Muito charme em pouco espaço…

Adoro um quarto/sala/cozinha/banheiro e do jeito que falo deles aqui, até parece que quero morar em um (Claro que não,só se ainda fosse solteira). Mas esse de hoje não é apenas um simples “exemplar dessa espécie”, é uma fofura master que merece um post só pra gente sonhar e se inspirar com os detalhes lindos do ap.

Começando por esse papel de parede. Gente, como faz uma DIFERENÇA heim? Anda insatisfeita achando a sua sala bem mais ou menos e tem uma graninha embaixo do colchão? Taí uma coisa boa pra ser feita.

Luminária é outro “trocinho” que faz o ambiente ficar mais bonito. Não só pela decoração mas também pela funcionalidade, o efeito de luz. Experimente colocar uns dois ou três desses “ponto de luz” na sua sala de estar e quando seus amigos forem fazer uma visita ligue apenas as luminárias e abajures. Não tem erro!

Voltando ao esquema quarto-sala. Olha o criado mudo ali, fazendo a discreta separação entre os dois ambientes. As prateleiras ajudam e muito na organização quando o espaço é mini. Aaah, isso não é novidade pra vocês.

Janelões amados…e um cantinho craft ali no canto direito!

Só fico na vontade de aprender a costurar e ter uma máquina.

Escuto uma voz  depois do meu comentário aqui do lado “Você deveria ter  feito moda filha” Ass: o pai daquela que vive de jeans.

Sem contar que toda a mobília do ambiente é linda ne?

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

16 Comentários

  1. Confessando (e também assinando o atestado poor poor…) tempos atrás estávamos na vibe “se nada der certo, a gente se muda por uma quarto/sala/cozinha/banheiro. Um motivo simples: tivemos que vender tudo para nos mudarmos, e se sairmos daqui um dia, uma casa grande seria desnecessário, rs. E, sinceramente? Depois de várias experiências (casa grande, casa pequena, sobrado), chegamos a conclusão que espaços pequenos porém aconchegantes é o que há de melhor. Melhor para decorar, para manter, para ficar todo mundo juntinho. Eu gosto 🙂
    Um beijo, Aninha!

  2. Foficha, esse negocio de ‘aprender a costurar’ é menos complicado do que parece. Veja bem que eu, ignorante da arte, meti a cara na maquina e confeccionei as almofadas do meu sofá. Só juntar dois pedaços de tecido e meter o pé no pedal. hauahuha. Mais facil do q parece. Ta la no blog. =)

  3. Amei demais!Ela também usa o tapete para delimitar o espaço da sala né?
    Acho que pessoas que moram em um lugar pequeno assim devem ser super desapegada as coisas, oq é dificil pra mta gente!

    Bjos!

  4. Me apaixonei!! Adorei também a mobília e o fato da proprietária (tá na cara que é uma moça, né?) não ter entupido o ambiente. Faz com que pareça maior.
    Só que eu me pergunto é onde a moça guarda as suas roupas… não é possível que seja só nesse cabideirozinho, né?
    Beijos! Amo o blog e nunca tinha comentado!

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here