, sumiu de vez, nem visitas nem pensão nem telefonemas… nada.
    Eu, ao ir a escola, sentia uma imensa tristeza ao ver as crianças falando de seus pais… quando a profª mandava a gente se apresentar no primeiro dia de aula e todos falavam da mãe e do pai, eu sempre falava da minha mãe e sobre o meu pai eu dizia: Não sei .
    Minha mãe nunca falou mal dele para mim. Quando fiquei adolescente, e estava naquela fase complicada da idade, sempre me culpava pela separação deles. Dizia pra mamãe que ele foi embora porque não me suportava, que se eu não tivesse nascido, ela seria feliz porque ainda estaria com ele. Ela tentava me explicar que não tinha nada a ver mas eu não acreditava.
    Enfim, quando estava pra ficar noiva, desejei imensamente que meu pai estivesse em meu casamento porém ninguém há anos sabia onde ele vivia. Mas Deus tão Bom, fez ele, do nada aparecer, e ali ele começou a nos visitar. Minha mãe não proibiu meu contato com ele e o recebia normalmente. Depois que me casei, ele só foi no civil, não foi a festa e nunca mais o vi. Sumiu de novo sem deixar rastros. ninguém ouviu falar dele, e dez anos depois meu irmão (filho dele) me trouxe a notícia de que ele se foi pra sempre.
    Mas estou feliz de ter desejado e orado para que ele aparecesse e Deus cumpriu esse meu desejo. Minha mãe é a melhor mãe do mundo… sempre foi e ainda é mãe e pai para mim.
    Hoje sou mãe e sei exatamente que uma mãe abre mão de tudo pelo seu filho.
    Então toda essa história é para dizer Ana que independente de qualquer coisa que nos incomoda, que nos aflige ou nos irrita, temos que primeiro focar nos nossos filhos. Ver se nossas decisões serão boas para eles também pois elas podem fazê-los felizes mas podem frustrá-los pelo resto de suas vidas.
    A minha mãe não teve escolha, ela ainda tentou ficar com meu pai, mas ele acabou por ir embora de casa.
    porém, vc como mãe, sabe que nossos filhos são a prioridade.
    O casal tem problemas, tem tédios, tem chateações mas antes disso tem um vínculo eterno de serem pais. Ali está todo motivo do mundo para permanecerem unidos e lutarem para virar essa roda-gigante.
    Muitas vezes (falo por experiência própria), o filho pode até dizer que está tudo bem, que não liga, que tá feliz, mas no fundo, ele tá com a angústia, a culpa e a tristeza guardada pra chorar escondido, porque sabe que se desabafar para a mãe, ela vai ficar mal. Então Aninha, não tô querendo te ensinar nada mas pensa, vc e seu marido, pensem bem, milhões de vezes antes de tomar qualquer decisão. Busquem dentro de vcs e nos olhos de seus pequenos o verdadeiro sentido da vida, e vejam se vale a pena trazer feridas aos corações de todos. Pensem muito e creio que Deus vos guiará da melhor forma possível.
    O amor apenas constrói, nunca destrói. Os filhos são frutos do amor verdadeiro e nunca devem ser decepcionados!

    Ainda creio que vou ler um post lindo, com decisões certas e páginas novas de felicidades!
    Um beijo flor!

  35. Ana,
    Deite no nosso colo, deixe que cuidemos de você um pouquinho.
    Esqueça isso de “Por que falar sobre coisas não agradáveis em um lugar que não deixa de ser a minha diversão”,
    somos mais que isso, somos irmãs, amigas, família, você está mais presente no nosso dia-a-dia do que imagina.
    Estamos de abraços abertos para te acolher.
    Mil beijos!

  36. Nossa Ana, eu to arrasada agora. Eu acompanho seu blog há muito tempo, sempre amei tanto. Todos os dias quando chego ao trabalho eu tenho meu ritual. Primeiro meu e-mail depois seu blog.
    Eu me sinto péssima agora porque recentemente critiquei em um dos seus posts que suas últimas postagens eram propaganda. Me perdoa Ana! Não imaginei que você estivesse por um fio =( Me desculpe mesmo. Estou muito arrependida de ter escrito aquilo!
    De coração eu te desejo o melhor, pra mim vc é uma amiga.

  37. Ana, sou mais uma das pessoas que te acompanha há tempos e nunca comentou nada, aqui do meu cantinho me divirto, aprendo e me sinto estimulada com você. Hoje, não diferente dos outros dias, compartilho seus sentimentos e sofro com você, senti sua dor não só pelas palavras que li no seu blog, mas porque há 1 ano meu chão também se abriu e vi tudo despencar. Sei exatamente como é. Sei que no primeiro memento nada do que fala e ouve explica ou conforta o coração. Então, procurei uma pessoa que podia me ajudar, eu mesma. Quando me encontrei de verdade, me conheci de verdade fui atrás de outros que também me ajudaram entre eles Caio Fábio. Se puder, procure por ele na internet (caiofabio.com) leia sem preconceito, vai lendo e você verá tudo acontecer.

