Dada a largada para o quartinho dele e uma breve história de nós dois.

Esse post é candidato ao concurso “O melhor post do mundo da Limetree”

Vinico sempre dormiu comigo. No bebê conforto entre nós dois, no carrinho ao lado da nossa cama, ma mesma cama de casal, ele na cama e eu no colchão no chão do quarto dele, ele ao lado da nossa cama no colchão no chão, ele na cama ao lado da nossa cama, eu e ele na cama dele…E você não entende mais nada, eu sei.

Resumo: Só  nunca entrei no berço dele (Ops.Ou já?).

Ele foi um bebê de sono muito agitado, difícil de impor rotina, de muita inquietude e uma boa dose de dengo. E eu era o tipo de pessoa que falava: Quando tiver um filho ele vai dormir no berço, no quarto dele…Não terá essa molezinha de dormir com a gente não, quero que meu filho tenha autonomia, que seja uma criança segura e saiba respeitar o limite do nosso quarto. Senta lá fia, nada a ver isso aê.

Daí nasce um menininho encantador, que gosta de colo, de carinho, do meu cheirinho e de um lugar aconchegante. Que pede pra ficar junto, seja com dois olhinhos cheios de lágrimas ou com um sorriso que desarma. E eu confusa entre tantas teorias, pesquisas cientificas e conselhos de todos os lados. Parei, vi o que seria melhor para nós dois, segui sem culpa.

A vontade era só aproveitar todos esses momentos enquanto eles me pertenciam, enquanto o que ele mais desejava era a minha presença.Eu dei, dou e darei sempre  um colinho noturno, um respirar juntinhos no mesmo travesseiro. Tudo bem em acordar com aqueles chutes de calçado 23 (Ah vai, essa parte é bem mais ou menos, sorte é que todo o resto compensa). A nossa cama sempre estará disponível para o nosso pequeno, sempre. Seja por causa de uma cólica ou do medo do lobo mau. E se não tiver explicação, tem motivo: Porque queremos ficar juntinhos e ponto final.

E Cadê aquela Ana Medeiros tão certa dos limites de um bebê sem ao menos ter sido mãe?! Coragem é agir com o coração. Não acredito que meu filho será um adulto problemático por causa disso, faça-me o favor.

****

E a vida do casal? Ah, isso nunca atrapalhou a nossa vida sexual, até porque, sexo não se resume a cama (Ueeepa.Pula essa parte).

****

E eu sabia que chegaria a hora dele querer o seu quartinho, a sua cama. Deixei que esse momento acontecesse no tempo do meu piolho.

E não é que a hora chegou? Pois é.

***

A casa que estamos morando possui 3 quartos: O nosso, o da minha irmã (que está morando com a gente) e o outro que fiz de escritório. Tínhamos escolhido a suíte pra ser o home office, como esse cômodo também possui um “terraço”, Leo ficaria lá com seu atelier e resumiríamos o espaço de trabalho nesse dois em um. Mas comecei a perceber meu menino crescendo, pedindo a sua caminha no meio da noite (que ficava ao lado da nossa cama) e uma necessidade nítida em ter o seu espaço.

Então trocamos de cômodo e vamos fazer o quartinho dele. Sabe o terracinho? Agora virou um quarto e durante essa semana vou mostrando pra vocês a transformação, de tudo que for fazendo no cafofo do “Venícius” (Como diz Gabi e Clarinha).

Para começo de conversa, temos somente uma cama (que foi minha quando era criança) e uma mala de brinquedos:

Essa porta separa o meu quarto da “ex varanda” atual quarto do Vinico
Esse janelão ganhará uma tela protetora. Por enquanto fica travado, colocamos também uma corrente e cadeado por segurança
Tudo tão vazio…POR ENQUANTO! Hehehe
E isso é lá quarto de criança? No, no, no, no…

Há uns 10 dias que ele dorme aqui.Dorme bem, dorme feliz, dorme sabendo que está na sua caminha, dorme seguro e satisfeito. Quando quer algo no meio da noite ou quando acorda de manhã, chama “Mamãe, mamãe, vem cá”, morro de amor. Vez ou outra pede pra eu deitar ao ladinho dele, matamos as saudades e dormimos cada um na sua cama logo depois de um denguinho.Eu sabia que não precisava apressar o tempo, eu sabia.

