3 Receitas Saudáveis e Práticas de “Finger Food” para receber os amigos

Como vocês já devem estar carecas de saber, eu não sou a maior fã do mundo de cozinhar, mas essa semana vou postar aqui umas receitinhas.

Também já tinha falado aqui como estou me esforçando para manter uma alimentação equilibrada, com alimentos que façam eu me sentir bem e disposta, mas sem pirar numa dieta.

Então na hora de juntar a galera para assistir as noites de UFC, maratona de Netflix, disputar uma partida de tabuleiro ou simplesmente jogar cartas com os amigos em casa, eu mantenho algumas receitas saudáveis e super práticas de finger food para manter todo mundo feliz e bem alimentado sem precisar recorrer a salgadinhos processados e outras porcarias.

Esse fim de semana rolou mais uma dessas noitadas em casa, e separei as três melhores receitas caso vocês também queiram fazer.

1- Palitinhos de Tomate Cereja, Mussarela de Búfala e Azeite

food

Gente, essa primeira receita é a mais fácil de todas e minha base para qualquer reunião. Ela é a simplicidade em forma de comida e tem dois jeitos de fazer!

O primeiro – que é disparadamente o meu favorito – envolve deixar separados dois pacotes de mussarela de búfala (400 g), dois pacotinhos de tomate cereja (360/400 g), uma pitada de sal, uma pitada de pimenta e azeite a gosto (normalmente duas colheres de sopa, mas não tem problema colocar um pouco mais).

Depois é só cortar o queijo e os tomates ao meio, jogar tudo numa vasilha, misturar e… Voilá, está pronto! É só deixar alguns palitinhos de madeira do lado do pote e cada um pode se servir!

O segundo jeito é quase igual ao primeiro mas dá um pouco mais de trabalho.

A única diferença é que depois de misturar tudo tem que colocar metade de um tomate e metade de uma bolinha de mussarela no palitinho antes de servir. Fica mais “apresentável”.

2- “Quesadilla” de Queijo

Quesadilla_2

Esta dá um pouco mais de trabalho porque tem que ficar de olho na panela, mas é tão rápida e fica tão gostosa que eu acho que merece o esforço!

quesadilla tradicional usa um pão diferente mas como eu não tenho muita paciência para fazer a massa e a importada é meio cara, gosto de trocar por um pacote de pão sírio light ou Rap 10 (Light ou Integral), que fica tão gostoso quanto. Pro recheio é só passar manteiga a gosto, quatro fatias de queijo mussarela por sanduíche e uma pitada de orégano.

Após passar manteiga nas duas metades do pão escolhido (as vezes eu coloco um pouco em cima também para ficar mais gostoso), é só colocar uma fatia na frigideira quente até dourar (se não for antiaderente é bom colocar um filete de óleo ou azeite para não grudar!).

Aí é só adicionar o queijo e o orégano, colocar a outra metade na panela e ficar virando até os dois lados ficarem dourados e o queijo derretido, sempre tomando cuidado para não queimar.

Depois é só cortar em vários pedaços pequenos e servir para todo mundo!

3-  Bruschettas

bruschetta-1350687_960_720

Repararam que apesar de a foto ser de bruschetta com queijo e tomate eu não especifiquei o recheio?

É porque essa é uma das comidas mais fáceis, versáteis e gostosas que dá para fazer – inclusive já perdi a fome para alguns jantares por ter comido muitas no aperitivo!

Depois de comprar um pão italiano e cortar ele em várias fatias grossas, é só colocar no forno para ficar crocante- depois de pre aquecer, leva pouco menos de cinco minutos a 190º – e então você pode deixar a imaginação correr solta e colocar praticamente o que quiser em cima!

Os dois recheios que eu mais uso são o da bruschetta italiana clássica e a de salmão defumado com cream cheese.

Na clássica vai tomate picado (200 g), pouco azeite, sal e pimenta a gosto. Para incrementar com queijo mussarela e parmesão precisa ir ao forno mais alguns minutos (só até o queijo derreter, dá para ir tranquila pelo “olhômetro”).

Já na de salmão eu uso salmão defumado (de um daqueles pacotes de 200g em que o salmão já vem pronto e cortado) e cream cheese a gosto (normalmente eu coloco quase um pote pequeno inteiro! Mas sou meio exagerada com cream cheese rsrs).

Finalmente, para complementar estas comidas eu sempre compro algumas castanhas de caju, castanhas do Pará ou pistaches para beliscar. Só tem que tomar um pouco de cuidado porque apesar de saudáveis elas são bem calóricas e é muito fácil comer um monte sem perceber!

Gostaram das receitas? Tem alguma mais fácil para me indicar? Coloquem nos comentários que eu quero saber!

 

COMPARTILHE
Ana Medeiros
É a neta de D. Edite. Ana comanda o #ACQMVQ e vive diariamente decorando aqui e ali. Trabalha home office produzindo conteúdo para o blog e outras empresas das internetes. É mãe de dois pioios lindos, ama comer, desaguar nas palavras, e não dispensa uma caipirinha no fim de semana. Sabe que ser livre também é perder o controle, que morar é mais do que habitar e que um abraço apertado é melhor que banheira de ofurô.
Faça seu comentário

1 Comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here