Os anos passaram…

Aos 10 anos, pedi para que meus pais me levasse pra morar na casa da minha avó. Não sei bem o que leva uma criança a tomar uma decisão dessas, muito menos o que faz com que seus pais aceitem, só sei que fui e morei lá por um ano. Na casa dela tinha um quarto só pra mim,uma mini Aninha vivia ali dentro, trancada e sozinha, por opção. Saia dali somente pra ir ao colégio e quando voltava, tomava um banho, comia algo e voltava pro meu canto, lia e estudava por horas.

Vivi um ano assim, aos 10. Era uma menina calada, solitária e não lembro se era a pessoa mais feliz do mundo, só sei que gostava de viver daquele jeito.

Também não lembro quem me tirou dessa condição, pra onde eu fui aos 11 e qual era a frequencia que meus pais me faziam uma visita. Não lembro o porquê das coisas terem acontecido daquela forma, mas lembro que foi uma decisão minha e até hoje a minha avó diz o quanto fui tão velha quanto ela e o quanto somos parecidas de cabeça, pois temos histórias  “semelhantes” e tomamos decisões que chocam.

Hoje é meu aniversário e sinto um desejo imenso de voltar naquele quarto, naquela casa antiga que passei meus dias deliciosamente solitários. Chegar ali e encontrar as coisas exatamente como eram: O lençol da cama, minha toalha dobrada em cima da mesinha, meu primeiro sutiã dentro da gaveta da cômoda e o meu diário de cadeado.

Seria um bom presente.

(Aniversário é o dia que escolho pra me fazer companhia, é nostálgico, é reflexivo e é bom pra pensar no que vem por ai).



Imagem: Flickr

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

39 Comentários

  1. Aninha querida, meus mais sinceros PARABÉNS.
    Esse post me fez concluir que você é adulta! (só por hoje).
    Muitas felicidades, mente quieta, espinha ereta, coração tranquilo, coisas bonitas, seios fartos, filhos fortes (vixe).
    Tudo de bom, de ótimo, de classe A
    Bjo

  2. A gente sempre fica nostálgica no nosso aniversário, né? Mas acho gostoso curtir esta nostalgia, a saudade… Faz bem! Faz a gente lembrar como somos e traços da nossa personalidade que não mudam.

    Feliz aniversário novamente! =) Que você consiga curtir seu dia, se transportando mentalmente para o quartinho na casa da vó!

    Beijos

  3. Linda história, Aninha.
    Parabéns, muita saúde, paz e amor junto de sua linda família.
    Um lindo dia de niver pra você.
    E tenha certeza, com 10 anos já era uma sábia menina.
    Beijocas.

  4. Ana, adorei seu texto de aniversário. Parabéns por mais um ano. Espero que o amoer do seu companheiro e do seu filho sejam tão acolhedores quanto aquele quartinho na casa da sua avó. Um xero de uma pessoa que sempre se sente acolhida com os seus textos.

  5. Oi Ana!
    Feliz aniversário!
    È muito bom lembrar daqueles dias em que mesmo não entendendo porquê, gostamos tanto…é sempre bom lembrar do passado de maneira saudosa e saúdavel…
    Feliz aniversário e que Deus te abençõe nesse dia!!!!
    BEijos!!!

  6. Ai,ai. Vai lá a gente tentar resgatar o vivido. Viver novamente impossível, guardar com afeto é o melhor e sempre que precisar é só buscar no baú das memórias os “guardados de afeto.
    Amei ler seu texto.
    Bjs

  7. Aninha, parabéns pelo seu dia, que todos seus desejos se realizem e que tudo de melhor na vida venha a cada dia.
    Espero que a Aninha de 10 anos, decidida, reflexiva viva sempre dentro de vc.
    Bj

  8. oi Aninha!! Que história bonita!! Tbm fui criada pela minha vó… e sinto muita falta dos meus filhos serem criados longe das avós deles!!!

    Parabéns, minha linda!! Que vc seja muito feliz!!

    beijinhos

  9. Aninha querida! Adorei conhecer um pedacinho de sua história na infância, um dia eu te conto uns flashbacks da minha, que por sinal tem trechos bem bizarrinhos.
    Engraçado como já faz tempo que te “conheço”, “lembro” de barriguda e do seu niver no ano passado.Tá registrado, uma hora vamos dar aquele abraço real, combinado? Parabéns! Tudo de melhor pra vc porque vc merece! beijo

  10. Sabe Ana, não te conheço, mas algo sempre me leva a ler o seu blog, acho a sua inteligência sagaz e os comentários “da avó” engraçados e bem colocados; bom, mas nunca comentei. Então hoje o seu texto levou-me ao livro do Maksin Górki ( Infância)que estou no finzinho e que amo de paixão e lamento já estar no útimo capítulo pq me deliciei desde as primeiras páginas,daí resolvi comentar…primeiro felicidades pra vc e desejo estendê-la a sua família,muito bonita por sinal…segundo pra te recomendar o livro, essa doce aproximação com a avó te fará encontrar algo em comum com o protagonista…grande abraço, fique com Deus!

  11. Querida Ana, apesar de atrasado, quero te desejar muitas felicidades nesse teu aniversario!
    Qdo. eu era crianca eu fugia de casa no dia do meu aniversario. Pegava a bicicleta e so voltava a tarde. Achava que precisava de um tempo sozinha p/ pensar na vida, ver o que eu ja havia feito e o que queria fazer no futuro!
    Refletir sempre fez parte da minha vida, as vezes a gente tem mesmo que fugir ou se mudar p/ encontrar o silencio!
    Baijao1

  12. Aninha amada, PARABÉNS pelo niver. Sei que estou um dia atrasada, mas ontem passei o dia no hospital e lá o lep não tava funcioando. De qualquer maneira um abraço especial para esta pessoa especial que és.
    Beijos no coração.
    Lili

  13. Feliz aniversário, Ana! E não importa como você escolheu viver, o importante é que você estava bem com você mesma. Eu também tive um período da minha infância quase pé-adolescência em que eu gostava de ficar sozinha, lendo e estudando. E não me sentia infeliz, muito pelo contrário… eu me sentia em paz. Foi uma fase e pronto 😉
    beijo pra vc

  14. Queridona, é atrasado mas de coração. Tudo de bom neste novo ano astral que se inicia. Você é uma pessoa linda, querida, alegre, simpática, tem uma família linda, um filho que é um fofo e merece ser mais e mais feliz a cada dia.

    Torcendo muito por ti nas novas empreitadas que está armando para este ano.

    Beijos com carinho!
    Pri

  15. Aninha,
    Revivi meus 10 anos…eu não pedi para ir morar com a minha vó…eu simplesmente me escondi no quintal da casa dela na hora que meus pais estavam entrando no carro para viajar de volta para casa.
    Dei um trabalhão porque eu queria morar lá com a minha vó! Mas tudo bem, voltei para casa aos prantos e pelo menos 1 vez por ano era uma cena…
    beijos e obrigada pela lembrança

  16. eu gostei muito desse texto é muito legal ta ana vc é muito legal igual sua historia thau beijos me manda amizade no orkut

  17. Feliz aniverário para nós duas . Estou amando o seu blog coisas que todos podemos fazer sem gastar quase nada e que ficam super lindos.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here