Analisando obras: como escrever resenhas críticas

Se você é estudante ou simplesmente um amante da mídia com o hábito de elaborar críticas para as obras que descobre no Rotten Tomatoes, saber analisar exemplares da maneira correta será uma habilidade que vai mudar o jogo para você.

Seja qual tipo de obra estiver sendo analisada, resenhas configuram-se como texto crítico. Sendo assim, embora o gênero textual seja de natureza descritiva, a sua opinião deve ser o destaque e prioridade durante o processo de escrita da sua resenha argumentativa.

Há diversas possibilidades de escolha entre os gêneros midiáticos para você começar a escrever uma resenha temática, podendo variar desde filmes e livros a artigos acadêmicos.

Diante disso, torna-se fundamental que o escritor encontre-se familiar com esse tipo de escrita. Para isso, o recomendado é ler exemplos de resenhas prontas, podendo esse ser desde o modelo de resenha de um livro à exemplos de resenha crítica de um artigo.

Como escrever uma resenha crítica

O primeiro passo para escrever a resenha acadêmica de uma obra é saber exatamente qual conteúdo você irá avaliar. Por exemplo: se você quer fazer uma resenha crítica de um filme, é necessário que entenda detalhes importantes sobre o mesmo, desde mensagens explícitas aos detalhes implícitos da obra.

Há diversos fundamentos e regras a seguir quando se trata de escrever um resumo crítico, verifique algumas técnicas e instruções na lista a seguir:

  • Domine a estrutura do gênero textual resenha crítica. Dessa maneira, você saberá como iniciar, desenvolver e terminar o seu texto da maneira correta, valorizando o tempo investido na obra e otimizando seus comentários.
  • Saiba sintetizar a história de modo que o plot twist e final não sejam entregues. Muitas pessoas lêem resenhas críticas antes mesmo de interagir com uma produção artística a fim de decidir se irão consumir aquele conteúdo ou não, não estrague a experiência dessas pessoas.
  • Não fique restrito à história e visual da obra, afinal, é importante que a sua pesquisa seja abrangente e inclua informações técnicas sobre a obra, como a data de lançamento, contexto histórico, autores e no caso de filmes atores e diretores.
  • Seja movido por detalhes. Assim a sua resenha deixará de ser apenas uma síntese dos detalhes óbvios de uma produção.
  • Dependendo do meio de publicação, seu texto deve seguir as normas ABNT e norma padrão. No entanto, essas regras só são aplicadas no caso de uma produção textual acadêmica, ou seja, caso você esteja escrevendo uma resenha para a internet a linguagem informal é mais do que adequada.

Estrutura da resenha crítica

Tão fundamental quanto o conteúdo, a estrutura do seu texto diz muito sobre a maneira que o público alvo irá reagir a sua resenha crítica, tornando a maestria nesse aspecto da escrita um elemento fundamental.

Agora que você já sabe como escrever uma resenha crítica, prepare um local apropriado para produzir e reveja a estrutura antes de botar as mãos na massa com o passo a passo a seguir:

  • De início, apresenta uma síntese da obra, assim você irá nortear o leitor em relação ao que será comentado. Lembre-se de incluir as informações técnicas da produção em seu texto, assim o leitor irá estar melhor situado em relação ao contexto da produção analisada.
  • Em seguida, você deve começar a produzir o corpo do texto. Para tal, organize seus pensamentos e análise de maneira didática. É importante que sua análise seja condizente com o conteúdo examinado, por exemplo, ao analisar um artigo científico, busque comentar os métodos de pesquisa utilizados e objetivos do trabalho.
  • Há diversas possibilidades quando se trata de escrever a conclusão de uma resenha crítica. Sendo assim, você pode retomar os principais pontos da obra, finalizar a linha de raciocínio construída ao longo do texto e finalmente contar ao público se vale a pena separar um tempo para apreciar a obra.
  • Nem todos os meios de veiculação de resenhas críticas requerem que seu texto apresente uma nota avaliativa após a conclusão. Entretanto, caso uma avaliação seja necessária, utilize critérios sólidos e imutáveis que possam ser aplicados em quaisquer obras que você planeja avaliar no futuro.

Plagiarism check: https://1text.com/plagiarismchecker/627c2604d38d9 

COMPARTILHE
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here