Sobre postagens e blog

O ACQMVQ já foi a minha principal atividade, amo escrever sobre os temas maternidade, decoração e afins, e já ganhei uma grana boa com isso (Que me sustentou nos últimos dez anos de diversas formas. Seja com publicidade ou empreendendo). Hoje tem sido muito mais difícil chegar aqui com posts diários, e como venho falando já há alguns anos, tenho aceitado que só dá pra se mostrar com conteúdo interessante e relevante, e que isso tem que fazer parte de todo um investimento, inclusive de tempo, então tá tudo bem. Sem cobranças. Entrei também em um processo de “livramento” (haha) em relação a vaidade que traz os números, acessos e estatísticas, e ainda que eu pague um preço alto por isso (menos parcerias/menos grana), foi válido pra focar na primeira infância do meu filho caçula, por exemplo.

Mas sei que nasci pra escrever. E isso não quer dizer que eu tenha necessariamente uma habilidade pra isso. Sei pq GOSTO de escrever, de ler, de me comunicar com duas ou dois mil pessoas. Sinto prazer em colocar pensamentos nas pontas do dedos que teclam numa fluidez muitas vezes me fazendo até publicar sem ao menos revisar ou mudar parágrafos. Por isso, e por mais um tanto, que ainda estou aqui, sem data de partida. Quero o ACQMVQ vivo por mais dez anos, mesmo que a onda agora seja do Youtube, dos Podcasts, do Instagram e da velocidade que as pessoas exigem.

Estarei na resistência, de forma um pouco contida (ou não), mas estarei. Ainda nesse movimento que é colocar emoções, um pouco de conhecimento e experiências numa página publicada na rede mundial de computadores, porque é tão prazeroso ter um blog. Recomendo. Não deixem seus blogs preferidos morrerem, Façam seus blogs também e escrevam sobre o que amam (Aqui tem um passo a passo de como criar um).

Até já.

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

6 Comentários

  1. Ana, adoro seu blog e como você escrevem. Te acompanho há muito tempo. Adoro ver a sua realidade, me inspirar com posts lindos e até mesmo com decoração nunca vou fazer… Não deixe de postar. Bjs

  2. Essa Ana é um amorzinho mesmo né <3 Eu não guento mais esse fuzuê de excesso de informação e tenho saudades dos tempos bloguisticos. Ai vem vc com esse e-mial-post <3
    Continuaresmos aqui sim!
    E vc continue ai simmmmm! PLEASE!!!!

  3. Nada de receios. Você é boa no que faz e inspira outras pessoas. Continue com seu melhor, na proporção quer der, de seu tempo, de sua grana, de sua gana. Gostamos, entendemos e acompanhamos.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here