Ele cresceu, amiga!

De repente aquele seu curiquinho bebê cresce e vai estabelecendo o tal do círculo social, trazendo os amigos pra casa e falando na tua cara “Mãe, vou fechar a porta aqui do quarto pra gente brincar, com licença”. Tipo, ele só quer te manter longe e brincar em paz, você não tem mais permissão nem pra sugerir a brincadeira, meus pêsames.

Não sei se é pra rir ou pra chorar, só sei que não estou preparada para tamanho desprezo. Vinico não cresce.

Estou falando tudo isso porque uma amiga passou por essa situação e depois que os amigos foram embora, seu filho prodígio que se acha um pré adolescente com 6 anos de idade, praticamente cobrou um quarto mais divertido e blá blá blá…

Ele falou sério comigo Ana, como se tivesse 12 anos, sendo que nem sabe escrever o nome completo ainda. Disse que precisava de coisas legais no quarto, que já estava enjoado daquelas paredes azuis, que queria uma parede de giz. Ando deixando meu Pinterest aberto aqui no computador e ele acaba vendo essas coisas, só pode. Disse que odeia, odeeeia o lençol dos Carros (com essas palavras) e finalizou a conversa falando “Qual criança não tem uma mesa  pequena  pra desenhar, mãe?” 

Achei ele fofo, somente isso. Não conheço o quarto, mas provavelmente ela ainda não se tocou que p cotoco cresceu, as mães tem dessas coisas.

Curica, será que não chegou a hora de realmente fazer um quarto legal pro teu menino? Foi o que respondi pra ela.

quarto deles

Essa cama antes era um pequeno armário, pasme! Qual criança não adora saracutiar em cima da cama né? Sem neuroses de sujar o lençol, porque cama de criança é de propriedade da galera dele também.

Geralmente camas com personagens conhecidos são bem mais caras que uma caminha convencional, e convenhamos, vai que ele deixa de gostar do desenho que nem o outro lá esnobou o lençol do Carros?  Então é melhor investir numa caminha onde o marceneiro do bairro possa criar (ou você mesmo).

quarto de menino post 3

casa cama

Menino geralmente tem brincadeiras mais agitadas e não conseguem ficar parados por muito tempo, um balanço vai super bem nessas horas. Aqui em Gravatá, vendem uns de madeira que são bem bonitinhos, certeza que vou providenciar pro meu pioio. Uma parede de escalada me parece muito legal.

quarto de menino post1

escalada

E porque não tornar a coisa mais lúdica? Imagina a cara do serzinho chegando da escola e encontrando uma pista de carrinhos desenhada na parede? Nhoim!

quarto de menino post2

E como o final de semana já chegou, podemos começar as transformações com pequenas mudanças incluindo até o seu menino lindo nas atividades:

1- Achei genial a ideia de uma caixinha dos Correios no quarto. Vocês podem inventar alguma brincadeira de cartinhas secretas, onde o pequeno se sinta estimulado a escrever.

2- Ensinar reciclagem e reaproveitamento e de quebra fazer uns pequenos nichos para guardar materiais de desenho, tesoura e pequenos carrinhos.

3- Caso não seja possível uma parede inteira de tinta fosca, uma mesinha resolve, já que a graça é mesmo desenhar com o giz.

mais ideias simples

 

Calma mãe de meninas, farei um post específico pra vocês (Apesar de achar que muitas ideias valem para os dois sexos, rs)

Imagens

 

PS: Aqui o atual quarto do meu bebê de 3 anos, todo pensado pela mamãe aqui quando ele ainda tinha 2. Prevejo que teremos mudanças em um futuro próximo.

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

5 Comentários

  1. Pois é Ana, eles crescem rápido mesmo o meu tem 9 anos e se acha adolescente. eu mãe boba comprei uma mochila linda, linda do angry birds ai ele solta essa. “que legal mãe, é pra quem?” rsrsrs é isso, uma mochila linda que ele simplesmente se recusa a usar pq disse que já está “bem crescidinho” para isso e que os amiguinhos vão “zoar”. vê se pode? rsrsrsrs

  2. Meu filho esta doido para fazer 10 anos (será na proxima terça-feira) pois ele vai se tornar oficialmente “pre adolescente” rsrsrsss…
    Para mim sempre será “meu bebê” + não posso em hipotese alguma chama-lo assim em publico (é mico). Sabe, o importante é que independente “dessas situações” ele continua tão carinhoso com seus abraços de urso e beijos estalados que quase arranca minha bochecha…. Amo muito isso.

  3. O meu, que já tá com 20, passou por isso, mas queria sumir com tudo que representasse a criança que ele ainda era aos 8 anos. Depois, quando ele tinha uns 14, me cobrava: poxa, cadê aquele lençol do Toy Story? Meu boné do Ash? Etc. Então, meu conselho: tirem, quando eles precisarem de “espaço” pra crescer. Mas guardem o que for muito importante, pois depois de crescidos tudo isso vira farra, lembrança, curtição, clássico, vintage… (o lençol do Toy Story guardei e ele usa até hoje quando vai acampar, mas o boné do Ash… fez uma outra criança feliz!)

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here