  38. talvez por ter passado por uma situação tão parecida.. 2 filhos , muito tempo de relacionamento , uma empresa junto e muitas mudanças …. fiquei encantada com os comentários , não só por demonstrarem vibrações positivas para ti , mas por , muitos , terem se exposto, aqui nos comentários, pela primeira vez…. assim como eu !
    Isso só me deixa uma certeza , as relações humanos, por mais tecnologia que exista, continuam “humanas”.. e isso por si só já é fantástico , vc se importar em deixar uma força, um vai com fé que tudo dará certo, mesmo não sendo habitual… só isso , Ana , já te encherá de alegria, mesmo que o momento seja de reflexão.
    Se cuida e vá em frente .. Enfrente mais essa , garanto, que tudo se ajeita, viu…. bj grande

  39. Ana, acompanho o blog desde a época do Rio de Janeiro, quando eu nem tinha uma casa pra chamar de minha….O fato é que a vida é mesmo assim, nos leva a lugares e nos propões caminhos e desafios que nunca,nem com a mais fértil das imaginações, conseguiríamos pensar. O fato é que as coisas se ajeitam, na hora da crise dói, a gente só vê a escuridão, mas depois vê que tudo foi pra melhor.
    Que o amor sempre permeie sua vida em todas as suas formas e que em breve vc construa uma nova realidade linda pra vc e os piolhos pq criatividade para se reinventar em novos lugares vc tem de sobra, sejam eles físicos ou emocionais!

  40. Oi, Ana!! Coloca nas mãos de Deus que ele há de acalmar seu coração ; ** — Ps. sendo o primeiro post que deixo e já faz 1 ano que acompanho o site… vale dizer que AMO tudo que vejo por aqui!!! Parabéns pelo seu trabalho, Ana!

  41. Ana, sinto muito pelo momento, mas pelo que vejo de você através das redes sociais, essa será mais uma mudança que você vai tirar de letra. Se permita sofrer agora, pois faz parte do fortalecimento. Tenho certeza que em breve você, assim como a bela Fênix, ressurgirá mais linda ainda! Beijos!

  42. Minha linda, estou passando pelo mesmo momento…e dói…dói muito! Acompanho seu blog faz um bom tempo e sei que você é uma pessoa de fibra, garra, guerreira, e isso vai passar sim, e ficarão aprendizados, lições que a vida nos deixa. Assim seja. Força pra ti e pra mim também! Um grande beijo.

  43. Oi Ana,

    Fiquei com o coração miúdo que só ao receber esse post no meu e-mail…
    Recomeços são sempre dificeis, mas, apesar de toda a dificuldade que é passar por um momento assim, que é estar no meio desse turbilhão de sentimentos confusos, tente se dar um tempo sozinha para ver com mais clareza o que vc está passando, talvez para encontrar uma solução ou ver se é realmente definitivo. Se assim for, se permita chorar, mas não duvide nunca do quanto você é abençoada, pois além dos seus dois pimpolhos maravilhosos, você tem muito mas muitos amigos, irmãs que você nem imagina! Estamos separados mas juntos a você de coraçao nesse momento; te enviando boas energias e vibrações de amor para que isso passe por esse momento e se reerga mais forte do que nunca. Você semeou tantas coisas bonitas nas vidas de todos nós, sinta-se abraçada. Tenha certeza que vc está em minhas oraçoes!

  44. Oi Ana, visito seu blog desde sempre, leio tudo, amo tudo, mas quase nunca comento, sinceramente não entendi bem o que está acontecendo, mas tenho esperança que o que li nos comentários anteriores não seja verdade, espero que vocês não estejam se separando, mas se for isso que está acontecendo, saiba que é só uma fase que irá passar, já passamos por isso aqui em casa, crises vão e vem, umas rápidas, outras mais longas, mas passam… separar quase nunca é a melhor saída, fico aqui orando por vocês e com a certeza que seja lá o que for que esteja acontecendo, passará, tudo passa e no final SEMPRE estamos mais fortes!

  45. Nó na garganta ! Mantenha fé e tudo dará certo. O que virá a seguir não sabemos e não temos como adivinhar. Que Deus ajude vc nessa nova vida, e assim que tudo se acalmar estaremos esperando por vc! bjs

  46. Amiga linda do meu coração! Vc já sabe que #tamojunta sempre! E estarei aí pessoalmente daqui algumas semanas pra arrumar a casinha nova! Como te admiro, mulher! Calma, que o luto tá no final, mesmo sendo a luta diária! Um beijão no coração!