***

Agora para tudo e assiste…

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

54 Comentários

  1. Tenho um menino com a msm historia sua…rs
    so que ele é um pouco mais velho, tem 6 anos e meio…rs
    Desde a última semana ele está dormindo no quartinho dele …
    e quero decorar o msm , mas estou sem ideia,, quero acompanhar o que fara no seu quarto, para poder dopiar no meu…rs
    Abraços

  2. Adorei o texto! Mas é assim mesmo, quando não temos filhos é uma postura….depois…tem coisa melhor que eles?
    E a alegria de receber os livros!!
    Parabéns,seu filhote é uma gracinha!
    Que Deus ilunime sempre o caminho dele!
    Bjss

  3. Aninha! Chorei vendo a reação do Vinico com o presentão! Além de lindo ver a empolgação dele com os livros, é sempre emocionante ver a simplicidade da gratidão de uma criança! Ai, acho que tô emotiva demais, não vejo a hora de ter um pequeno! rsrsrs…Ansiosa pra ver o que vai aprontar nesse quarto! 🙂 Beijos!

    • Obrigada meninas. Vinico e meu pai são pessoas muito especiais. E já comecei a fazer coisinhas pro quarto dele, amanhã posto mais coisinhas =)

  4. Parecia que estava me vendo… hehehe
    Igual comigo, quando Francisco não era nem projeto eu tinha todas as minhas teorias de criação… quero um filho independente ou com autonomia, como vc disse… Meu pequeno está com 1 ano e 8 meses… dorme no berço dele (no meu quarto) e de manhãzinha pula pra nossa cama. Deita bem no meinho, se aconchega, coloca as duas mãozinhas no meu rosto, dá aquele suspirada e segue dormindo. Não existe teoria que me tire esse momento, podem dizer o que quiserem… mas tbm gostaria de um quartinho pra ele, pra ter o espaço dele, com as coisas dele. Mas no momento não será possível, pois nosso “apertamento” tem apenas um quarto… mas chegará tbm o “nosso momento”, como chegou com vcs.
    Ah, mas fiquei curiosa pra ver como vai ficar o quartinho do moço Vinico…
    Grande bj

  5. Nossa! Lembrei do meu filhote! Quando nasceu ele dormia comigo e o coloquei num bercinho desses portáteis ao lado da minha cama! Depois eu coloquei ele pra dormir no quartinho dele na caminha novinha. Mas ele sempre vinha de madrugada com seu travesseirinho debaixo do braço pedindo um cantinho na nossa cama! Claro que ele sempre dormia com a gente!rsrsrs
    Hoje, ele está com 06 aninhos e ainda me chama pra dormir com ele! Às vezes eu reclamo com ele, falo que ele já é um mocinho, mas fico com dó e deito com ele na caminha dele! rsrsrs
    Ai crianças!!!
    A irmã dele que está com 2 aninhos já não gosta de dormir no meio da gente, dorme sozinha e não liga de ficar só no quartinho deles.

    Cada criança tem sua personalidade mesmo!
    Amo ler suas historinhas!!
    Parabéns!
    Bjs

  6. Oi, Ana, entendo super isso tudo que vc falou. Eu e Pedroca somos assim tbém e, pra ajudar, ele adora dormir segurando minha orelha. Coisa que só uma mãe é capaz de entender! Recentemente dei um up no quarto dele, aquele papo de ” vc está um rapaz!”. Comprei uma cama com escadinha e escorregador, fizemos uma parede de adesivo vinílico estilo rock’n’roll que ele tanto queria e funcionou. Tá certo que de vez em quando só dá a mãezona no meio da noite saindo da cama dele pelo escorregador…Mas é bom tbém! Beijo, Helka

  7. Sabe que pareceu que fui eu quem escreveu essa história?! Amei! Concordo em gênero, número e grau. Só agora ele está maduro o suficiente para dormir sozinho e de vez em quando chamar a mamãe. Exatamente como acontece com minha Pequena Ana.

  8. Ana,
    A minha história também é parecida,tenho a Rafa com 7 e o Pedro com 9 anos, de vez em quando fazemos acampamento na sala para dormirmos todos juntos, a Rafa e o Pedro compartilham do mesmo quarto sem traumas, afinal foi todo mundo criado embolado…rs
    Um abraço,
    Lu
    Obs.: Tá na hora de mudar o texto do seu perfil. atualizar seus dados geográficos….

  9. Oii..
    Tenho um filhote que tem reação parecida..nosso quarto é na parte de cima e o dele é embaixo..por um longo tempo eu e papai dormimos na sala com medo da bendita escada..agora Felipe me chama ao pé da escada..dificilmente ele sobe..mas é tão bom ver as pequenas doses de independencia dele..tenho certeza que esse quarinho de Vinico ficará uma fofura..pq mãe arteira ele tem..que post emocionante!!
    Uma linda semana..
    Bj

  10. Acompanho seu blog há mais de um ano e nunca comentei. Mas foi irresistível ver o seu filhote vibrando com o presentão do vovô cara legal! Ele é lindo… Sua casa é linda! Não o espaço físico onde você vivem agora (ou viveram no Rio), mas o lar que vocês construíram.
    Parabéns, Ana! Continuo acompanhando tudo pra ver o que será desse quarto peladinho. Uma tela branca pra você se divertir! 😀

  11. Ai como é bom acompanhar esse pequenos crescendo…o meu Miguel é da idade do seu Vinico, e a cada dia a gente se surpreende mais com a maturidade e a doçura que eles vem mostrando a cada dia que passa. Beijo!

