Curto demais ser exagerada

Não sou minimalista em nada, é uma verdade. Se recebo uma notícia boa, de tão eufórica, gaguejo e sou capaz de fazer xixi (um casamento de felicidade com incontinência urinária).Se estou triste, me jogo na lama, curto uma fossa, faço uma cena e imagino a câmera focando nas lágrimas caindo sobre o meu rosto (venha com a camisa de força). Se  é pra comer doce, como um bolo inteiro, se for pra emagrecer, tem que ter um programa completo: nutricionista, personal e roupa decente. Se amo, amo, e se for pra deixar de amar, desamo e desamo mesmo, mas essa opção é uma escolha rara. Se  for pra colocar um trocinho na parede solitário, não conta comigo, se for pra fazer graça, me chama.

Pensando que estou drogada ne? Que parágrafo confuso…Mas é isso que temos pra hoje.

Agora veja só:

Que entrada mais sem graça, que parede mais neutra essa sua. Aqui já reservei uma “porta”, agora é só juntar e colar, me aguardem.

E esse banheiro chumbrega que você tem ai? Tenho dois, uma vergonha. Mas já estou providenciando todo esse ornamento pra um deles (como não pensei nisso antes?!):

Até as pinturas das crianças estão na parede da cozinha, mas que coisa linda:

Estava com saudades do blog e esse post é mais pra falar que estou salva. Ando muito ocupada fazendo xixi por umas alegriazinhas, gravando umas cenas típicas da sofredora de Brogodó, tentando bolar uma plano de perda de gordura localizada, amando e amando mais, certos “alguens”. Isso é um resumo que explica o sumiço, além de muito trabalho com o Estúdio Cereja.

Mas me diga, tudo na parede é muito legal ne? Curto demais ser exagerada.

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

13 Comentários

  1. Gostei dessa imagem da porta aí, viu?! Eu ando morrendo de vontade de voltar ao branco a minha parede atualmente laranja… Pra poder fazer umas baguncinhas assim, misturar mais e etc!
    Beijo

  2. Ana,
    Já li teu blog de cabo a rabo e agora venho sempre ver as atualizações ^^. Vou casar no começo do ano que vem e ando mais empolgada com as coisas de casa do que com a festa. Essa foto daí do meio já tá na minha pasta de projetos baratos para mudar a cara da minha casinha faz tempo!
    beeeijo

  3. ANA, TENHO ACOMPANHADO SEU BLOG, QUE PRA MIM É DEMAIS, TEMOS OS GOSTOS BEM PARECIDOS RSRSRSR
    MAS SIM ENSINA AÍ, ASSIM QUE PUDER O PLANO DA PERDA DA GORDURA, A COISA AQUI TAMBÉM TÁ FEIA!
    GRANDE ABRAÇO

  4. Gosto muito das suas imagens de decoração, mas gosto mais ainda de entrar num blog e ler um bom texto bem humorado. Parabéns!

  5. Acompanho teu blog desde que li sobre ele na Casa Cláudia e adoro!

    Esse post me inspirou muuuito! Essa parede branca que ttenho aqui logo, logo vai virar um exagero de idéias!

    Obrigada por compartilhar com a gente tanta coisa legal!

    🙂

  6. Adorei! maravilhoso essas suas idéias e acima de tudo barato colocareiem prática. muitos beijos e continue asim bem criativa, nôs ajuda muito.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here