Loft do vovô em BH

Vi esse projeto e achei de um amor tão grande, de um cuidado e bom gosto…Fiquei querendo morar lá, porque é muito parecido com algo que sonhei em outro momento,  fiquei querendo construir exatamente igual pro meu pai (Que tem uma vida maluca e cigana), lembrei tanto da minha vó Edite, fiquei encantada porque é sobre um neto arquiteto que projetou uma casa para o avô.

Entrei em contato com o pessoal da Meius Arquitetura e eles me passaram todos os detalhes da reforma, inclusive custos. Espero que vocês gostem tanto quanto eu, já que a proposta foi mesmo buscar uma reforma de baixo custo com alternativas criativas e bem atuais. Olha só a lindeza que ficou a casa do Vovô Henricão:

loft do vovô6

“O loft está localizado na antiga garagem/oficina da residência construída pelo próprio Henricão na década de 50, localizada no bairro do Horto em BH.

O projeto surgiu a partir da necessidade do Vovô Henricão (Henrique Fernando Tetzç) em ter um novo local para morar com acessibilidade, uma vez que o acesso a área interna da casa acontece por uma escada muito comprida e o vovô com seus 92 anos (20/04/1923) não mais conseguia vencer todos os degraus de uma forma fácil. E com isto ele passou a alugar a parte da casa onde ele morava para a maternidade vizinha.

Dessa forma em 2013 tivemos junto com ele a ideia de “habitar” o espaço onde ele trabalhou por toda sua vida consertando eletro-eletrônicos, a garagem/oficina. O espaço estava jogado às traças sem uso, abandonado. A área total do ambiente é de aproximadamente 60m², divididos entre o térreo (36m2) e mezanino (24m2).

O custo da reforma foi de aproximadamente R$30.000,00, considerando tudo, desde aparelhos, materiais da reforma, mão-de-obra,etc. O tempo de reforma foi de aproximadamente 2 meses. 

Nossa opção foi deixar a área social e a cama do vovô no primeiro pavimento, juntamente com o banheiro. Tudo isto integrado com a cozinha e área de serviço, sendo possível o isolamento entre eles a partir de uma cortina. 

No mezanino locamos uma área de convívio entre os familiares e duas camas/sofá que servem de apoio para os familiares e outras pessoas que diariamente revezam a companhia noturna com o Henricão. No mezanino criamos também uma varanda que tem contato com a rua, onde ele possui uma pequena horta, cultivada por ele para passar o tempo. Ah! Tivemos também que ajustar a escada de acesso ao mezanino, criando mais dois degraus, pois a existente possuía espelhos muito altos, com aproximadamente 25cm.

Outro ponto que você irá observar é que optamos por destacar a fachada do loft, dando um tratamento com pintura caiada e colocando um gradil metálico desenhado por nós, onde é possível observar o crescimento de umas trepadeiras plantadas pelo vovô.”

loft do vovô5 loft do vovô4 loft do vovô2 loft do vovô3 loft do vovô1 loft do vovô7 loft do vovô8 loft do vovô9 loft do vovô10

– Ele vive sozinho no local?

A ideia de fazer o loft na antiga oficina/garagem foi justamente a de dar “independência” a ele em relação a sua moradia, pois como ele não mais conseguia subir as escadas da parte social e íntima de sua residência (que no momento está alugada para o setor Administrativo da Maternidade) ele passou a fazer o rodízio ficando cada dia da semana na casa de um dos filhos, no total são 5 filhos. Mas todos os dias os parentes fazem visitas a ele, prestando qualquer assistência que se fizer necessária e uma pessoa sempre dorme com ele também.

– Quais foram os objetivos da reforma? Quais pedidos foram feitos pelo vovô? 

Como dito anteriormente a ideia central do loft foi dar uma independência a mais para o Henricão, para que ele mesmo com a idade avançada, conseguisse fazer as atividades do dia a dia com a mínima interferência de outras pessoas; e que além disso ele pudesse continuar vivendo na sua casa, onde morou e trabalhou a maior parte da sua vida. Quanto aos pedidos dele ele queria que os espaços da casa fossem integrados, que tudo estivesse ao alcance dele e que conseguisse usufruir de todos os ambientes, acho que conseguimos isso!

– Quais adaptações tiveram de ser feitas para colocar o quarto do vovô na parte inferior do loft? 