  47. Ana, engraçado ler seu post… já passei por isso e me identifiquei com o seu “modo” de falar sobre o assunto. As mudanças na vida da gente são assim mesmo, as coisas vão acontecendo mudando machucando e quando a gente menos espera melhoram… dói… dói sim e muito! Mas viver a dor faz parte de nosso crescimento não só como pessoa mas como força de família, que seus filhotes lindos vão precisar muito. Deve ser estranho ler um tanto de comentários de gente que vc nem conhece, falando de algo da sua vida que nem temos noção. Mas blog é assim mesmo. Te admiro pois tenho um “blogfoto” justamente porque não tenho a coragem ser franca e aberta ao mundo como você é em seus posts. Parabéns por ser o que você é, força e nós continuaremos aqui a acompanhar o #ACQMVQ sempre! Tem uma frase que eu costumo me lembrar muito quando tenho problemas que é “Todo mundo vê as pingas que eu tomo, mas ninguém se preocupa e vê os tombos que eu levo”.

    Tome muitas cachaças e seja feliz com saúde! O resto a gente dá jeito!

    Não credito em Deus mas acredito na força do pensamento e nas energias que ele (pensamento) irradia. Ficarei aqui com meu pensamento enviando a você muitas energias positivas!

    Um forte abraço daqueles de esquentar coração!

  48. Querida,

    Parece até que te conheço, mas adoro as coisas que vc posta e escreve, há uma identificação, então, por essa nossa amizade virtual, te digo para segurar firme, respirar, que tudo vai passar, se resolver e ficar bem… Passarinho na tempestade corta o coração da gente, mas estou na torcida pra passar tudo bem rápido.

    beijos e conte comigo
    Thaís

  49. Há algum tempo acesso seu blog com frequência pq gosto muito do conteúdo e da maneira com que escreve. Nunca comentei.
    Hoje, ao acessar, fiquei surpresa com seu último post. Sei que não nos conhecemos, mas quando lemos sempre as palavras de alguém nos tornamos próximos (nós, os leitores. os que escrevem continuam sem nos conhecer!). Eu, por exemplo, sempre me senti muito amiga do Saramago e do Cristovão Tezza. Moro em Curitiba, na mesma cidade do Tezza, mas nunca o vi pessoalmente. No entanto, sinto que o conheço bem e tenho por ele enorme simpatia.
    Também tenho essa simpatia pelas pessoas que leio nos poucos blogs que acompanho com frequência. Por isso, decidi escrever. Como se vc fosse uma das minhas amigas mesmo.
    Queria só desejar coragem neste momento. Coragem para enfrentar a situação, na certeza que é com coragem que mudamos o que nos incomoda, que aprendemos e que deixamos nossa zona de conforto.
    É preciso coragem para chorar, lamentar nossos erros, nossas fraquezas! E depois é preciso coragem para limpar a poeira… coragem para levantar do chão, encarar a vida nos olhos novamente e continuar. Coragem 🙂

  50. Ana, sinta-se abraçada. Você é muito amada e logo essa turbulência vai passar, se acalmar. Receba todas as boas vibrações que estamos mandando. Estaremos com você sempre! beijos

  51. Daqui do outro lado da tela o que enxergo é a verdade que você coloca em tudo o que faz. Foi rápido gostar do que vc escreve, das suas ideias, da sua família linda… Lembrando aqui de outra frase boa para esses momentos “a gente nunca perde: ou ganha ou aprende”. Eu rezarei sim. Para que não lhe falte saúde, nem essa inspiração que deixa nossos dias virtualmente mais bacanas e para que apenas passe.

  52. Ana, querida, qualquer coisa que se fale agora é inútil, por isso te mando um Quintana:
    “No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas
    que o vento não conseguiu levar:
    um estribilho antigo
    um carinho no momento preciso
    o folhear de um livro de poemas
    o cheiro que tinha um dia o próprio vento…”
    Grande beijo em tua alma.

  53. Estarei torcendo por você e esperando pelo retorno. Que esta pausa seja mesmo um marco e uma oportunidade de novas descobertas, novas alegrias. Luto muito pelas famílias e sou a favor de que elas “deem certo”, o que me parece óbvio acontecer com vocês, quando escreves que há uma “parceria infinita”. Que Deus te encha de sabedoria e muita paz nesse tempo. Queria mesmo era te dar um abraço beeeem apertado, cheio de amor (sente ele daí?). Beijos querida! te aguardamos.

