Entre os momentos mais lindos das nossas vidas e o desespero da falta de criatividade – Férias escolares!

Vou confessar: Meu coração fica totalmente dividido, essa é a verdade nua e crua. Uma metade é amor, a outra é desespero.

É muito bom ficar com ele o dia todo, inventar brincadeiras, conversinhas infantis, assistir filme juntos, comer pipoca. Nós pais, voltamos a ser crianças e esse é um privilégio de quem passa algumas horas junto dos pimpolhos. A gente abandona essa dureza da vida adulta, essa seriedade exagerada, o mau humor. É como uma viajem ao tempo, no trem da alegria (rá).

Mas nós temos também o outro lado da moeda, e posso falar como mãe que trabalha em casa (e na casa), que o dia não pode ser só diversão. Primeiro porque as obrigações me chamam, segundo porque falta paciência e disposição (Esse é um post sincero ok?), e principalmente, a gente chega em um momento que não tem mais o que inventar pra distrair esses bacuris. Essa mistura de energia interminável deles com muito tempo sobrando, requer mais e mais, e mais um pouquinho, de atenção nossa. Pois é, aí que entra  desespero môvei!

Sim, mas vamos direto ao assunto, sendo prática porque já já ele me chama e adeus blog:

“O que farei com essa criaturinha o dia todo?”

Não sou uma mãe extrema. Meu filho assiste desenhos na tv, joga no meu celular, pede vídeos no youtube, tudo com moderação, até porque, nada disso prende sua atenção por muito tempo. E sim, muitas vezes é preciso distrair dessa forma ou não consigo nem fazer o seu almoço, responder um email importante ou tomar um banho. Ele sabe que não é o centro das atenções 24h por dia, e muitas vezes, fica esperando do ladinho a mamãe aqui acabar de fazer algo da vida adulta.

E depois chega o momento do meu tempo ser só dele, com ele e para ele.

Segunda foi o primeiro dia das férias do Vinícius, e eu queria muito que fosse um dia diferente pra nós dois. Sou muito a favor do brincar sem gastar, de meter a mão na areia, andar no meio fio e comer churros na pracinha, foi isso que fizemos entre outras coisas. Na idade do Vinico, tudo ainda é muito novo, um inseto que ele encontra na rua é motivo de muita curiosidade, e um dos momentos mais especiais da minha vida foi correr com ele pela rua fugindo de uma borboleta gigante (Sério, tive medo, haha).

Ontem comprei massinha, pilotos novos e tinta guache para manter as atividades que ele faz na escola. Ele também adora joguinhos como quebra cabeça e jogo da memória, mais alguns minutos de distração garantidos. Hoje amanhecemos gripados e com febre, mas não impediu que fizéssemos um lago dos monstros num balde cheio de água e colássemos os trabalhos de ontem com fita na parede da sala. Mais tarde quando o papis chegar, vamos dar uma volta na cidade pra sair de casa um pouco, comprar remédios e comer uma coxinha. É ferias!

E com esse post, começa uma série de outros posts com ideias para as férias dos pitocos. Vou mostrar uns blogs legais que mostram atividades com crianças, deixar uns links bacanas e algumas sugestões da minha vasta experiência materna, cof, cof. Quem quiser acompanhar também as atividades que ando fazendo com o pioio, segue lá no Instagram (@avoqueria) ou acompanha pela web, digamos que estou fazendo um diário de férias através das fotos do dia a dia.

E aqui, com a colaboração de outras mães na fanpage do blog, outros pitacos para fazermos esses dias em casa serem divertidos:

#Descascar ovos de codorna (Falei que eram ovos de dinossauro e ele amou).

#Brincar com água: tomar banho de mangueira, encher balão e jogar pra cima até estourar, colocar uma piscininha inflável na área de serviço (pra quem não tem quintal).

#Contar histórias, visitar livrarias e bibliotecas. Entrar na cabaninha ou deitar no chão pra ler, inventar novas histórias com as figuras dos livros.

#Brincar com lanterna no quarto escuro.

#Levá-los para cozinha e fazer bolo, gelatina, biscoitos. As crianças adoooram colocar as mãozinhas nos ingredientes, sentir as texturas, acompanhar todo o processo de bater, misturar, assar.