O espaço onde colocamos o quarto já estava lá, não precisamos fazer uma grande reforma. O trabalho foi pensar e analisar qual a melhor setorização para atender as necessidades do vovô e que a posição do quarto facilitasse seu deslocamento. Além de comportar os móveis que o vovô já possuía e fez questão de não abrir mão pois são presente de casamento dele, móveis como armário, criados, cama e aparador de televisão. O local destinado foi estratégico, pois fica próximo ao banheiro, à cozinha e à sala.

– Por que vocês optaram por fechá-lo com a cortina?

Nossa opção pela cortina foi pela leveza que ela concede ao espaço como um todo, pelo fato de ser um material barato e propiciar maior facilidade ao manuseio do vovô e também para integrar todos os ambientes do 1º pavimento. Com ela conseguimos manter a privacidade do quarto quando estão fechadas e integrar o mesmo aos outros ambientes quando estão abertas, elas geram uma maior flexibilidade justamente pelo fato de não serem fixas. É um artifício barato, de fácil manuseio, visualmente bonito e flexível.

– Você me disse que ele gastou R$ 30 mil com a reforma. Como vocês conseguiram garantir economia ao longo da obra? Quais foram os principais truques?

Conseguimos controlar o preço pois nós mesmos gerenciamos a obra. Contratamos uma equipe de obra de confiança e fomos nós mesmos em busca dos materiais com os melhores preços. Acreditamos que é de extrema importância a presença do arquiteto durante a obra.

– Não há janelas, não é mesmo? Como vocês conseguiram captar a iluminação natural?

Na verdade existem janelas, a porta de entrada no primeiro pavimento é toda de vidro com película o que permite a entrada da luz do sol e ao mesmo tempo mantém a privacidade do interior. O mesmo acontece no mezanino onde substituímos as antigas janelas basculantes por uma porta toda em vidro de correr (2 folhas fixas e 2 de correr), isto após a criação da varanda onde o vovô cultiva sua hortinha. No primeiro pavimento o antigo portão da garagem de enrolar foi substituído por uma grande porta de vidro (3 folhas filhas e 1 de abrir).

– Durante a reforma alguma parede foi demolida? Se sim, qual e por quê?

Tivemos que demolir a antiga parede do banheiro para que a gente pudesse ampliá-lo para melhor atender o vovô. Outro item que quebramos foram os primeiros degraus da antiga escada para que a gente pudesse acrescentar 2 novos degraus a ela. A antiga escada possuía espelho muito altos, com aproximadamente 25cm, com a criação dos novos degraus conseguimos diminuir eles, o que facilitou o percurso.

– O andar superior foi reservado para quais cômodos?

O andar superior ficou reservado para um espaço de convívio entre os familiares e como o quarto de apoio para os dias em que as pessoas vão para lá para dormir com ele, além de servir como o quarto de hóspedes. Outro ambiente que criamos foi a varanda, que anteriormente não existia, nela o vovô por conta própria criou uma hortinha.

– O vovô Henricão costuma subir até lá? Como esse acesso é feito?

Sim, ele costuma subir lá para dar uma olhada na horta, meio a contra gosto dos filhos. Ele sobe com o auxílio da sua bengala e dos corrimãos e proteções que a gente colocou.

Projeto: Loft Vovô
Localização: Rua Gustavo Pena, 16-A, Bairro Horto
Ano Projeto: 2013
Conclusão Projeto: 2013
Empreiteira: DR Construções
Orçamento Total: R$30.000,00
Área Total: 60 m2
Fotos: Bel Diniz

 P1 Layout1



COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

4 Comentários

  1. Ficou incrível, um luxo! Tenho pais idosos e infelizmente estão em cadeiras de rodas e precisam de cuidadores :/ mas a casa está toda adaptada p/ as necessidades deles com supervisão de uma irmã minha q ficou solteira e mora lá 😉 Só daria uma dica nesse caso do loft do post, q retirassem esse tapete pq há riscos dele se enroscar e cair 😉 Qto ao resto tá tudo perfeito! Achei a idéia da cortina genial e segura! Arrasaram!

  2. Olá, tudo bem! Parabenizo as ideias expostas deste projeto, que demonstra bom gosto, atendimento de necessidades e custo baixo. Porém, eu não vi fotos do banheiro e fiquei muito curiosa…

    Abs.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here