O título desse post em partes é algo muito injusto. Ontem fui visitar a nossa querida Fenearte (pra quem não conhece, é a maior feira de artesanato da America Latina, sem levar em consideração a megalomania pernambucana, rs), mas só cheguei até a rua 13, são 21. Ou seja, não vi tudo, não cheguei sequer a entrar em todos stands e visitar artesãos que queria. São só os favoritos do que pude conferir e olha que poderia ser uma lista de 50 favoritos.

O melhor é realmente tirar um dia inteiro ou dividir a sua visita em dois ou três dias, colocar uma roupinha confortável e ir preparada pra fazer seleções de prioridades na sua cabeça ou contas na ponta do lápis do que você pode gastar, porque são tantas coisas incríveis e lindas, são tantos trabalhos originais, únicos e com preços ótimos, que fica difícil manter o controle.

O mais legal da Fenearte é a quantidade de contatos que você faz com os artesãos. Mesmo que não possa ou não queria comprar na feira, é possível bater um papo com todos e combinar compras futuras, geralmente pessoas super simples e queridas.

Bem, vamos deixar de papo. A Fenearte é GIGANTE em muitos aspectos, tem toda uma infraestrutura pra receber os visitantes e conta com uma programação massa, como desfiles, apresentações culturais, rodadas de negócios, oficinas e muito mais. Aqui na página do evento vocês encontram todas as informações.

Aqui os meus escolhidos nesse primeiro dia (Pretendo voltar lá no sábado):

Os azulejos lindos da Celene Muniz, @celenemuniz 

Os vasos e outros objetos, como esse cinzeiro fofo, do pessoal da Artes Chalegre, @arteschalegre

As luminárias e cestos do Artesanato Cana-brava, um coletivo de mulheres de Goiana, interior aqui de PE, @artesanatocanabrava.

Tem o Invanildo também, que faz essas esculturas lindas e é la de Tracunhaém, @invanildotracunhaem

Apesar de ir focada nas coisas de casa, na feira encontramos de tudo: vestidinhos, acessórios, sapatos e sandálias e por ai vai…Aqui os colares lindíssimos da Banana Store, @instabananastore

As almofadas e mantas bordadas da dona Dirce, presidenta da Associação das bordadeiras de Taguatinga, interior de Brasília, que tem página no Facebook.

Na alameda dos mestres, o querido e simpático Zuza, que tratou de me dizer que estava com a barba grande lá no meu storie, mas que manda as suas artes sacras pra todo o Brasil. Que crush, gente!! (Ele anotou o endereço do blog e disse “Vou virar seu leitor, seguidor e amigo”). Aqui a página dele no Facebook.

As pinhas e coadores de café da Ana Rios, tudo tão lindo e colorido, @anarios.atesanato

As Fridas da arteterapeuta e artesão Simone Maior, @simone_maior

E esse móvel INCRÍVEL todo feito sob encomenda e totalmente personalizado, de uma engenhoca maravilhosa que me deixou muito boba pelo trabalho do pessoal da Casario Criativo, @sigacasario

As luminárias também são deles, @sigacasario.

E esse cactos maravilindos de cerâmica são do Espaço Arteiras (Fiquei muito louca nesse espaço, muito maravilhoso), @espacoarteiras

Se vocês entrarem em cada endereço e instagram linkado nesse post um mundo de encantamento artístico se abrirá, viu? Vou tentar voltar lá e também conhecer melhor o trabalho dessas pessoas pra mostrar posteriormente mais detalhes e histórias por aqui.

Lembrando que a Fenearte acontece até o próximo domingo, dia 15/07, e que o grande homenageado esse ano é o Mestre Salu, um dos maiores representantes da nossa cultura pernambucana.

A entrada custa R$10 (inteira) e R$5 (meia). Quem for ou estiver por aqui, não deixe de conferir!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here