Classificados: Marília procura um apartamento nas asas de Brasília

Falei pra vocês que esse blog vai passar por muitas transformações nesse segundo semestre ne? Estamos trabalhando pra isso e vai ser massa.

Umas das novas categorias será posts de anúncios pra quem está procurando casa pra comprar/alugar e para quem está querendo vender/alugar. Mas assim né? Aqui a coisa tem que girar em torno da criatividade, então não pode ser um anúncio seco e sem graça não, viu? Faz um texto original, manda umas fotos legais, vem com teu borogodó, mermão, sei lá, vende teu peixe ou conta sobre as tuas pretensões de morar. A gente goxta muito! 

Quem vai estrear por aqui é a minha amiga Marília Sampaio. Maravilhosa, mãe de Miguel que é fã de Belchior (acho importante salientar), feminista, funcionária pública, digital influencer (rá, ele vai mimatar), uma mulher incrível da voz grave e que tanto amo. Ah, a bicha é que nem eu, cigana.

Bora lá. Vai que é tua, Marília:

classificados marilia

Já tive Tinder e conheci muita gente através dele.
Já morei (em tanta casa que nem me lembro mais) em muitos lugares e no momento tô procurando um outro lugar pra morar (de novo). ..
..e cheguei a conclusão que as duas coisas são muito parecidas e os aprendizados tem sido os seguintes:
1 – quando a gente gosta de primeira, vale a pena investir e ficar, essa coisa de “vai aparecer melhores” é uma ilusão e só mostra que somos viciados na procura;
2- tem muita oferta e variedade no mundo: você tem que ter claro o que você quer pra não ficar que nem barata tonta na vida;
3- é muito triste quando você encontra exatamente o que você procurava, mas pensa “não posso me apegar de primeira, vou procurar mais” e dai segue vivendo achando que aquilo tá te esperando, mas quando você finalmente decide vê que “tiraram a plaquinha de aluga-se” (fulaninho entrou num relacionando sério). Perdeu playboy (e dor de cotovelo dói viu);
4- Espaço e iluminação são coisas essenciais em pessoas e imóveis;
5- Lugar ou gente pra morar: melhor evitar as mediações. Imobiliaria e aplicativos, evite;
6- Uma hora a gente cansa de procurar e aceita qualquer merda que tiver pela frente (isso não é recomendável);
7- Quando é pra dar certo, dá. Facilmente. Tudo flui. Se você gostou, se empolgou, ta querendo mas a outra parte ta dificultando, fazendo jogo (ou cobrando 2 fiadores com nome limpo, imóveis quitados e sei lá, atestado de virgindade) desiste e parte pra outra. Pra amar e morar tem que ter facilidade. Se eu quiser dificuldade vou dobrar lençol de elástico;
E fim, cansei.
(Quero quietar o rabo…
…Quem souber de algo na asa norte ou sul, cruzeiro de repente me avisa aí que esse post foi só pra isso mesmo. Beijos).

Daí você que tem uma casa/ap massa pra alugar por essas bandas, ou que conhece alguém ou até sabe de um corretor amigo que possa ajudar nessa procura, pode entrar em contato lá no feissem ou aqui nos comentários, beleza?

Espero agora o teu anúncio, não se acanhe (conteudo.avoqueria@gmail.com)!

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

1 Comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here