#Já disse ao longo do post, e isso é básico: Canetinhas, muita tinta, muito papel, muita imaginação. Aqui eu também lanço desafios, tipo “Vamos desenhar o papai noel” “Qual é esse desenho que a mamãe tá fazendo?” e por ai vai. Depois trocamos os papeis e ele faz as perguntas pra mim,rs.

#Chamar os amiguinhos pra brincar no quarto dele, com direito a um lanche gostoso no meio da tarde, balas, chocolate e pirulito.

#Gravar um cd com as músicas preferidas do seu pequeno, e colocar bem alto pra ele dançar.

#Projetos DIY. Reaproveitar caixa de leite, garrafa pet, palito de picolé. Essa semana também comprei um saco de canudos e ele adorou picotar todos com a tesoura e depois fazer colagem no papel.

São tantas ideias tão simples que esse post vai até ficar bem clichê. Brincar de carrinho, de boneca, subir em árvore, correr, correr, correr, brincar de esconde esconde, catar pedrinhas que brilham, subir no muro do vizinho. Gente, por favor, tudo isso é barato demais pra gente e valioso demais pra uma infância saudável, para umas férias valerem cada dia. Assim como assistir com eles o filme que você já viu mais de trinta vezes, jogar vídeo game, brincar na casa das fadas (Olha eu por fora das brincadeiras de meninas).

E os primos? Onde estão os primos na infância do seu filho? A gente sabe que até as brigas que rolam são importantes pra termos histórias e parcerias na vida adulta ne?

Tá vendo quantas coisas genuinamente gostosas para essas férias?

******

O blog da Estéfi Machado é um dos que mais bacanas e cheio de ideias para atividades com as crianças, apesar de muitas coisas eu não conseguir aplicar por aqui por causa da diferença de idade dos nossos filhos. Então vamos combinar uma coisa? Se você tiver mais sugestões, deixa aqui nos cometários o link para o blog ou mais sugestões?

******

A Manu deu a ideia de escrevermos “kids activities” lá no Pinterest, aparece mesmo um monte de coisas bacanas.

******

E repetindo: Tem alguma outra dica/link?

Mães e pais, uni-vos! =)

 

Ps: Vale fugir do assunto principal desse blog ne? Vale sim vai…

 

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

15 Comentários

  1. Oi, Ana.
    Eu que nem sou mãe adorei as ideias! Aqui em casa eu tenho um cachorrinho e, como tenho ficado em casa o dia todo, já fico louca! Não posso mexer a mão que ele já acha que é pra jogar algo pra ele buscar rs! Imagino com criança. Deve ser uma loucura hahaha! Mas boa sorte por aí e boas férias 🙂
    Um beijão!

  2. Q delícia ler esse teu post! Não tive filhos por opção, mas curti horrores meu sobrinho, e ele ficava 2 dias por semana conosco, então aproveitei muito!
    Minha contribuição para as férias do Vinícius : havia uma brincadeira q o Gabi adorava, e q ríamos muito com ela. Eu começava uma história inventada, tipo “era uma vez um menino verde…” e inventava um pouco, daí dizia : agora tua vez! E então ele pegava esse pedaço de história e continuava, depois passava a bola prá mim, e aí íamos longe na história. O legal é q, na idade do Vinícius (mesma do Gabi na época) as histórias ficam hilárias! Eles misturam todas as informações do mundinho deles, então as histórias ficam muito engraçadas, dá prá dar muita risada! Se tiveres como gravar essas sessões, no futuro vais te divertir!
    Ai, ai, me deu uma saudade das minhas tardes com o Gabi… Boas férias para vcs!
    Bjs.
    Liége Oliveira
    Porto Alegre-RS

  3. Aninha, aqui compramos potes de tinta guache e Bia passa um bom tempo pintando os azuleijos dentro do box do banheiro! hahahaha Depois é só dar banho na menina e jogar ´pagua nos azuleijos!
    Ela ama! Fica a dica pros dias de chuva ou de calor muito forte!

  4. Menina adoro seu blog, não tenho filhos ainda mas tenho sobrinhos e uma em especial que sempre vai lá em casa! E na casa que minha vó queria e “nós também”, tem que ter muita alegria não é mesmo? Aproveite cada minuto deste tempo que não volta mais. Beijo e boas férias.