  54. OLHA, NUNCA COMENTEI NEM AQUI NEM NO INSTA.
    ESTÁ ACONTECENDO O MESMO COMIGO. A GENTE NUNCA ESTÁ PRONTO PARA ISSO. NUNCA ESPERA ISSO. MESMO SABENDO QUE O PRA SEMPRE, SEMPRE ACABA. NESSAS HORAS NÃO HÁ O QUE DIZER QUE CONFORTE. A GENTE SABE QUE DEUS FAZ O MELHOR, QUE TUDO TEM SEU PROPÓSITO. MAS NOSSA VIDA NÃO É SÓ ISSO, APENAS FRASES PRONTAS E DE IMPACTO. EXISTEM MUITOS PORÉNS. MUITA COISA QUE SÓ A GENTE QUE VIVEU SABE E RELEMBRA A TODO INSTANTE. PERDI MEU CHÃO. ESTOU ATÉ AGORA PERDIDA. TENHO MINHA FILHA DE 2 ANINHOS. MESMO QUE NÃO LEMBRASSE DISSO TODO MUNDO VEM ME LEMBRANDO DISSO CONSTANTEMENTE COMO SE EU NÃO SOUBESSE. MAS ANTES DE TER ELA EU ERA EU. ÚNICA. E AGORA ESTOU SENTINDO ESTE VAZIO QUE NÃO PASSA.
    NÃO HÁ O QUE TE DIZER. APENAS QUE SINTO MUITO E SEI COMO DÓI. NÃO DESEJO ISSO AO MEU PIOR INIMIGO.
    SABEMOS QUE A VIDA SEGUE E O MUNDO NÃO ESPERA A GENTE LEVANTAR. MAS SE PRECISAR EU ESTOU AQUI TAMBÉM. UM BEIJO E UM ABRAÇO FORTE.

  55. Oi Ana,desde o inicio acompanho o blog,o insta e o face com muita ansiedade pois considero o que melhor retrata todo esse universo de mão na massa que eu amo.
    Sei que agora é uma tempestade na tua vida,mas quando virar calmaria tudo vai fazer mais sentido.Até lá chora,esperneia, faz o que tiver que fazer pra ficar bem.Muita luz e amor no teu caminho,é o que desejo de coração.
    Beijo apertado!

  56. Poxa, já me sentia uma “amiga” do blog “amiga” de vc, pois sempre passo aqui no blog pra dar uma espiada e fiquei triste e senti a sua dor tb! Mas Deus com certeza vai te ajudar nessa tb, confie em Deus e tudo se ajeitará.

    Abraço beeeem apertadinho.

  57. oi Ana….sinta se abraçada…mesmo que virtualmente por nós,seus seguidores….choramos com você e torcemos para que dê tudo certo….Deus tem sempre um caminho na tormenta….bjs

  58. Querida Ana,

    Nossas vidas são feitas de ciclos. Você está encerrando mais um agora.
    Tudo na vida vale a pena. Foi bom enquanto durou.
    Agora vida nova. O importante é ficar a amizade, pois vocês têm muitas coisas em comum, que não podem ser desligadas da noite para o dia.

    Muita sorte pra você nessa nova fase.
    Novo ciclo se abrindo.

    Grande beijo no coração

  59. Você é uma guerreira, sei que temos fases boas e outras não tão boas, mas tenha fé e tudo irá se ajeitar, agradeço pelo respeito , e consideração que tem por nós leitoras, vou orar por você.
    Abraço !

  60. Olá, Ana.
    Nada acontece por acaso. Esta etapa da sua vida com certeza será um fortalecimento para o seu coração. Deixe acontecer e avalie tudo o que foi bom prá você. Espero que continuem amigos e que seus filhos continuem tendo um grande pai. Só o tempo ajuda o coração. Forte abraço e muita luz.

  61. Querida Ana… não teve como não sentir essa dor com vc!
    Deu um aperto no coração… tinha em vcs um casal sensacional…. mas enfim.. a vida é assim e o melhor disso tudo são os pequenos!
    Certo dia li esse texto e achei mega interessante .
    Colocarei vc em minhas orações e tenho a certeza que ficará bem!
    Um beijo bem grande cheio de força!
    RELACIONAMENTOS
    “Sempre acho que namoro, casamento, romance tem começo, meio e fim. Como tudo na vida.
    Detesto quando escuto aquela conversa:
    – ‘Ah,terminei o namoro…
    – ‘Nossa,quanto tempo?’
    … – ‘Cinco anos… Mas não deu certo…acabou’
    – É não deu…?
    Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou.
    E o bom da vida é que você pode ter vários amores.
    Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.
    Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?
    E não temos esta coisa completa.
    Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama.
    Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
    Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
    Às vezes ela é malhada, mas não é sensível.
    Tudo nós não temos.
    Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.
    Pele é um bicho traiçoeiro.
    Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico; que é uma delícia.
    E as vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona…
    Acho que o beijo é importante…e se o beijo bate… se joga… se não bate…mais um Martini, por favor… e vá dar uma volta.
    Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra.
    O outro tem o direito de não te querer.
    Não lute, não ligue, não dê pití.
    Se a pessoa tá com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não.
    Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
    O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta.
    Nada de drama.
    Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro, recessão de família?
    O legal é alguém que está com você por você.
    E vice versa.
    Não fique com alguém por dó também.
    Ou por medo da solidão.
    Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado.
    E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.
    Tem gente que pula de um romance para o outro.
    Que medo é este de se ver só, na sua própria compania?
    Gostar dói.
    Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração. Faz parte.
    Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro universo
    E nem sempre as coisas saem como você quer…
    A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
    Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é terapeuta.
    Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.
    Na vida e no amor, não temos garantias.
    E nem todo sexo bom é para namorar
    Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar.
    Nem todo beijo é para romancear.
    Nem todo sexo bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar.
    Enfim…quem disse que ser adulto é fácil?”
    FATO – No tempo certo…Na hora certa..

