Um quarto cheio de cores sem pesar na mão

Quer um quarto colorido, mas sem fugir muito da regrinha da tranquilidade? Cores mais relaxantes e suaves na parede? Ok, ok…

Quero te propor pelo menos ousar um “tiquinho” mais na pintura, afinal, você não veio aqui somente para olhar aquilo que já está cansado de ver.

Esse quarto é de uma adolescente que mora em Chicago, e foi publicado lá no A.T. Vi nele uma boa oportunidade de te convencer: Você pode apostar num dormitório colorido sem ser cansativo ou extravagante.

quarto1

Três cores numa mesma parede? Sim, sim, Salabim. Adicione uma geometria muito bacana, que anda super em alta (E o fato de ser uma tendência não quer dizer que no próximo mês você já vai ter que pintar novamente, não vem com esse papo heim? Se gostar dura o tempo que você quiser).

A decoração foi inspirada no design escandinavo, que com uma estética bastante simples e um amor muito grande pelo branco, tem estado cada vez mais presente na casa de muita gente.

quarto2

Vamos combinar que essa cama é lindíssima, as mesinhas laterais super estilosas, os fios de lâmpadas enroladinhos dão um charme e  e essas simetria que todo o ambiente traz,  deixa realmente tudo muito confortável aos nossos olhos né?

quarto3

E como a beleza também mora nos detalhes…

quarto4

É isso leitorinho do meu core, se agarre com a fita crepe e faça as marcações na parede. Escolha cores que te agrade e vai com fé. Você consegue que eu sei.

Aaaah, viu que você, que tem medo de pesar a mão nas cores, pode encontrar um meio termo e se jogar? #desde83influenciandopessoas.

Agora ficou curioso e quer espiar um pouquinho mais desse quarto, mais detalhes e a carinha da dona?? Assista o vídeo que é LINDO demais da conta:

 

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

1 Comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here