  5. Oi Ana! Pois é, é uma loucura mesmo. no primeiro dia de férias dos meus bebês brincamos bastante: contamos histórias, dançamos, massinhas, desenhos mas o dia rendeu muuuito, nunca acabava! e no final eu estava exausta pois não tenho empregada nem babá e tenho dois meninos (3 anos e 1 ano) e qdo me lembrei que ainda era o primeiro dia, corri pra casa da vovó. Beijos! Vc não está só! Parabéns pelo texto

  6. Ana, é mesmo um desafio inventar tantas brincadeiras nas férias. Tenho 2 meninos (2 e 4 anos) e nenhuma empregada, nem babá, nem avó. Nos anos anteriores fiquei mais desesperada, agora já aceito que a casa fique meio (ou inteira) abandonada e vou me virando como posso: brinco um pouco, deixo sozinhos um pouco… O problema é que esse pouco é pouco mesmo. Mas tento afastar a culpa da minha cabeça quando acho que não dou atenção que deveria pra eles. Acho que as crianças tbm precisam aprender a brincar sozinhas e entender que os pais tem seus momentos de trabalho. Sempre busco inspiração em sites e lembrei do pinterest da Naty no http://pinterest.com/natzrosin/
    Veja quantas ideias ótimas para aproveitar as férias criando com os nossos amores.
    Beijo carinhoso. Lu

    • Oi Luciana. Pois é, essa é a vanatgem de ter dois, pois eles podem brincar sozinhos por um tempo não é mesmo? Mas tb como brigam, não? Só sei que no final é super gratificante. Eles vão crescndo e a gente admirando cada fase, cada aprendizado. São tão engraçados e tb tão diferentes… Boas férias, muito amor, muita paz e muitas brincadeiras!

  7. Ana, aqui em casa rola muito faz-de-conta com fantasias!! Mantenho uma caixa com as roupas no quarto das crianças. Temos algumas que as crianças foram herdando de primos mais velhos e outras que inventamos (capa de TNT, cintos, chapéus, marabus, óculos, acessórios etc). Dica: a maioria desses acessórios trouxemos de festas de casamento ou formatura. O Artur (8 anos) e a Antônia (3) inventam personagens e historias por algumas horinhas…e todos adoram! A brincadeira faz tanto sucesso que na ultima festa de aniversario das crianças levei a tal caixa e deu muito certo! Espero ter colaborado. bj e boas férias

  8. Olá pessoal! Estou com 29 e sou Escoteira desde os 9 anos. Trabalhamos muito com jogos e brincadeiras para estimular a moçadinha. A dica que eu dou é que procurem na internet jogos para escoteiros, ou melhor ‘Lobinhos’ (a fase dos 6 aos 11 anos) e vocês vão achar muitos, muitos joguinhos com objetivos diversos e também em sites escolares para educação infantil.

    Vale procurar a seção ‘Catavento’ no site http://www.jangadabrasil.org que apresenta brincadeiras da cultura popular brasileira!

  9. Nossa Ana, adorei a ideia do post! Estou nesse dilema com meu filho, ele tem muita energia! Com certeza vou acompanhar para ver mais sugestões.
    Bjo!

  10. A vantagem de ter mais de um filho é que um vira brinquedo do outro e eles se divertem demais. E falam a mesma língua, tem a mesma energia, etc.

    Trabalho fora e fiquei 20 dias de férias em casa. Fizemos algumas coisas juntos como brincar na piscina, assistir Galinha Pintadinha, brincar com os jogos novos que ganharam de Natal. Minha irmã estava na cidade e brincaram com a priminha tbém. Mas não fiz muita coisa que eu gostaria com eles porque eu tbém precisava descansar pra estar nova em folha em 20 dias, porque outras férias (minhas) só depois de 1 ano e tbém porque dou férias para a minha empregada quando eu saio, e aí já viu… Tem o trampo da casa tbém.

    Mas valeu demais. Só o tempo juntos, a disponibilidade a quebra da rotina já é muito bom.

    E hoje quando fui almoçar a babá estava no tapete da sala brincando junto tbém, afinal… as férias deles continuam.

    Bjs,

  11. Tô bem longe de ser mãe, mas esse texto me deu uma vontade de, pelo menos, ter um irmãozinho! Pelo menos pra relembrar essas atividades tão divertidas! 🙂

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here