  62. Ai… um beijo e abraço fortes e o desejo de que seu coração e sua vida sejam tomados pela paz que excede todo entendimento. Confia em Deus e deixe que ele guie teus passos quando não der pra enxergar onde os pés devem pisar. Estaremos aqui quando quiseres voltar.

  63. Te desejo felicidade! Que você a encontre seja qual for o seu caminho.
    Todas nós amamos o seu blog e estamos torcendo muito por você.
    beijos no coração

  64. Ana, tantos anos passo por aqui e nunca comento, sempre admirei tanto essa sua força, sua alegria…sinto muito mesmo! Sinta-se abraçada por todas nós, leitoras desse cantinho encantador, que tanto adoramos vc, seus filhotes lindos e sua imensa criatividade… Tire o tempo que precisar, quando voltar estaremos de bracos abertos aqui, te esperando .. Muita luz, forca e sabedoria a todos! Grande beijo!

  65. Antes de qualquer coisa eu queria muito te dar um abraço,de verdade. Mas,vou fazer o que nos pediu, vou rezar por você. Sempre te acompanhei, nunca comentei…. só que hoje não podia deixar passar em branco. Boas energias para você Ana, que é muito querida por todos nós.

  66. Olá, Ana
    Também não te conheço. Já acessei seu site algumas poucas vezes e gostei muito.
    Alguém criativa e alegre como você se recupera de qualquer perrengue.
    É só esperar o tempo passar após o necessário período de luto por qualquer situação difícil.
    Muito boa sorte,
    Elaine

    Nossa!!!, lendo muitas das postagens, fico vendo como você é querida!!!
    Parabéns!

  67. Olá, nunca comentei aqui, mas lendo esse post não tive como não comentar. Sinto muito por você, imagino que não deve ser fácil tomar uma decisão que vai mudar a vida de vocês e dos seus filhos, e de todos a sua volta, imagino que a dor é tão grande que não cabe no peito. Mas te digo uma coisa, apenas vocês dois sabe o que é melhor para vocês como indivíduo e como casal, e também não sabemos o que os motivou a tomar essa decisão. Também acredito que casamento é para sempre, mas não podemos julgar o casamento alheio, pois só o casal é que sabe o que se passa entre quatro paredes. Ninguém se separa da noite para o dia, geralmente isso vem de meses e em alguns casos até anos. Mas busque de Deus, se apega a ele, ore/reze pede luz, pede sabedoria, pois vocês tem filhos e isso refletirá muito na vida deles a forma como vocês vão lidar com esse momento. E se puder dar uma chance a vocês, dê!! Mas se tiver que recomeçar, recomesse de cabeça erguida, chore o que tiver que chorar, mas não deixe que a tristeza lhe tire a essência, a vontade de lutar, de ser feliz e de fazer seus filhos felizes!!! Lhe desejo toda a sorte, sabedora e paz do mundo! Que Deus esteja sempre com você e sua familia!!! Beijus querida!!! Força, Foco e Fé.

  68. Ana você é mais forte do que imagina e mesmo nesse momento difícil de mudanças consegue nos mostrar que sim, com fé, coragem e determinação tudo é possível. Deus te abençoe.

  69. Força, Ana! Seja onde for, aqui ou ali, queremos te ver bem. O vento pode soprar mas não vai te derrubar porque Deus está contigo.
    Um abraço amigo de quem te admira e ama esse blog.

  70. Ana,um dia li um texto q fazia uma comparação entre filhos e casamento.Falava q os pais não desistiam d seus filhos,ou trocavam c os filhos dos vizinhos p eles terem feito algo errado,nos machucado,decepcionado ou ferido. O amor continuava ali forte,capaz d perdoa, d lutar, d recomeçar… Relacionamento não vem pronto e nem é perfeito . É possível qd existe amor e vontade d mudanças, escrever uma nova história. Qualquer novo relacionamento trará renúncias,exigirá trabalho, tempo, vontade,confiança. Então q façam a melhor escolha, o velho pode s tornar novo. s existe amor lutem. Estamos aqui torcendo por vcs e pedindo a Deus q conceda a vcs uma nova chance.Bjs n coração.