  12. Quanto amor nesse vídeo! Nossenhora!
    Me emocionei com a felicidade do seu baby ao ver os livros! E que vovô legal, hein?!
    Parabéns pela família linda, que Deus lhes dê muitos momentos de alegria juntos.

    Beijo.

  13. Oi, Ana. Acompanho seu blog há algum tempo, mas nunca comentei … até hoje. Impossível não se emocionar com sua família, seu filho lindo … que fofo o seu pai se ajoelhando, esperando o abraço do netinho … 🙁
    Obrigada por tudo sempre (amei o texto do começo e recomeço – e tantos outros)
    Tudo de bom para todos.
    Bjs
    Ana Cristina

  14. Chorei com o vídeo!! Coisa mais linda!!!!!!!!

    Ownnnnn, deu vontade em mim de abraçar o Vini e o vovô mais legal do mundo!

  15. Oi Ana…Simplesmente emocionante…. avós são criaturas magicas na vida de um neto… Parabéns pelos pais que tens!!!!
    Beijos…

  16. Ana, sou de São Paulo e acompanho seu blog desde o comecinho dele todos os dias. Venho o Vinico desde seus comecinho inho de vida. E amei o vídeo. O vovô e a vovó são lindos! Eu chorei de emoção quando vi o vovô ajoelhar no chão para abraçar o rei da vida dele. É lindo ver o amor incondicional verdadeiro ser expressado com tanta paixão. Parabéns por ter registrado a felicidade do seu príncipe ao ver o universo maravilhoso e infinito da imaginação e cultura dos livros desse avô incrível! Bjs da sua fã paulistinha

  17. Ana, estou na TPM, ai vc já imagina… lágrimas!! tão lindo como um gesto tão simples, transforma nossas vidas!
    A propósito, estou começando a pensar em passar por esta transição, cama compartilhada/quarto próprio.Também fui dessas que achava um horror, crianças que dormiam no quarto ou cama dos pais.Depois que tive filhos, vi que não era bem assim…. era maravilhoso!!! plagiando, Mari Hart Dore “ser mãe, é um eterno, cuspir pra cima e cair na cara”, levo e vou levar esta sábia frase na minha vida!!!rsrsrs
    Ah! um dos itens decorativos que fará parte do quarto dos meus filhotes, será aquela cerejinha, da maezinha do céu, amooooooooo!!!
    bjs

  18. Senti uma enorme emoção vendo a emoção do Vini. Que lindo! Fiquei com muita saudades do meu filhote nesta idade. Agora, ele tem 14 anos. Que saudades, meu Deus!

    beijos

  19. Coisa mais linda do mundo ele ganhando os livrinhos…
    Mas não esconde não, q livrinhos são esses?? ele gostou das historinhas???
    Bjos

  20. hahaha, ameiiiiiiii o menino pulando de felicidade com os livros novos!!!! lindooo e raro hein??? Parabéns! Bjossssss

  21. Lindas as tuas histórias, entro nelas, vivo elas. Quero saber uma coisa, com q maquina você tira as fotos? me amarro nelas. Felicidades para esse trio lindo!!! Me responde tá? bjbj

  22. Querida, tb nunca neguei cama, e diferente de vc, dormi no berço rs mas o meu logo se adaptou a caminha dele. Ainda adora tirar uma casquinha da nossa lendo livrinho antes de dormir.

    O que vc passou para mim foi com a ammentação, todos julgavam, família pressionava para parar, mas respeitei o ritmo

    Fiquei pasma como Vinico está enorme e lindo. Como crescem rápido! inda a reação dele com os livros, as mãos atrás da cabeça como quem diz, tudo isso é meu! rs

    Parabéns por este filhão lindo!

