Mondrero #colorlovers

Dois artistas que possuem como uma de suas principais marcas, a presença do traço espesso e definido que limitam os espaços preenchidos pelas cores. Nos trabalhos do artista Piet Mondrian, as linhas pretas ortogonais limitam as áreas ocupadas pelas cores primárias: Amarelo, Azul e Vermelho. Já o artista Romero Brito, nos instiga em sua obra pela alegria abundante das cores preenchidas em formas variadas que dialogam frequentemente com a Pop Art.

mondrero

As semelhanças poderiam acabar por aí, mas a Essência Móveis teve a boa ideia de juntar esses dois grandes artistas em uma linha de produtos lindos. Tudo bem, sou totalmente suspeita pra falar de coisas coloridas, vocês sabem que amo muito, mas a união dessa geometria ortogonal de Piet Mondriam com a alegria das cores de Romero Brito, resultou sim, em peças lindas, de design brasileiro e ousadas na medida certa.

mondrero1

Devido a sua forma Retrô e grafismo do seu revestimento, esse buffet tem tudo para ser um grande destaque ai na sua casa, além de possuir  flexibilidade de compôr com diversas paletas de cores.

O divertido Buffet Mondrero, mistura de Mondrian + Romero, teve seu batismo via Facebook, onde os seguidores  puderam sugerir o nome do produto, legal né?

Lá na Essência, tem também o Buffet Mondrero Lite, versão mais compacta e a mesa de centro, linda toda vida.

mondrero

 

banneressencia (1)

Essência Móveis de Design

Site * Fanpage * Televendas: (11) 2626.7316 – (21) 3005.3146 – (12) 3144.9574

 

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

2 Comentários

  1. AMO Mondrian, foi a partir dele que decidi fazer minha sala só com as cores primárias e as escalas de luz (preto, branco, cinza). Já Romero Britto, não tenho nada contra, nem a favor.
    Mas conheço historiadores da arte que dariam um ataque se vissem isso, rs. Por endeusarem Mondrian e não reconhecerem Romero Britto – ele é visto como um artista que foi absorvido pelo mercado, mas não pela história da arte.
    Mas eu sou museóloga, pós graduada em fotografia, não sou historiadora da arte. Rá! Logo, eu gosto de Mondrero! =)

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here