  71. Ana,
    Agora pode não parecer… Mas passa e você se reinventa e se torna outra sem sentir,te garanto! Deus te abençoe,bjo.

  72. Ô minha irmã…..sou leitor antiiiigo do seu blog, que, inclusive, me serve de inspiração pra quando for criar o meu. Nunca comentei nada até hoje, pois achava tudo que você fazia tão legal e bonito que nem havia o que comentar. Porém, hoje, senti aquela tristeza que dá na gente quando vê um amigo sofrer….talvez senti isso pois me sinto seu amigo (cibernético, mas amigo). Então, Ana se você crê em Deus, ore a ele pra que ele te oriente em sua caminhada, e te dê o ombro amigo e o conforto necessário nesse momento que você vive.Se não, ore também, para você mesma, pois Deus existe em seu coração e sua consciência.Do lado de cá da tela, tem um leitor que vibra por você e ora pra que você, depois desse rebuliço todo, siga em frente. Abraço, que Deus te guie!

  73. Ana, não tem como não comentar este seu post…como sua leitora assídua, me sinto um pouco sua amiga também e sua tristeza vira um pouco minha…sempre muito triste uma separação.
    Só posso dizer que sim, vai passar! É claro que vai demorar pras coisas se ajeitarem, mas ainda assim tem a sorte de ter seus “pioios” (e vamos combinar que com dois meninos pra cuidar fica difícil até ter tempo pra curtir uma fosse) e um blog e lojinha de sucesso pra tocar, então, apesar dos pesares, da imensa tristeza, bora sacudir a poeira que tú é guerreira!
    Eu daqui do interiorzão de São Paulo fico na torcida pra que tudo seja superado da forma menos dolorosa possível,
    Um beijo cheio de carinho, Taísa.

  74. Nossa Ana que momento difícil pra todos vocês né…Eu só tenho a dizer é que você estará em minhas orações. Aos amigos que tem comentado o post tenho a dizer que bom que todos amamos a Ana… mas terapia é um caminho longo e o terapeuta ele de fato nos saca logo de cara, mas ao mesmo tempo ele não joga em cima de nós todas as informações… elas acontecem de forma pedagógica e ainda assim dói muito. Embora li muita coisa boa… mas que talvez num momento tão doloroso pode cair mal no coração da pessoa, pode trazer um peso a mais…E Ana querida terapia sempre é bom nos dá um norte, principalmente pra amparar seus filhotes lindos, que podem ficar confusos neste começo. Que Deus te guie em teus caminhos e decisões.

  75. Sempre leio suas postagens, sem comentar apenas na janelinha. Hoje no entanto, fiquei triste devido a sua tristeza.
    Tudo passa… nada como um dia após o outro. Que você tenha sabedoria para tomar as decisões, não se precipite …
    Que Deus te dê o equilíbrio necessário para enfrentar este momento delicado. Um grande abraço.

  76. Ana, nada na vida é por acaso. Aprender a deixar ir talvez seja um dos maiores aprendizados da vida, e o mais difícil, mas nos faz crescer. Boa sorte, bom recomeço.

  77. Força! Passe por tudo que tem que passar, sem pular nenhuma etapa, mas no final, seja como for você sairá vencedora, pois escolhas são feitas e o importante é encara-las. Fácil falar? Sim. Fácil sentir? Não! Mas pelo que vemos aqui no blog vc é capaz! Corajosa e escrever o que escreveu. E com certeza estaremos aqui te dando toda força e pensamento positivo e principalmente esperando por vc, quando vc puder, pois vc torna nosso dia-a-dia mais colorido com suas ideias, posts e declarações!

  78. Ana, sabe aquele momento em que queria ser muito sua amiga pra te abraçar, te confortar, te levar pra distrair, contar uma piada, levar us mininu pra tomar sorvete pra tudo cicatrizar rápido…então….mas sinta minha vibração positiva…tudo vai se acalmar…tudo vai…

  79. Gosto muito do seu blog, da sua família que é linda e desejo que vcs resolvam as coisas da melhor maneira possível em nome de Jesus. Acho que é só o que posso falar e que vou estar orando por vocês, pra que vc seja forte e que dê a volta por cima.
    Fica com Deus Ana, que Ele te proteja sempre em todos os momentos da sua vida.

  80. Ana, acompanho seu blog já faz algum tempo. Sou amiga da Marcinha da Temco (ela namorou meu irmão ha muito tempo atrás)…Hoje ler sua post me deixou c lágrimas nos olhos…De coração, desejo que essa fase triste passe e tudo dê certo pra vcs.

