Olá mais uma vez

Preciso te dizer que senti saudades. Entre tantas idas e vindas, essa foi a maior pausa, certeza.

Mas é que tem vezes que a gente precisa mesmo, afinal, em 10 anos muita coisa acontece e nós mudamos um bocado. Tenho passado por alguns processos loucos e necessários e um tempo de recolhimento foi mais que importante.

Por falar em mudanças, o meu post é sobre elas. Estou aqui agora tentando me preparar pra mais uma ou algumas. Tentando porque quase sempre é um abismo entre o que a gente deseja e o que tem que ser feito, então mudar estando pronta é algo que, pelo menos comigo, nunca aconteceu. É sempre com aquele tapinha da vida dizendo “Ei moça, chega aqui que você precisa aprender umas coisas”.

E daí ela exige coragem que exige um pouco daquilo que a gente tem medo: incertezas. O medo do desconhecido, a caminhada que a gente faz fora do zona de conforto.Não tem conselho bom pra quem tá passando pelo mesmo que caiba nesse post. Na minha cabeça só escuto uma voz insistente que diz “Só vai na fé, baby”.

É papo demais para próximos posts, minha gente. Papo demais!!! Mas só pra contar assim por cima dentro do quesito “casa”: Estou procurando alguém pra ocupar o quarto Frida permanentemente. Talvez terei de novo um abrigo em Gravatá City. Hahaha. Que cabaré é a minha vida. Tudo faz parte de um plano maior que vou poder falar mais pra frente, e que repito: Não será fácil. É o tapinha da vida.

Para o  “A casa que a minha vó queria” em 2019 não vou ficar fazendo planejamentos mirabolantes, mas como metas iniciais, aqui algumas coisas importantes:

– Mais posts como o que você está lendo. Quero voltar a escrever como naquela época que sentava na frente do meu computador, abria uma página em branco e começava a compartilhar coisas que gostava. Livros que estou lendo, desabafos maternos, dicas de empreendedorismo, paleta de cores, uma receita bacana ou a decoração massa de um café que acabei de visitar. Pluralidade e liberdade. Cansei de só tá mostrando aqui dicas de decoração, cansei mesmo. Mas esse ainda é um blog de decoração? Claro. Mas vocês sentirão que tudo será mostrado de uma outra forma.

Vou começar a escrever um livro. E vou precisar de vocês nesse processo. Tipo, vou precisar muuuito. Para depoimentos, pesquisas, indicações, e por ai vai. Se tu não me segue lá no Instagram ainda, chega lá @avoqueria, pelo perfil consigo ter respostas de forma mais rápida, a interação é pa-pum.

– Eu e Mirella (Casa de Firulas) vamos colocar um podcast no mundo. Eita pourra! Tá massa viu? Adiamos a estreia, mas logo mais anuncio a data de lançamento e o link pra vocês ouvirem.

É isso, amanhã tem mais post.

Xêros

 

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

2 Comentários

  1. Olá Ana!
    Assim como vc precisei ficar um tempo no casulo para me refazer. Hoje, retomando a vida, fui visitar os meus blogs preferidos. Quando entrei no seu adorei o que vi. Olhei a data da postagem: 01 de Abril…rsrsr. Mas o que veio na cabeça foi a música de Vinicius de Moraes ” As cores de Abril, os ares de anil, o mundo se abriu em flor…” Torço para que o seu desabrochar seja lindo. BJS!

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here