  23. Oi Ana! Li o seu post e senti um monte de amor entre vocês, e amar é o que mais importa nesta vida. Sentimento de mãe não se engana e agora fico imaginando o quarto lindo e colorido que você vai fazer para seu pequeno.
    Minha casa está linda com as cerejinhas, ficaram lindas e fofas. Bjs Fabi

  24. Oi Ana, preciso confessar a mudança que esse vídeo causou na minha vida. O post em sim foi lindo, me ensinou muito a não me prender a tantas regras quando tiver meu Arthur (que virá um dia, se Deus permitir), mas deixar o coração falar mais alto em sua criação.
    Essa semana tive um monte de problemas com meu namorado e resolvi aparecer na casa da sogra e botar tudo em pratos limpos, dizendo a ela tudo que sempre esteve engasgado na garganta, mas nunca disse a ele em consideração a meu amor. Mas depois de um vídeo desses, apesar de o que eu sinto pela minha sogra não ter mudado em nada (ela vive tentando sabotar minha relação), pensei no quanto minha atitude em relação a ela pode prejudicar a infância do meu Arthur, então, pensando no meu pequeno, vou manter a guerra fria em vez de declará-la, e permitir a ele ter uma relação saudável com a avó, que eu torço que seja melhor, muito melhor, do que a relação que eu tenho com ela como nora ou mesmo que a relação que meu namorado tem com ela como filho.
    Obrigada Ana, e desculpa aí o desabafo.
    😉

  25. Oi Ana!!!! Lindo o se comentário, como me identifiquei com vcs! Tenho três filhas e faço a mesma coisa, uma cama de casal unida a nossa para elas dormirem, agora também preparo a quartiho delas, imagino, decoro, coloco todo o meu amor a isto também. Acho que não têm preço essas dormidas com os filhos, sentir o cheirinho deles(que só eles têm, e nesta fase), o calor… tudo é muito bom! Não me arrependo nem um pouco, mesmo tendo levado uma bronca da minha psicóloga. Te admiro ainda mais! Parabéns e muitas, mas muitas felicidades a vocês!!!!
    Bjos

  26. Acompanho seu blog a um tempo, mas como recebo as publicações por e-mail bate aquela coisa feia chamada preguiça de entrar aqui e comentar…mas hj não teve como…rs
    Quanto amor…sem palavras!
    Chorei muito com o vídeo…sem palavras…
    Obrigada por compartilhar com a gente!!
    Beijosssssss mil pra vcs!

  27. Ana!!! Como me identifico com vc…Até o Pedro nascer eu pensava o mesmo quanto a autonomia do bebê etc e tal…assim que nasceu, foi logo pro bebê conforto bem no meio da nossa cama, e nem tão cedo penso em tirar do nosso quarto, vou deixá-lo ser realmente independente e escolher a hora de ir pro próprio quartinho!E quanto aquele detalhe da intimidade do casal (hehe) concordo em genero, número e grau!

  28. Oi Ana! Com meu filho tb foi assim, antes de ser mãe a gente fica cheia de teorias mas a prática é muito diferente, hehe… Meu filho não dormia de jeito nenhum, acordava toda hora, fomos em vários especialistas, tentamos de tudo, medicação, reza, benzeira, batuque, funchicória, tudo mesmo e foi em vão, uma médica me disse arruma uma babá para ficar com ele a noite pois isso pode levar anos até ele ter o seu centro do sono ativado, mas a grana estava curta, então subi o lastro do berço, emparelhei os colchões e dormimos os três felizes para sempre!!! Até ele pedir para ir para o quarto dele…

  29. Essa janelinha redonda me lembra um navio. Não sei se o filhote curtiria, rs, mas que inspira uma cabine para um pequeno marinheiro, isso inspira.

  30. Amei a idéia de fazer a varanda de quarto, vai ficar muito legal, mas “pelamor” coloque rede nas janelas da casa, inclusive na do “quarto” dele, sei que é só um andar, mas mesmo assim, acho perigoso, o maior numero de acidente é em casa.

  31. Foi emocionante ver a alegria do Vinico, foi lindo perceber o amor em seu estado mais puro no quartinho dele!!! Amei! Obrigada por compartilhar conosco esse momento delicado e lindo! Beijos

  32. Que delicia essa alegria do Vini ao ganhar seus livrinhos, ter avos é tudo de bommmmmmmmm. Imagino a emoção do avô com essa alegria do netinho. lindo demais.Parebéns.

  33. Menina, to adorando seu blog! É a primeira vez que acesso! Super Show, adorei o contato do seu filho com os livros! A empolgação dele é contagiante! Parabéns eplo blog e pelo seu menino que é super mega FOFO!

  34. Afe, que com essa eu chorei! Meu filhotinho vai fazer 11 meses essa semana, ele dorme do meu lado no berço e, no meio da noite, quando ele acorda, eu o coloco no meio da cama, entre eu e o pai dele. Toda noite é assim, desde uns 2 meses atrás. E por mais que se fale, se teorize, se advirta, eu vou deixando (e aproveitando), na certeza de que o tempo passa rápido e logo logo meu filhinho vai crescer, dormir na cama dele e eu vou morrer de saudades do chameguinho que a gente tem vivido esses dias. Amei o blog, conheci hoje e foi uma surpresa encantadora ver tantas coisas bonitas e esse post que me emocionou tanto! Pena que não deu ainda para ver o vídeo aqui no meu trabalho.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here