  81. Separações mexem de mais comigo, sei q na verdade nem conheço tu e o Leo, mas fiquei mto triste com esse post. Sei q não ajuda em nada eu dizer q achava vcs o maximo juntos, mas mesmo q tenha uma pausa ou um fim tu vai poder olhar pra tras e dizer “valeu a pena!” Torço pro teu bem seja junto ou separada e que venham dias melhores! Bjos

  82. oi menina, acho linda vc e tua familia, quero te recomendar o livro casamento blindado, tjsransformou minha vida.Deus te abencoe.bjs

  83. Incrível. Como são as coisas , conheci o blog,hj a uma semana de separadá, como fiquei na casa a estou a procura disisperada de mudar tudo pra ver se para de doer,estou lendo as respostas de tudo para ver se consigo me conforta também, me sentindo muito sozinha pois era só nos dois. Obrigado por poder ler essas mensagens .bjs te desejo a maior sorte d força

  84. Seu momento é tão sério e doloroso que não tenho a pretensão de te ajudar mas minha admiração, carinho e respeito por você são tão grandes que não podia deixar passar em branco. Então … que ao ler estas palavras receba amor em um abraço muito apertado com sabor de brigadeiro. Demore o quanto precisar estaremos aqui te esperando de braços e sorrisos abertos. Mais uma fã rezando por você e lhe enviando as mais sinceras energias positivas.

  85. Ola Ana! Fiquei emocionada com seu post. Sei bem do que está falando! Fiquei aqui com uma dorzinha e torcendo pra que tudo dê certo, porque a gente acaba se sentindo meio amiga, meio cúmplice das blogueiras que amamos! Sei que não será fácil, mas você dizer que não é o fim e sim um novo começo, me deixa feliz. É isso aí, feliz vida nova pra você!!! Estamos aqui, se precisar!!!! Bjs e sorte.

  86. Você é muito importante pra mim. Não nos conhecemos mas através do seu blog você me alegra e incentiva.Percebi nos comentários o quanto é querida, então, saiba que pode contar com minhas orações.Com carinho, Cláudia.

  87. Oi Ana, acompanho vc e seu blog desde o tempo que vcs ainda moravam aqui no Rio. Naquela época me encantei por esse negocio de blogs, criei um e comecei a seguir um monte. Hj mal tenho tempo de atualizar o meu e continuo seguindo uns dois ou tres – se não me engano- e o seu é um deles. Fiquei triste de ler o seu depoimento e pelo que entendi vcs estão se separando… se for isso mesmo querida, conselho de quem ja passou por isso.. força… tomara que vcs possam continuar a ser amigos como eu consegui com o meu ex e fez muita diferença na vida do nosso filho – que mesmo assim sentiu muito. Desejo muita paz pra vc e conte com os amigos, com a familia, é importante. Que Deus abençoe vcs! E mesmo não te conhecendo pessoalmente tenho um carinho especial por vc, engraçado sso ne? Coisas da era digital, mas quem sabe não vai te ajudar muito saber que tem um monte de gente que gosta de vc e te deseja tudo de bom. Abraço grande!

  88. Acho q esse é um daqueles posts q a gente queria q fosse um pesadelo e q ao acordar, a gente fosse reler e veria q foi mesmo…fiquei parada ao ler, sem ação e com o coração partido por vcs…sou solidária à família e espero q vcs consigam se refazer o mais rápido possível e q os filhotes
    não sofram tanto, qto vcs estão sofrendo. Bjs…força pra todos!!!!

  89. Desejo que Deus ilumine seu caminho, acalme seu coração e que lhe dê força e coragem! Queria escrever mais — porém sou péssima para mensagens mais pessoais. Mas tenha certeza que simpatizo muito com você e torço para que logo logo a vida volte a sorrir para você!! Abraço carinhoso,
    Sílvia

  90. Ana, acompanho teu blog a quase três anos, fico fuçando por aqui até a madrugada, mas nunca fui de comentar. Hoje é impossível deixar de te dizer algo.. Li teu texto, o peito apertou e parece que o coração ficou pequenino. Desejo que você encontre no meio dessa confusão o equilíbrio necessário pra seguir em frente. Desejo muita paz e alegria pra tua vida. Um cheiro grande nos teus pioios. Fica com Deus.

