A alegria dos primeiros anos e toda minha admiração

Tenho um cara super talentoso vivendo ao meu lado e fico muito orgulhosa disso. Quando fomos morar juntos, há cinco anos atrás, ele nem pintava e fui acompanhando no dia a dia, todo o seu esforço, dedicação e horas de estudos (com os livros e na prática, com tantas misturas e técnicas com as tintas e outro tanto de materiais). Me emociono e agradeço por ele ter cruzado o meu caminho e me fazer acreditar diariamente, que somos capazes sim, de realizar tudo que queremos, é só acreditar. (Lua de cristal tocando ao fundo,oh my god).

Ai tava falando pra ele esses dias, que enquanto eu gerei e pari o Vinico uma única vez, ele já teve três gestações, hahaha. Olha as outras duas aqui e aqui.

Essa é a última pintura que ele fez, do nosso filhote no parquinho

Tela 60×80, óleo sobre tela. A Alegria dos primeiros anos.2011. Leonardo Climaco

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

12 Comentários

  1. Bonito ver vcs criando juntos.
    Momento um pouco off topic: mostrei aquele armário de nichos – lindo – que vc fez para meu pai, peguntando se ele saberia fazer. Eu entendi que aquele detalhe, aquela tirinha para finalizar já vem cortada, no tamahnho correto…ele esta em dúvida. Vc me esclarece isso? Se fizer, posto e linko vc, a dona da ideia, ok?

    • Vivien, a dona da ideia não sou eu e a estante não é a minha, tem o link pra postagem original aqui na postagem, rsrsrs, apesar que a foto dos nichos na parede acima da cômoda é aqui em casa e nós já fizemos todo esse processo.

      A tirinha, fita de bordo, já vem cortada sim, é vendida a metro e depois que você for colando na madeira, vc vai cortando as sobras com um estilete mesmo.
      Espero que seu pai consiga e qualquer outra dúvida pode tirar aqui no comentário ta??

      Beijocas

  2. Puxa, Ana, me desculpe…e logo eu que implico tanto com comentário sem noção…fiquei sem graça.
    Eu realmente gostei da ideia e lendo, fiquei com a impressão de que era seu.
    beijocas.

  3. Poxa vida, tem coisas que emocionam a gente de verdade! Não os conheço, só acompanho as belezas que daqui saem. Mas, tenho filhos também, e ver lindos trabalhos retratando o amor dos pais é simplesmente emocionante. Parabéns, trabalho lindo mesmo!!

  4. Oi, Ana!
    Eu estava mostrando as fotos dos trabalhos do seu marido aqui em casa, “cantando” meu marido para me dar uma tela de presente… aí veio o comentário do meu filho adolescente: Nossa, ele deixa Rembrandt no chinelo! hahaha, muito bom um elogio espontâneo desses, não? bjs

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here