  91. aninha, recentemente perdi meu cachorrinho, que era meu filho mais velho! Uma doença terrível o tirou de mim em uma semana! Aprendi que nunca podemos julgar a dor das pessoas…cada um sabe o que lhe doi, lhe afeta! São quatro meses e não parei de chorar um só dia! Dizem que passa, estou aguardando! Queria ter a fórmula para te ajudar a parar de sofrer, mas não tenho! Digo apenas que agradeça aos céus de ter perdido alguém que ama para a vida! Vcs vão se reerguer! Perder para a morte é que não dá jeito

  92. Querida Ana, sou leitora assídua do seu blog mas por ser muito reservada nunca entrei em contato com vcs… fiquei muito triste ao ler este post, me casei aos 19 anos ainda muito novinha, passei por momentos maravilhosos e outros bem difíceis, hj 20 anos depois e dois filhos tenho a certeza de que o casamento como uma plantinha precisa ser cuidado diariamente e que é muito difícil manter ele vivo.
    Desejo que vcs consigam passar por este momento com tranquilidade e que tudo se acerte da forma que for melhor pra vcs, pense positivo sempre e não acredite nunca que o seu casamento não deu certo, ele deu certo sim e foi maravilhoso durante o tempo em que vcs estiveram juntos.
    Um beijo com muito carinho pra todos vcs : )

  93. Ana, me separei há três meses, eu decidi sair de casa porque não dava mais certo, depois de muito refletir percebi que nossos caminhos não eram os mesmos. Por incrível que pareça não derramei uma lágrima durante todo esse tempo (e olha que sou chorona), virei uma rocha… Porém, ao ler o seu texto as lágrimas me escaparam, não tive forças pra segurá-las.. não sei se por vc, ou por mim, ou por nós duas… Não é um momento fácil, mas vc vai passar por isso e vai ficar tudo bem!! Sinta-se abraçada… um beijo grande!!

  94. Li o post com um pouco de atraso, mas fiz questão de vir aqui dizer: fica bem! Estamos torcendo pra vc, o que for melhor, sempre!
    Grande beijo!

  95. Ana, não estou na ‘sua pele’, mas seja o que for continuei com seus trabalhos, vc tem muito talento e a vida é a gente mesma, um dia os filhos crescem, e sua vida terá que continuar ( acho a parte mais difícil), já tive varias perdas e acredite passa e nós torna mais forte.

  96. Oi Ana,
    Estou tão sumida da ¨blogosfera¨ essas últimas semanas por conta de final de semestre, mais tcc que tô por fora. Mas hoje entrei para postar um texto de um dos parceiros do blog e pensei poxa faz tampo tempo que não visito a Aninha e família, deixa eu ir até lá ver o que eles andam aprontando… e… pra minha surpresa me deparei com esse texto, fiquei parada, sem saber o que dizer, e pra falar a verdade, até mesmo sem saber o que pensar… fui reler novamente, com o coração apertado e olhos lacrimejando, não aguentei,… é com uma tristeza tão grande que entendi. Não tenho palavras… na verdade, toda e qualquer palavra não será capaz de passar a dor, mas quem sabe aliviar. Mas desejo do fundo do meu coração que tudo se ajeite por aí, acredito em Deus, e coloco tudo nas Mãos dEle, me permita entregar todo o momento vivido por vocês. Seja lá o que for, seja feita a vontade dEle.
    Um beijo e grande abraço, apertado e cheio de carinho para essa família tão amada por todos nós do lado de cá!

  97. Ola Ana, quase nunca comento mas agora que li não dá. Vai passar querida, vai passar. O luto é necessário….não há como não lamentar, dói ver que tudo que a gente imaginou não vai acontecer. Espectativas. …. sonhos….. e de repente muda tudo. Passei por isso (praticamente na encarnação passada), passei. Outros tempos e ventos vieram. Doi mas não doi pra sempre, e nem deve. Dê-se um tempo pra ser infeliz (nao muito, por favor) , depois disso …… olhe bem pra vc….. por dentro e por fora…… conhece alguém que mereça ser mais feliz que você? Vambora menina, que a vida é curta. Juventude, carisma, força pra trabalhar e filhos lindos e com saúde. Pode ter certeza, é a receita pra ser feliz. Bjo pra você.

  98. Ana, passei pela mesma situacao ha sete anos e sou grata por ter voltado atras e refeito meu casamento. O divorcio nao esta afetando so voce mas seus filhos tambem. A menos q seja um caso mais grave releve os defeitos, os desentendimentos do dia-a-dia, as criancas sao mais felizes qdo tem os pais juntos todos os dias ali cuidando do ninho. Vcs formam um casal bonito, nao deixe q as tempestades da vida apague esse amor entre voces. Qdo estava a beira de um divorcio meu pastor me disse uma coisa certa: A gente sai de um problema e acaba entrando em outro. Os problemas sempre vao exixtir, acho q um casamento e feito de sacrificios e no final das caontas tudo vale a pena. Na epoca alem dos problemas pessoasi tb passava por problemas financeiros com meu marido, foi quase o fim. A vida e assim, feita de altos e baixos mas familia e algo sagrado, seja na saude ou doenca. Eu so recomendo o divorcio em casos extremos que espero e acho que nao e o seu caso.

  99. Não gostei disso não,Aninha!! Espero em breve,por notícias melhores…esta história já deu certo…só uma fase a ser superada!!
    Beijinho carinhoso e otimista pela união de vcs!!

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here